Legenda: Idosa lavando cenouras

Chegar na casa dos 60 anos, se aposentar e aproveitar a vida: esse é um bom plano para a melhor idade e, por isso, não dá para perder de vista o envelhecimento saudável. Afinal, o objetivo não é simplesmente ter mais tempo de vida pela frente, mas poder vivenciar cada minuto ao máximo, né?

Hoje, o conceito de envelhecer com saúde vai além do “não ter doenças” e envolve a ideia de, mesmo depois dos 60, manter a capacidade de tomar decisões, se relacionar com os outros, aprender, se movimentar e contribuir para a sociedade, de acordo com a Organização Mundial de Saúde. É ter qualidade de vida.

Uma terceira idade sem constrangimentos é possível.

Por isso, preparamos algumas dicas que podem te ajudar a viver a terceira idade de modo mais leve e saudável e a abraçar, da melhor forma, todas as possibilidades que essa fase te proporciona, seja realizar um antigo sonho, começar a fazer aquele hobbie, explorar novas áreas do conhecimento, estar em família ou simplesmente descansar. Vamos conferir?

Leia também

 

Tenha uma alimentação saudável

Comer bem é sempre importante, mas ainda mais na terceira idade. Uma dieta balanceada, rica em fibras, proteínas, minerais e vitaminas pode contribuir para o fortalecimento dos ossos, da imunidade e para o bom funcionamento do intestino, bem como auxiliar a reduzir os riscos de doenças.

Assim, não podem faltar no seu carrinho de compras no supermercado: frutas, verduras, leguminosas, cereais, ovos, carnes variadas, peixe, leite e derivados. Só cuidado pra não exagerar nas quantidades de cada item, viu?

Para dar aquela forcinha a mais, você pode acrescentar ao seu dia a dia ingredientes que ajudem a suprir várias necessidades nutricionais de uma vez só, como compostos ou suplementos.

Por outro lado, devemos evitar alimentos que levam muito óleo, gorduras, sal e açúcar na composição. Cuidado também com bebidas alcoólicas. Claro, um doce ou gole, aqui ou ali, de vez em quando, pode não fazer mal (dependendo das indicações médicas, hein?). De todo modo, se for ingerir algo do tipo, a dica é consumir com moderação.

Ah, e não esqueça de se hidratar bastante, especialmente se o dia estiver mais quente que o comum. Sempre que der, ande com uma garrafa de água do lado, seja em casa ou fora dela.

 

Cuide da saúde mental – e coloque o cérebro para trabalhar

Em algum ponto, às vezes, a idade acaba trazendo desafios. Por isso, o cuidado com a saúde mental requer bastante atenção das pessoas 50+: ficar apenas chateado com as dificuldades que surgem não vai adiantar. O que, sim, ajuda é conversar com alguém próximo sobre isso e, se não resolver, procurar ajuda de um profissional.

Além disso, nada de estacionar ou abraçar o desânimo, certo? Pense em formas de ter momentos que estimulem funções motoras. Você tem muitas opções: pintar ou colorir, costurar, fazer artesanato, pequenas esculturas ou, quem sabe, cultivar uma pequena horta ou jardim. É importante descobrir uma atividade que goste e que te faça sentir bem, para relaxar e passar o tempo.

Também vale colocar o cérebro para trabalhar, com foco na memória e atenção. É hora de ler (um daqueles livros que você comprou e ainda estão embalados ou empoeirados na estante, por exemplo), de fazer palavras-cruzadas, anagramas e outros passatempos que você nunca tinha tempo para aproveitar.

 

Faça uma atividade física regularmente

Fortalecer os músculos, a estrutura óssea e manter o corpo ativo é essencial para se manter como um senior saudável. Além de ter um papel muito importante na manutenção da funcionalidade física, a prática de exercícios traz benefícios como a prevenção de problemas do coração, redução na quantidade de gordura e controle de doenças como diabetes e hipertensão.

E a cabeça? Também se beneficia, claro! Quem se exercita ganha autoestima, autoconfiança e humor, fica menos estressado e ansioso. 

Sabendo de tudo isso, só falta escolher qual atividade fazer, né? Vai depender dos seus gostos e histórico, mas pode variar desde uma caminhada tranquila na praça, praia ou no parque, passando pela hidroginástica ou natação, até exercícios mais puxados de musculação. 

Neste período de isolamento social por causa da pandemia, você pode tentar fazer essa atividade em casa ou ao ar livre (mas sem aglomerar, por favor!). Lembre sempre de consultar um médico para saber até onde ir e qual prática é mais recomendada para você. Não vai forçar os seus limites e acabar se machucando, tá?

 

Aproveite: tenha uma vida social 

Na terceira idade a gente costuma ter mais tempo para se dedicar ao que gosta e ao que acha mais importante. Uma dessas coisas pode ser dar mais atenção à família e aos amigos de longa data. Na verdade, dá até para conhecer pessoas novas, por que não? Os relacionamentos fazem bem, motivam e evitam que a gente caia na solidão, que pode ser bem perigosa.

Sabemos que as pessoas 50+, por serem em grande parte do grupo de risco, têm passado pela pandemia de Covid-19 e pelo isolamento social de forma diferente e às vezes mais pesada. Ainda bem que, graças à tecnologia, muitos puderam explorar as redes sociais na internet, encontrar pessoas queridas online e participar de vídeo chamadas. Assim, a distância pareceu menor e a saudade diminuiu um pouco.

Então, enquanto tudo isso não passa, que tal aproveitar essas ferramentas e convidar alguns amigos ou parentes para um “lanche virtual” desses? Dá para colocar muita conversa em dia, viu.

 

Acompanhe os sinais do seu corpo

É super importante estar atento a todos os sinais que o corpo dá – como, por exemplo, o surgimento de manchas ou nódulos, um cansaço mais forte, dores nas articulações, dificuldade na hora de respirar ou de se movimentar. Enfim: se algo te deixou com o pé atrás, vale procurar um profissional de saúde para analisar cada detalhe.

Além disso, se possível, tenha um acompanhamento constante com uma equipe capacitada. Como diz o ditado, melhor prevenir do que remediar.

 

Comece hoje

Independente de quantos anos você tem, se busca ter um envelhecimento saudável, comece a aplicar essas dicas o mais rápido possível. Sempre é tempo. Não precisa adotar todas de uma vez, nem seguir tudo à risca, pode adaptar à sua rotina. O importante é fazer o que estiver ao seu alcance para envelhecer da melhor forma, com qualidade de vida e, assim, poder explorar todas as possibilidades que surgirem.

 

Perguntas frequentes

O que é envelhecimento saudável?
É o processo de desenvolvimento e manutenção de habilidades que permitam o bem-estar na melhor idade. Segundo a Organização Mundial da Saúde, entre essas estão a capacidade de se movimentar, ter (e construir novos) relacionamentos, aprender, tomar decisões e contribuir para a sociedade.

Como ser um senior saudável?
Para envelhecer com saúde, os principais pontos são: alimentação saudável e balanceada; cuidado com a saúde mental; prática de exercícios físicos; vida social ativa; e acompanhamento dos sinais que seu corpo dá.

Qual a importância do envelhecimento saudável?
Adotar hábitos que contribuam para o envelhecimento saudável é agir para que você não apenas tenha uma vida longa, mas para que possa aproveitá-la ao máximo, plenamente, com qualidade de vida.

 

Fontes:

scielo.br/pdf/rbgg/v20n6/pt_1809-9823-rbgg-20-06-00878.pdf

cdn.who.int/media/docs/default-source/documents/decade-of-health-ageing/decade-healthy-ageing-update-march-2019.pdf?sfvrsn=5a6d0e5c_2

genciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2012-agencia-de-noticias/noticias/29505-expectativa-de-vida-dos-brasileiros-aumenta-3-meses-e-chega-a-76-6-anos-em-2019

saudebrasil.saude.gov.br/eu-quero-me-alimentar-melhor/10-passos-da-alimentacao-saudavel-para-idosos-durante-a-pandemia#:~:text=Outros%20alimentos%20com%20maior%20durabilidade,equilibrada%20e%20saborosa%20ela%20ser%C3%A1

saudedapessoaidosa.fiocruz.br/pratica/estimula%C3%A7%C3%A3o-cognitiva-despertando-mem%C3%B3ria-da-pessoa-idosa

scielo.br/pdf/motriz/v16n4/a23v16n4

Assine a nossa Newsletter

A certificação de metodologias que nos auxiliam a lidar com o desafiador cenário globalizado.

Digite um e-mail válido.