Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

5 vitaminas infantis importantes para o desenvolvimento saudável

Legenda: 
Comer saudável: mulher cozinhando

Exercitar-se, hidratar-se e alimentar-se bem: essas três ações (juntamente com outras atitudes) formam o pilar da vida saudável. Hoje vamos focar em apenas uma delas: o comer saudável. Quais benefícios nós podemos tirar ao mudar nossos hábitos alimentares? Quais comidas são saudáveis para o dia a dia? Vamos responder essas e outras perguntas agora mesmo. Fica com a gente!

 

Por que comer saudável?

Antes de começar tudo, temos que entender o motivo do assunto de que vamos falar. Com a palavra, a Organização Mundial de Saúde (OMS):

“Uma dieta saudável é essencial para uma boa saúde e nutrição. Ela protege você contra muitas doenças crônicas não transmissíveis, como doenças cardíacas, diabetes e câncer. Comer uma variedade de alimentos e consumir menos sal, açúcares e gorduras trans saturadas produzidas industrialmente são essenciais para uma dieta saudável”, afirma o órgão.

 

Benefícios de comer saudável

Agora que já temos uma visão mais ampla, vamos afunilar o assunto. Quais benefícios temos em consumir comidas saudáveis em nosso dia a dia? Vamos a elas:

Perda ou manutenção de peso

Invista em frutas, legumes, vegetais, proteínas magras e grãos inteiros. As fibras dos grãos inteiros, frutas e vegetais ajudam a saciar mais rapidamente, e mantêm a saciedade por mais tempo do que os alimentos com baixa quantidade de fibras. Quanto mais tempo você ficar saciado, menor será a probabilidade de fazer aqueles beliscos fora de hora.

Controle de açúcar no sangue

Alimentação desregrada é um dos principais fatores ligados a doenças. Alimentos excessivamente açucarados causam um aumento do nível de açúcar no sangue. Embora seu corpo possa lidar com variações ocasionais de glicose no sangue, com o tempo isso pode levar à resistência à insulina, que pode se tornar diabetes tipo 2. Nosso corpo também não é de ferro, né? Os carboidratos complexos, como pão integral, aveia e arroz integral, causam uma liberação lenta de açúcar na corrente sanguínea, o que ajuda a regular o açúcar no sangue.

Redução do risco de doenças cardíacas

O consumo regular de alimentos ricos em gordura pode aumentar os níveis de colesterol e triglicerídeos, o que pode causar o acúmulo de placa nas artérias. Com o passar do tempo, isso pode levar a um ataque cardíaco, derrame ou doença cardíaca. Ingerir uma quantidade moderada de gorduras saudáveis, como as encontradas no azeite de oliva, abacate, peixe, nozes e sementes, ajuda a proteger seu coraçãozinho.

Redução do risco de câncer

Frutas e vegetais (olha elas aqui de novo) são carregadas de antioxidantes – substâncias que buscam e neutralizam células potencialmente prejudiciais, chamadas radicais livres. Os radicais livres contêm uma quantidade irregular de elétrons, tornando-os altamente instáveis. À medida que procuram e roubam elétrons de células saudáveis, eles podem causar danos. E é aí que entram os antioxidantes: eles neutralizam os radicais livres doando um de seus elétrons, transformando o radical livre em uma molécula estável e reduzindo, assim, o risco de câncer.

Suporte para a saúde do cérebro

Uma dieta saudável é tão boa para o cérebro quanto para o resto do corpo. Ou você acha que não precisa deixar a saúde do seu cérebro em dia? Uma dieta desequilibrada pode causar uma série de problemas neurológicos e deficiências de nutrientes. A falta de vitamina B12 no organismo, por exemplo, aumenta o risco de depressão. Outros nutrientes, como o potássio, estão diretamente envolvidos na função das células cerebrais. Uma dieta saudável e variada mantém o funcionamento adequado do cérebro e também pode promover uma boa saúde mental.

Ossos e dentes fortes

Quer ossos e dentes fortes? Isso passa diretamente pela alimentação. Uma dieta rica em cálcio mantém seus dentes e ossos fortes e pode ajudar a retardar a perda óssea (osteoporose) associada ao envelhecimento.

O cálcio é geralmente associado a produtos lácteos (como leite, iogurte e queijos), mas você também pode obter cálcio comendo:

Como a vitamina D ajuda seu corpo a absorver cálcio, certifique-se de se expor um pouco à luz solar (seu corpo obtém vitamina D com a luz do sol) e ingerir alimentos que contenham vitamina D em sua dieta – como peixes oleosos e produtos fortificados com essa vitamina. Tem que ficar forte, viu?

 

Comer saudável: em que consiste?

Um plano alimentar que ajuda a controlar o peso inclui uma variedade de alimentos saudáveis. Adicione uma variedade de cores ao seu prato e pense nisso como comer o arco-íris. Verduras com folhas escuras, laranjas e tomates – até mesmo ervas frescas – são repletos de vitaminas, fibras e minerais.

De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças, dos Estados Unidos, um plano de alimentação saudável:

Agora que você já sabe os benefícios de comer bem, o que está esperando para colocar isto em prática? E se você ainda não sabe como começar, que tal dar uma olhada nas nossas dicas de como comer saudável? Você também pode ver nosso artigo com uma lista de comidas saudáveis.


Perguntas Frequentes

  • Quais os benefícios de uma dieta saudável?

    Os benefícios podem ser encontrados em uma imensa lista de comidas saudáveis e vão desde um controle do peso à saúde do cérebro, passando por saúde óssea e diminuição do risco de determinadas doenças.

  • Por que comer saudável?

    Para a OMS, uma dieta saudável é essencial para uma boa saúde e nutrição. Ela protege você contra muitas doenças crônicas não transmissíveis, como doenças cardíacas, diabetes e câncer. Comer uma variedade de alimentos e consumir menos sal, açúcares e gorduras trans saturadas produzidas industrialmente é essencial para uma dieta saudável.

    Fontes:

    https://www.who.int/initiatives/behealthy/healthy-diet

    https://www.nhsinform.scot/healthy-living/food-and-nutrition/eating-well/health-benefits-of-eating-well

    https://patient.info/healthy-living/healthy-eating

    https://healthyeating.sfgate.com/advantages-eating-healthy-food-3731.html

    https://www.cdc.gov/healthyweight/healthy_eating/index.html

    https://www.medicalnewstoday.com/articles/322268

    https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/depression/expert-answers/vitamin-b12-and-depression/faq-20058077

Esse artigo foi: Criado por Nutricionistas