Legenda: Alimentos bons para o cabelo, pele e unhas

Quando o assunto é cabelos saudáveis e pele bonita, já pensamos em cosméticos e afins. Mas, o ritual de beleza vai além e deve ter passagem obrigatória pela cozinha. Existem alimentos bons para o cabelo que ajudam a dar mais brilho e a fortalecê-los. O mesmo vale para a pele e unhas. Alguns dos nutrientes que não podem faltar na alimentação são betacaroteno, licopeno, cálcio e colágeno.

A beleza cansa, né? Mas vale a pena nutrí-la de forma saudável, pois é um bem que faz para o corpo e a autoestima. Descubra como montar um cardápio para manter os seus cabelos, pele e unhas saudáveis.

 

Alimentos bons para o cabelo: a força dos minerais

Fios sedosos dependem da presença de certos nutrientes no menu diário. Nesse quesito, destacam-se o cálcio, o ferro e o zinco. “A deficiência desses minerais resulta em cabelos fracos”, resume a nutricionista Andrielle Petry, especialista em nutrição estética, do Setor de Ensino do Instituto de Nutrição Ana Paula Pujol, em Camboriú, Santa Catarina.

“No caso do déficit de ferro especificamente, mesmo na ausência de anemia evidente, ele está associado à queda difusa de fios e a unhas quebradiças”, detalha.

Entre os alimentos bons para o cabelo estão, que contém esses minerais estão: cenoura, leite, aveia, iogurte, salmão, castanha-do-pará, laranja, espinafre.

Há indícios também da relevância do silício no crescimento dos fios e sua resistência ao estresse do dia a dia, ou seja, ao sol, vento, poluição e determinados ingredientes químicos de xampus. Nesse ponto, entretanto, a dieta por si só pode não ser suficiente, sendo necessária a suplementação, para restabelecer a estrutura da fibra capilar.

 

O que é silício? Ajuda na síntese de colágeno
Basicamente, o silício é um mineral essencial para o funcionamento do organismo. Entre as principais funções, ajuda a sintetizar o colágeno, a elastina e o ácido hialurônico. Ou seja, o silício é importante para a regeneração de tecidos, como a pele, e para a saúde dos ossos e articulações. É possível obter esse nutriente por meio de uma alimentação rica em frutas, legumes e cereais: maçã; banana; repolho; peixe; pepino; aveia; etc.

 

Esquadrão beleza: alimentos bons para o cabelo, pele e unhas

Com tantas evidências sobre a importância de um cardápio equilibrado para elevar a autoestima em frente ao espelho, um outro ingrediente não pode faltar: o prazer ao comer. Afinal, garantir pitadas de bem-estar no cotidiano é elemento imprescindível na fórmula da beleza.

Veja a seguir um menu saboroso e diversificado com alimentos bons para o cabelo e, claro, para pele e unhas.

  • Flavonoides: amora, jabuticaba, mirtilo, morango, romã, uva
  • Betacaroteno: cenoura, manga, melão cantaloupe, abóbora
  • Biotina: amêndoas, aveia, iogurte, ovos
  • Cálcio: iogurte, leite, queijos, sardinha
  • Licopeno: tomate, goiaba vermelha, melancia, pitanga
  • Ômega-3: atum, salmão, sardinha, semente de chia, linhaça
  • Selênio: castanha-do-pará, truta, camarão
  • Vitamina A: ovo, abóbora, espinafre, pimentão
  • Silício: trigo, aveia, centeio, cevada, chá de cavalinha
  • Vitamina E: gérmen de trigo, amêndoas, nozes, amendoim
  • Vitamina C: abacaxi, acerola, caju, kiwi, mamão, laranja

 

Que menu maravilhoso, hein? Aliás, a beleza também é construída com pitadas de felicidade. Dê uma espiada no nosso artigo Como a alimentação pode ser um remédio para depressão e ansiedade?

Além disso, saber montar um cardápio vegano pode ser um grande trunfo para a sua beleza. Isso porque a alimentação de origem vegetal combina vários ingredientes importantíssimos do menu Esquadrão Beleza.

 

Pele bonita check! Com os nutrientes certos

A boa alimentação é uma aliada e tanto para se ter uma pele bonita. Segundo pesquisas do Dessau Medical Center, na Alemanha, existem diversos fatores benéficos em uma dieta que inclua pratos coloridos, justamente por causa do carotenoide, pigmentação que dá tons de amarelo ao vermelho nas frutas e vegetais.

Betacaroteno na saúde da pele

O betacaroteno sempre se destaca quando o assunto é beleza. Entre outras coisas, porque colabora com a formação de melanina, substância associada à coloração e responsável pelo tom bronzeado. Mas sua maior virtude, aqui, tem a ver com a capacidade de combater os efeitos nocivos do excesso de radicais livres. Pode caprichar em pratos com cenoura e abóbora, além de se deleitar com as frutas “amarelas”, como manga.

Licopeno: mais resistência para a pele

Ainda na mesma família colorida, o licopeno dá um tom mais avermelhado aos alimentos, como tomate, pitanga, goiaba vermelha, e coleciona méritos a favor da aparência. “Ele atua como fotoprotetor, já que contribui para uma maior resistência da pele, quando exposta à radiação solar”, diz a nutricionista Andrielle Petry.

Flavonoides: mais um aliado para frear o envelhecimento precoce

Outro grupo mencionado no estudo alemão é o dos flavonoides. As principais propriedades são antioxidantes e anti-inflamatórias. Isso explica por que frutas como a uva, a jabuticaba, a amora e a cereja não podem ficar de fora do menu do dia a dia.

 

Se jogue na Vitamina C e colágeno

Presente nos frutos cítricos, a vitamina C tem seus poderes confirmados em vários estudos. Um dos mais recentes foi realizado por cientistas da Universidade de Otago, na Nova Zelândia. Não bastasse ser potente antioxidante, ela é essencial para a formação das fibras colágenas.

“O ácido ascórbico exerce papel fundamental no crescimento e reparação do tecido conjuntivo e está ligado à síntese de colágeno e de glicosaminoglicanas, componentes fundamentais para manter o tônus e a firmeza”, salienta a nutricionista Ana Júlia Canfild, que foi pesquisadora em Envelhecimento Humano no Laboratório de Genética da Universidade de Passo Fundo (RS).

O colágeno, não custa relembrar, tem grande importância na estrutura e sustentação da pele. “A partir dos 30 anos, o organismo tende a produzir menos dessa substância”, diz Ana Júlia. Essa diminuição causa impacto no equilíbrio de certas enzimas, desencadeando degradações.

Embora a genética ajude a acelerar ou frear a velocidade desse processo, os bons hábitos, inclusive à mesa, é que vão ditar as regras e dar aquele empurrãozinho para que se mantenham níveis satisfatórios de colágeno no corpo.

 

Alimentação balanceada e diversificada

Além de cuidarmos para estimular a fabricação da proteína, é preciso que a substância esteja protegida de deterioração. “Um cardápio repleto de frutas, hortaliças, grãos e outros alimentos contribui para que ele não seja destruído”, ressalta a dermatologista Shirlei Borelli.

Sem contar a boa dose de fibras desses ingredientes e seu papel no funcionamento do intestino, tornando mais eficaz o trabalho digestivo e, consequentemente, a absorção de nutrientes. Aproveite e dê uma espiada no nosso artigo alimentação equilibrada: por onde começar?.

 

Fontes:

Schagen SK, Zampeli VA, Makrantonaki E, Zouboulis CC. Discovering the link between nutrition and skin aging. Dessau Medical Center, Germany. 2012. Dispon.vel em [www.tandfonline.com/doi/ pdf/10.4161/derm.22876?needAccess=true]

Pullar JM, Carr AC, Vissers MCM. The roles of vitamin C in skin health. Nutrients. 2017. Dispon.vel em [www.mdpi.com/2072-6643/9/8/866]

Heinrich U, Moore CE, Spirt S, Tronnier H, Stahl W. Green tea polyphenols provide photoprotection, increase microcirculation, and modulate skin properties of women. The Journal of Nutrition. 2011. Dispon.vel em [academic.oup.com/jn/article/141/6/1202/4600312] European Journal of Clinical Nutrition. 2014. Dispon.vel em [www.nature.com/articles/ejcn2014143]

[5] Ara.jo LA, Addor F, Patr.cia Maria Berardo Gon.alves Maia Campos Use of silicon for skin and hair care: an approach of chemical forms available and efficacy. Anais Brasileiros de Dermatologia. 2016. Dispon.vel em [www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4938278/]

[6] Shapiro SS, Saliou C. Role of vitamins in skin care. Nutrition. 2001;17(10):839-44.[7] Schagen SK, Zampeli VA, Makrantonaki E et al. Discovering the link between nutrition and skin aging. Dermatoendocrinol. 2012 1;4(3):298-307

Assine a nossa Newsletter

A certificação de metodologias que nos auxiliam a lidar com o desafiador cenário globalizado.

Digite um e-mail válido.