Legenda: Capa: Cacau

A origem do cacau ou: fruto dos deuses?

Sabia que o cacau é considerado uma fruta presenteada pelos deuses? Bom, pode acreditar ou não, mas há uma tradição que o cacau tem sua origem no México, sendo chamado antigamente como o “fruto dos deuses”. Havia muitas lendas e mitos em torno do alimento na época desses povos antigos, pois acreditavam que o fruto seria um presente divino. O cacau se tornou tão importante simbólica e culturalmente, que suas sementes eram usadas para fazer bebidas e serviam como moeda de troca.

Imagine, toda uma civilização governada em torno do cacau e do chocolate, um sonho não?

A bebida era preparada com as sementes moídas e torradas misturadas com água e, por mais que tivesse um sabor amargo, era consumida principalmente pelos membros da nobreza.

Devido ao sabor amargo, com o tempo foram adicionados outros ingredientes como flores, mel e baunilha para harmonizar o sabor, resultando em bebidas das mais variadas cores, que iam desde o amarronzado a cores como laranja e vermelho. Dizem que algumas vezes até pimenta era misturada na bebida. Você provaria?

Banner Talento

 

Quanto você sabe sobre o cacau?

Quando falamos em cacau o que vem à mente é o tão amado chocolate. As caixas de bombons e os ovos de páscoa, ou o chocolate quente nos dias de inverno. Não tem coisa melhor, porém, o cacau não se resume apenas ao doce. Com ele é possível fazer manteiga de cacau, licores, geléias ou cacau em pó, por exemplo.

O fruto, sim .. o cacau é um fruto! Por essa você não esperava, não é mesmo? Mas é verdade, o cacau é um fruto, e cada parte sua pode ser usada para diferentes propósitos. O chocolate, que é o principal subproduto do cacau, é feito a partir das sementes do fruto, enquanto o resto do fruto pode ser usado para fazer polpas ou geleias. Pensa que delícia não deve ser uma geléia de cacau, né?

O cacau é cheio de compostos fenólicos, propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Ou seja, consumido com moderação (como tudo na vida) ele traz muitos benefícios para a saúde.

 

E quais são os benefícios do cacau que você nem imaginava?

A notícia que vai alegrar o dia de muitos: sim, o nosso tão querido chocolate, pode fazer parte de uma alimentação saudável!

O cacau é um dos alimentos “coringa”, rico em vitaminas e minerais como zinco e magnésio. Também tem componentes bioativos, que atuam na saúde do coração, cognição, controle de pressão e muitos outros. Essas e muitas outras substâncias presentes no cacau têm seus benefícios e indicações, confira algumas:

Flavonóides
São substâncias antioxidantes que atuam no combate aos radicais livres e na prevenção do envelhecimento precoce, além de contribuírem na circulação sanguínea, o que ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares.

Cafeína
Sim, cacau também tem cafeína, que por ser estimulante e nos deixar “acordados”, dá a ele a propriedade de dar aquele up no nosso ânimo e energia.

Magnésio
Cada 100 gramas de cacau possuem aproximadamente 25 mg de magnésio, fato que o torna uma ótima fonte desse mineral tão importante, principalmente para as mulheres.

Isso ajuda a explicar aquela vontade de comer chocolate quando estão na TPM, pois o magnésio ajuda no combate a sintomas como insônia, irritabilidade, ansiedade e dores de cabeça, típicos deste período.

 

É possível consumir cacau sem ser com chocolate?

Consumimos cacau das mais variadas maneiras, como nos chocolates, achocolatados ou até mesmo as manteigas de cacau, que são mais usadas em cosméticos. Veja alguns exemplos:

Chocolate
O chocolate é a forma de consumo do cacau mais comum que conhecemos, porém devemos ficar atentos ao teor de cacau, que pode variar de chocolate para chocolate. Quanto maior a concentração de cacau, que é o caso dos chocolates amargos e meio amargos, maiores são seus benefícios para nossa saúde.

Café com Cacau
De acordo com um estudo internacional, misturar cacau fermentado, com café (que conhecemos mais popularmente como mocha, ou mocaccino) tem efeitos positivos – pois a cafeína sozinha pode te deixar ansioso, mas quando complementada com o cacau, os efeitos causadores da ansiedade diminuem. Depois de uma curiosidade dessas, quem não vai querer tomar um mocha para testar se funciona mesmo?

Manteiga de Cacau
Obtida através da parte gordurosa do cacau, a manteiga de cacau natural traz muitos benefícios, como fazer bem pros ossos e para a pele. Pode ser usada quando for 100% natural, diluída com óleo de rícino para hidratar e tratar a pele, e na culinária pode ser usada em sobremesas e pratos salgados.

 

Mas vamos ao que importa, como o chocolate é feito?

Você alguma vez já se perguntou como que o fruto cacau se torna a tão deliciosa barra de chocolate que vemos no mercado?

Pois bem, seu processo de fabricação começa com a colheita do cacau, que depois é aberto e são extraídas seus grãos, ou amêndoas – que são a matéria-prima do chocolate. Cada cacau tem cerca de 30 amêndoas dentro, que depois de retiradas, são deixadas de lado para fermentar. Após a fermentação, os grãos passam por processos mecânicos para remover impurezas, então são torrados, triturados e moídos. Por ser um alimento com bastante gordura, o processo de moagem não resulta em nenhum pó logo de início, mas sim uma massa que é prensada até se separar em dois produtos, a manteiga de cacau e a “torta”.

Depois disso o chocolate começa a tomar forma, e os próximos passos variam de fabricante para fabricante, pois são adicionados o leite, açúcar, emulsificantes e outros ingredientes. Então chega a etapa mais importante e mais difícil até para os mais experientes na cozinha: a temperagem.

Mesmo para aqueles que já estão familiarizados com o processo de fazer ovos de páscoa caseiros, a temperagem sempre é um momento de tensão que vai dizer se o chocolate final vai dar certo ou não. Nessa etapa, ele é aquecido a temperaturas específicas para cada tipo de chocolate, e depois resfriado para a temperatura ambiente. Esse procedimento é o que dá brilho, um acabamento sem manchas e previne que o seu chocolate comece a derreter à toa. Depois disso, ele é colocado nas formas, solidificado e desenformado, prontinho para ir pra embalagem.

 

Mas vamos ao que importa, como o chocolate é feito?

Você alguma vez já se perguntou como que o fruto cacau se torna a tão deliciosa barra de chocolate que vemos no mercado?

Pois bem, seu processo de fabricação começa com a colheita do cacau, que depois é aberto e são extraídas seus grãos, ou amêndoas – que são a matéria-prima do chocolate. Cada cacau tem cerca de 30 amêndoas dentro, que depois de retiradas, são deixadas de lado para fermentar. Após a fermentação, os grãos passam por processos mecânicos para remover impurezas, então são torrados, triturados e moídos. Por ser um alimento com bastante gordura, o processo de moagem não resulta em nenhum pó logo de início, mas sim uma massa que é prensada até se separar em dois produtos, a manteiga de cacau e a “torta”.

Depois disso o chocolate começa a tomar forma, e os próximos passos variam de fabricante para fabricante, pois são adicionados o leite, açúcar, emulsificantes e outros ingredientes. Então chega a etapa mais importante e mais difícil até para os mais experientes na cozinha: a temperagem.

Mesmo para aqueles que já estão familiarizados com o processo de fazer ovos de páscoa caseiros, a temperagem sempre é um momento de tensão que vai dizer se o chocolate final vai dar certo ou não. Nessa etapa, ele é aquecido a temperaturas específicas para cada tipo de chocolate, e depois resfriado para a temperatura ambiente. Esse procedimento é o que dá brilho, um acabamento sem manchas e previne que o seu chocolate comece a derreter à toa. Depois disso, ele é colocado nas formas, solidificado e desenformado, prontinho para ir pra embalagem.

 

Há contraindicações para o cacau?

O consumo equilibrado e consciente é a melhor forma de aproveitar ao máximo o potencial que o cacau nos oferece. Então fique atento a essas dicas!

Não coma na mesma refeição alimentos ricos em cálcio e alimentos à base de cacau, pois no cacau há uma substância chamada ácido oxálico, que liga-se quimicamente com o cálcio, de forma que esse ácido “pega” o cálcio do outro alimento, que então pode não ser tão bem absorvido pelo organismo – o que, a longo prazo, pode causar complicações.

Para aproveitar os benefícios do cacau, dê preferência aos chocolates amargos e evite excessos.

O chocolate é um dos produtos mais conhecidos no consumo do cacau, e para ser inserido na dieta de forma saudável é preciso se lembrar que quanto maior o nível de cacau, mais benefícios esse chocolate apresenta – então, foque em chocolates como o 70%, que conservam melhor os pontos positivos do cacau.

 

Perguntas Frequentes

 

Qual a diferença entre cacau em pó e achocolatado?
O cacau em pó é mais amargo, composto principalmente de cacau, tem cerca de 50% de açúcar em sua composição naturalmente, dependendo do cacau, enquanto o achocolatado, tem adição de outros ingredientes e açúcares,variando então de 70% até 90% de açúcar, o que faz com que o cacau em pólo final das contas, seja mais saudável e benéfico.

O que pode ser feito com o cacau?
Com o cacau é possível fazer chocolates e outros produtos como polpa, cacau em pó, sucos, geleias e a manteiga de cacau.

 

Fontes:

bmcnutr.biomedcentral.com/articles/10.1186/s40795-016-0117-z

qbemqfaz.com.br/saude/como-melhorar-imunidade-comendo-chocolate/

www.healthline.com/nutrition/7-health-benefits-dark-chocolate

www.medicalnewstoday.com/articles/dark-chocolate

www.medicalnewstoday.com/articles/270272

www.hsph.harvard.edu/nutritionsource/food-features/dark-chocolate/

Assine a nossa Newsletter

A certificação de metodologias que nos auxiliam a lidar com o desafiador cenário globalizado.

Digite um e-mail válido.