Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

5 benefícios da pupunha: a fruta da região amazônica

Legenda: 
Benefícios da pupunha

Falar em comida brasileira sem mencionar o palmito é quase impossível – afinal, nós somos os maiores produtores e consumidores desse alimento no mundo todo. Os tipos mais comuns de palmito são três: a juçara, o açaí e a pupunha. Esse último é o tema da nossa conversa de hoje – mas de uma forma um pouco diferente! A pupunheira, árvore de onde vem o palmito pupunha, produz um outro alimento tão gostoso e tão nutritivo quanto: a fruta pupunha. Ela não é tão popular quanto seu irmão palmito, mas faz tão bem e é tão saborosa quanto. Quer saber mais sobre ela? Então vem com a gente conhecer mais sobre todos os benefícios da pupunha para a sua saúde!

 

Como é a fruta pupunha?

O fruto da pupunheira se assemelha a uma pera, só que menor. Ele pode ser encontrado em vários tamanhos e diversas cores, que podem variar do vermelho ao amarelo, dependendo da espécie.

 

A singularidade da pupunha

Quando pensamos em maneiras de comer frutas, a primeira forma de consumo que vem à mente é a in natura – afinal, a maioria desses alimentos podem ser comidos direto do pé, ou assim que são comprados no mercado. Mas a pupunha, que é uma fruta exótica, se comporta de um jeito um pouco diferente: ela não pode ser consumida crua! “Mas o que pode acontecer se eu decidir arriscar?”. Digamos que a sensação não seria das melhores; isso porque a pupunha contém um componente químico chamado oxalato de cálcio (ou ácido oxalático), que são alguns cristaizinhos que dão a sensação de picadas na língua. Essa mesma substância também pode dificultar a digestão, principalmente nas crianças. Mas não se assuste! Depois de cozida, a fruta não apresenta risco algum para a saúde e os benefícios da pupunha podem ser aproveitados sem medo de ser feliz! Sendo assim, para evitar problemas, antes de se deliciar com a pupunha, não se esqueça de cozinhá-la bem.

 

Benefícios da pupunha

A região amazônica é a região do Brasil onde mais se come pupunha. A fruta é nativa dessa localização e faz parte de toda uma cultura gastronômica indígena presente ali. E não é à toa! Os indígenas já conheciam os benefícios da pupunha e a utilizavam em receitas para curas medicinais. Além disso, hoje em dia, algumas dessas crenças acerca da eficácia da pupunha na saúde foram atestadas pela ciência! Dê uma olhadinha abaixo para conhecer os efeitos da pupunha no seu corpo.

1. Benefício da pupunha: é um alimento energético

Muitas pessoas acreditam que o carboidrato é o grande inimigo da saúde, pois, em grandes quantidades, ele pode promover o aumento da gordura corporal e do nível de açúcar no sangue. Contudo, assim como outros nutrientes, o carboidrato tem o seu papel no organismo, pois é ele o responsável por dar energia e disposição durante as atividades. Mas como a pupunha entra nessa discussão? A fruta é riquíssima nesse componente, tanto quanto as batatas! Para se ter uma ideia do poder energético da pupunha, enquanto 100g de batata-doce – que é um dos alimentos favoritos dos atletas –, fornece cerca de 18g de carboidrato, 100g de pupunha chega a ter 35g desse componente!

2. Benefício da pupunha: ajuda a regular o nível de açúcar no sangue

Assim como outras frutas e vegetais, a pupunha é rica em fibra alimentar. Esse componente, além de contribuir para o bom funcionamento do intestino, ajuda a regular o açúcar no sangue. Isso acontece porque, depois de ingeridas, as fibras se transformam em uma espécie de gel que atrai as moléculas de gordura e açúcar. O excesso desses componentes é eliminado pelas fezes, ajudando a equilibrar o nível de glicemia e de colesterol no sangue.

3. Benefício da pupunha: auxilia no funcionamento do intestino

A presença da fibra alimentar traz para a nossa lista um outro benefício da pupunha: a diminuição da prisão de ventre. Depois de consumir alimentos ricos em fibras, esse mesmo gel que ajuda a equilibrar o açúcar e o colesterol também favorece o trânsito intestinal e facilita a evacuação. Isso acontece porque esse gel hidrata as fezes e ajuda a aumentar seu volume.

4. Benefício da pupunha: é fonte de vitamina C

A vitamina C é popularmente conhecida por ajudar a fortalecer a imunidade. Quem nunca ouviu da mãe ou da avó que um suquinho de laranja poderia ajudar a combater alguma gripe ou resfriado? E, de certa forma, elas têm razão, pois as frutas cítricas – como a própria laranja, a tangerina e o limão – são ricas nesse componente. Mas, além de ajudar a dar um up no sistema imune, a vitamina C também compõe outros benefícios da pupunha, como o aumento da produção de colágeno e a melhora na absorção de ferro.

5. Benefício da pupunha: possui grande valor nutricional

Além da vitamina C, outras vitaminas e minerais enriquecem os benefícios da pupunha. Estão presentes no alimento a vitamina A, B, E, K e minerais como o potássio, o cálcio, o ferro, o magnésio, o fósforo e o zinco. Esses componentes oferecem muito mais saúde e nutrição para o seu prato!

Curtiu conhecer essas informações sobre os benefícios da pupunha para a sua saúde? Tem muito mais de onde veio esse! Visitando outros posts do Que Bem Que Faz, você vai encontrar mais informações sobre alimentos, exercícios e qualidade de vida para adicionar muito mais saúde ao seu dia-a-dia!


Perguntas frequentes

  • Qual o sabor da pupunha?

    A textura macia da pupunha lembra batata-doce cozida. Já o gosto, oleoso e com bastante amido, se assemelha ao milho cozido.

    Qual a diferença entre palmito e pupunha?

    A pupunha é a fruta que vem da pupunheira, ela é colhida em ramos e se assemelha a pequenas peras. Já o palmito pupunha é a parte interna da árvore. A pupunheira é cortada e de seu miolo é retirado o palmito.

    Pode comer a casca da pupunha?

    Sim! Contudo, assim como acontece com a fruta, é preciso cozinhar a casca antes de comer.

     

Fontes

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4287373/#:~:text=Red%20pupunha%20was%20confirmed%20to,and%20less%20body%20weight%20gain. https://www.scielo.br/j/cta/a/Fqybv73Whmf4FwdncBjRgKB/?lang=en https://www.embrapa.br/florestas/transferencia-de-tecnologia/pupunha#:~:text=A%20pupunha%2C%20nativa%20da%20regi%C3%A3o,e%20desenvolvimento%20adaptou%20o%20cultivo http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/gestor/pupunha/arvore/CONT000h31l5ka202wx7ha06keammx2dj152.html

Esse artigo foi: Criado por Nutricionistas