Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

10 alimentos conhecidos como anti-inflamatórios

Legenda: 
10 alimentos conhecidos como anti-inflamatórios

Inflamação. Essa reação do sistema imunológico pode ocorrer em várias partes do corpo humano e acontecer com qualquer pessoa. E com certeza você já ouviu inúmeras soluções mágicas para tratar de diferentes inflamações. É chá disso, comer aquilo em jejum, passar tal coisa na pele, e por aí vai. Por mais que algumas delas sejam só lendas populares, é fato que muitos alimentos possuem uma ação anti-inflamatória.

Pensando nisso, separamos algumas dicas de alimentação que podem ajudar a melhorar, ou até mesmo curar, determinadas inflamações. Mas, antes disso, é importante que a gente aprenda o que é uma inflamação, quais são seus tipos e como ela atua no corpo humano.

Vale lembrar que esse texto não substitui uma consulta a um especialista. Se estiver com alguma inflamação, procure um médico.

 

O que é inflamação?

Bem, por mais que pareça uma coisa ruim, a inflamação é extremamente importante para proteger o nosso corpo contra infecções, lesões ou doenças. Há inúmeros problemas que nosso corpo não seria capaz de resolver se não fossem as inflamações.

E elas podem ser divididas em dois tipos: a inflamação aguda e a crônica. A primeira ocorre em períodos curtos e geralmente é resolvida, em média, em duas semanas. É o caso de uma dor de garganta, por exemplo.

Já a crônica, é mais lenta. Ela dura, geralmente, mais de seis semanas e pode ocorrer mesmo que não apareça um ferimento. Esse tipo de inflamação é o que costuma se dar em doenças autoimunes (como a artrite reumatoide) e pode ser causado por estresse prolongado.

 

5 sintomas de inflamação

Os cincos sintomas mais aparentes da inflamação são febre, dor, vermelhidão, inchaço e perda de função do local inflamado.

É claro que os sintomas irão depender de onde está a inflamação em seu corpo e do que a está causando.

Em casos de inflamações de longo prazo, outros sintomas podem aparecer, tais como: dor corporal; fadiga constante e insônia; depressão, ansiedade e outros transtornos do humor; problemas gastrointestinais, como constipação, diarreia e refluxo ácido; ganho de peso, entre outros.

 

Alimentos que ajudam no combate a inflamações

Uma inflamação pode ser tratada com inúmeros remédios convencionais, mas a alimentação também tem um poder importante nesse combate. Por isso, separamos 10 alimentos que têm o poder anti-inflamatório.

1. Berries

Berries são frutinhas de coloração vermelha/roxa ricas em vitaminas, fibras e minerais. A variedade é imensa, mas as mais comuns são:

  • Morangos;
  • Amoras;
  • Framboesas;
  • Amora silvestre
  • Mirtilo

Essas frutas vermelhas contêm alguns antioxidantes chamados antocianinas. Eles têm efeitos anti-inflamatórios e podem reduzir o risco de doenças, como por exemplo, doenças do coração.

Em um estudo realizado com homens, aqueles que consumiram mirtilos todos os dias produziram significativamente mais células NK do que aqueles que não o fizeram. Essas células têm esse nome por serem “exterminadoras naturais”, ou natural killers em inglês, isto é, elas ajudam a eliminar corpos estranhos do nosso organismo e, assim, a manter o funcionamento correto do sistema imunológico.

2. Peixes gordurosos

Esse tipo de peixe é uma grande fonte de proteína e de ômega-3, e alguns estudos mostram que o ácido graxo ômega-3 estimula a produção de células macrofágicas, que têm a função de destruir bactérias e eliminar células mortas, duas possíveis fontes de inflamações. Apesar de todos os tipos de peixes apresentarem ácidos graxos ômega-3, os mais gordurosos estão entre as melhores fontes. Alguns deles são:

  • Salmão;
  • Sardinhas;
  • Arenque;
  • Cavalinha;
  • Anchovas.

Esses peixes contêm componentes que ajudam a reduzir a inflamação que pode levar à síndrome metabólica, doenças cardíacas, diabetes e doenças renais. E já que esses peixes podem nos ajudar a curar inflamações, separamos três receitas para você aliar o útil ao agradável:

3. Brócolis

O brócolis é um dos alimentos mais nutritivos da natureza. Uma pesquisa mostrou que ingerir vegetais crucíferos (os da família Cruciferae, como brócolis, couve de Bruxelas, couve-flor...) ajuda a diminuir o risco de doenças do coração e câncer. Isso porque o consumo desses vegetais está associado a um aumento das citocinas, moléculas que servem para sinalizar algumas coisas no nosso organismo, inclusive as que estão relacionadas ao sistema imune e inflamações.

4. Abacates

Se existem alimentos que podem receber o título de superalimento, o abacate é um deles: rico em magnésio, potássio, fibras e gorduras monoinsaturadas, saudáveis ​​para o coração por ajudarem a reduzir o nível de colesterol ruim. Além disso, o abacate conta ainda com substâncias que estimulam a produção de citocina, que como vimos ao falar do brócolis, é importante para o nosso sistema imune. Por fim, os antioxidantes do abacate também ajudam a controlar os radicais livres, outra possível causa de inflamações.

5. Chá verde

Essa é uma das bebidas mais saudáveis que você pode ingerir. O chá verde reduz o risco de doenças cardíacas, doença de Alzheimer, câncer, obesidade e outras condições.

A grande maioria dos benefícios dessa bebida estão associadas às suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, especialmente por conta de uma substância chamada epigalocatequina-3-galato (EGCG) – o nome é difícil, mas em resumo ela é capaz de inibir a inflamação.

Leia também:

6. Pimentas

As pimentas do gênero Capsicum (que inclui os pimentões, as pimentas vermelhas e o jalapenho, por exemplo) costumam ser ricas em vitamina C e antioxidantes, que como vimos têm um bom efeito anti-inflamatório. E vale relembrar: por ajudarem a controlar os radicais livres, os antioxidantes ajudam a proporcionar um envelhecimento mais saudável.

 

7. Cogumelos

Há uma imensa variedade de cogumelos em todo o planeta, mas nem todos são comestíveis e comercializados. Os mais comuns são os cogumelos shitake e portobello.

Esses alimentos são ricos em cobre, selênio e todas as vitaminas B, isso tudo em poucas calorias. Além disso, eles também têm função anti-inflamatória, parecida com as que encontramos nos peixes, já que também são ricos em ácidos graxos.

Então, que tal preparar uma receita de Torta de Cogumelos para se deliciar e ajudar no combate à inflamação?

8. Uvas

Isso mesmo, uvas. Além de deliciosas, elas contêm antocianinas. A antocianina é o pigmento que dá a cor da uva e estudos sugerem que ela pode servir para avisar o corpo que estão acontecendo inflamações nas células do organismo.

9. Azeite de oliva extravirgem

O azeite de oliva extravirgem, além de delicioso, é rico em gorduras monoinsaturadas.

Estudiosos mostraram que o consumo desse tipo de azeite está ligado à redução de doenças do coração, câncer no cérebro e outras doenças graves. Além disso, o azeite de oliva contém uma substância chamada oleocantal, que é capaz de inibir reações inflamatórias no organismo. Agora é que você vai querer mesmo colocar aquele azeite extravirgem delicioso na sua comida, não é?

10. Chocolate amargo e cacau

Deixamos o melhor para o final. Afinal de contas, quem não ama um chocolate, não é mesmo? Melhor ainda se fizer bem para saúde. Mas preste atenção, é importante que seja a versão amarga.

Rico em antioxidantes que reduzem a inflamação, o chocolate amargo pode reduzir o risco de doenças e nos proporcionar um envelhecimento mais saudável. Quem não quer, né?

As melhores opções são aquelas que contêm pelo menos 70% de cacau. Se a porcentagem for maior, melhor ainda.

Agora, quando você tiver uma inflamação, já sabe que alguns alimentos poderão ajudar você a combatê-la.


Perguntas Frequentes

  • O que é uma inflamação?

    É uma resposta do nosso sistema imunológico, extremamente importante para proteger o nosso corpo contra infecções, lesões ou doenças.

  • Quais são os principais sintomas da inflamação?

    Os cincos sintomas mais aparentes da inflamação são febre, dor, vermelhidão, inchaço e perda de função do local inflamado.

  • O que causa uma inflamação?

    Há inúmeros fatores que podem levar à inflamação, como por exemplo: condições crônicas e agudas; certos medicamentos; exposição a irritantes ou materiais estranhos que seu corpo não consegue eliminar facilmente.

  • Os alimentos contêm poder anti-inflamatório?

    Sim. Há inúmeros alimentos na natureza que podem ajudar no combate a inflamações, tais como: abacate, chocolate amargo, chá verde, azeite de oliva extravirgem e muitos outros.

Fontes:

https://www.healthline.com/nutrition/13-anti-inflammatory-foods

https://www.healthline.com/health/inflammation#symptoms

https://www.heart.org/en/news/2019/12/12/could-fish-oil-fight-inflammation

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4063312/

https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/29146352/

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5691706/

https://medlineplus.gov/ency/patientinstructions/000785.htm

https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/20936426/

https://lpi.oregonstate.edu/mic/health-disease/inflammation

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3824481/

http://blog.arthritis.org/living-with-arthritis/olive-oil-anti-inflammatory-arthritis-diet/

Esse artigo foi: Criado por Nutricionistas