Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Alimentação equilibrada: capriche no planejamento

Créditos: 
Legenda: 
Alimentação equilibrada: mulher cortando um abacate

Quando se fala de alimentação equilibrada, logo vem na cabeça alimentos saudáveis, nutrientes como vitaminas e minerais, cereais integrais... mas você já pensou que a alimentação equilibrada vem muito antes da lista de compras?

Cardápio semanal, congelamento, praticidade... não parece tão fácil, conheça aqui dicas para organizar sua alimentação!

 

Cardápio semanal e alimentação equilibrada: 6 dicas para se organizar

O planejamento e a organização facilitam muito o dia a dia na cozinha, ajudando para que você tenha refeições sempre variadas (xô, mesmice!), sem desperdício e com muita praticidade. Um dos pontos nessa estratégia é montar o cardápio semanal, cozinhando antes e congelando.

Para ajudar você nessa tarefa, separamos seis dicas de como montar um cardápio semanal.

1. Planeje o cardápio semanal

Este é o primeiro passo para seu planejamento. Pense o que irá preparar em cada um dos dias, considerando salada, prato principal (carnes, ovos ou peixes), acompanhamentos (legumes, tortas, farofa, etc) e sobremesa. A partir deste cardápio semanal, liste todos os ingredientes que vai precisar. Ah, e não se esqueça de itens como óleo, azeite e os temperos. Precisando de ideias novas? Dá uma olhada nas receitas incríveis no site Receitas Nestlé!

2. Separe um período para cozinhar

Para que tem uma rotina corrida, vale separar algum dia, ou mesmo um período (manhã tarde ou noite) para se dedicar à cozinha. A ideia aqui é que você prepare a maior parte das refeições da semana toda e congele, deixando para o dia a dia apenas preparações mais simples, como uma salada ou um suco natural.

3. Use e abuse do freezer!

Sim, a dica anterior é impossível fazer sem esse super aliado da vida prática! Congelar os alimentos prontos vai fazer com que você não precise cozinhar todos os dias, e ainda conserva as vitaminas e minerais dos alimentos. Para manter uma organização ainda melhor, vale colocar uma etiqueta com o nome da preparação e a data do preparo.

4. Sobrou na geladeira? Solte a imaginação!

Antes de pensar em jogar aquela comida ou ingrediente fora, que tal reaproveitá-los em um prato diferente? Sobrou arroz? Que tal incrementá-lo com o resto do requeijão, legumes picadinhos e um toque de orégano? A fruta está rodando na geladeira há dias? Que tal transformá-la em uma sobremesa de frutas assadas, com um toque de mel? Vale usar a criatividade para evitar o desperdício e incrementar a rotina com novos sabores!

5. Talos, folhas, cascas... tudo se aproveita!

Falando em desperdício de alimentos... você sabia que talos e folhas da beterraba, brócolis, e cascas de alimentos como abacaxi, banana e batata podem virar novas receitas, e de quebra, ainda trazer muitos benefícios para sua saúde? Pois é! O aproveitamento integral dos alimentos garante refeições variadas e um montão de nutrientes importantes!

Quer algumas ideias? Quando triturados ou picados, talos podem virar ingredientes de massas de bolos, pães e panquecas e ainda em ensopados, omeletes, farofas, recheios de tortas, suflês, bolinhos ou misturados em sopas; cascas de frutas podem virar geleias ou compotas; casca de batata pode virar panqueca e por aí vai!

6. Temperos picados igual a menos tempo na cozinha!

Já reparou em quanto tempo você gasta picando cebola, alho, salsinha, cebolinha e afins toda vez que vai cozinhar? A solução para isso é você se planejar e preparar esses ingredientes de uma vez só, em uma quantidade maior, para que possa usar ao longo da semana. Para deixar esta tarefa ainda mais simples e rápida, vale usar um processador: basta juntar seus temperos favoritos, adicionar um pouco de azeite, e pronto! Armazene em um pote bem fechado na geladeira, e quando precisar, seu tempero caseiro estará pronto! Com planejamento, criatividade e soluções práticas, é possível ter mais variedade e equilíbrio na alimentação! Vamos praticar?

 

Perguntas frequentes

  • Quais são os nutrientes fundamentais de uma alimentação equilibrada?

    Os nutrientes fundamentais para uma alimentação equilibrada são proteínas, vitaminas, gorduras, carboidratos e sais minerais.

  • Qual a importância de uma alimentação saudável e equilibrada?

    A alimentação é responsável pela produção de energia e obtenção de nutrientes essenciais para o corpo humano. A alimentação saudável e equilibrada é importante para manter o bem-estar duradouro e prevenir doenças.

  • O que devemos fazer para termos uma alimentação equilibrada?

    Respeitar o consumo adequado de cada tipo de alimento. Além de moderar no consumo de doces, frituras e alimentos ricos em gorduras, é interessante dar preferência a alimentos naturais, frescos, principalmente de origem vegetal. Eles trarão os nutrientes essenciais para seu corpo.

  • Quais são os impactos da alimentação equilibrada na saúde?

    A alimentação equilibrada é a garantia de energia, bem-estar e bom desenvolvimento físico. Além de trazer os nutrientes necessários para o nosso corpo, uma alimentação equilibrada é importante para manter o equilíbrio e a qualidade de vida a longo prazo.

Fontes

Correia LFM, Faraoni AS, Pinheiro-Sant´ana. Efeitos do processamento industrial de alimentos sobre a estabilidade de vitaminas. Alim. Nutr. 2008; 19(1): 83-95.

Banco de Alimentos e Colheita Urbana: Aproveitamento Integral dos Alimentos. Rio de Janeiro: SESC/DN, 2003. 45 pág. (Mesa Brasil SESC Segurança Alimentar e Nutricional). Programa Alimentos Seguros. Convênio CNC/CNI/SEBRAE/ANVISA

Esse artigo foi: Criado por Nutricionistas