Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Dicas para uma relação mais equilibrada com a comida

Legenda: 
Culpa após comer: mulher tomando chá

Você com certeza já se pegou em algum momento do dia se perguntando “devo comer isso?” ou “queria comer mais disso, será que posso?”.

E aí, depois que você resolveu comer, lá vem ela: a culpa! Sim, você acaba se arrependendo de ter comido aquele alimento e promete que isso não vai se repetir. Mas depois de um tempo, você volta a fazer (o proibido pode ser muito tentador!), e assim o ciclo se reinicia.

Percebe o quanto essa relação não tem nada de saudável? E aqui não estamos falando de nutrientes, fibras, e outros termos nutricionais. Estamos falando que alimentos são muito mais do que nutrientes, que comer deve ser uma fonte de prazer, e que a culpa não deve ser um acompanhamento de suas refeições!

Para isso, o comer consciente (ou mindful eating) é fundamental! Conheça aqui dos fatores que precisam existir para que você tenha uma relação bacana com a comida:

1. Atenção aos sinais do corpo: o corpo envia sinais sobre quando está satisfeito, ou quando está com está precisando de alimento. Você consegue reconhecer estes sinais? Já os percebeu?
2. Respiração: A respiração ajuda na concentração no presente - que pode ser quando você está fazendo sua refeição. Estar com toda atenção focada para este momento ajuda a entender os sinais do corpo, além de aproveitar a refeição de uma maneira mais completa, consciente e sem dúvida, deliciosa!
3. Identificação dos tipos de “fome”: Sim, existem vários tipos de fome! Com certeza você já comeu algo por estar se sentindo feliz, ou quando a ansiedade bateu, certo? Saber identificar as razões pelas quais você está comendo é essencial para optar por continuar comendo ou não.

Mas como colocar em prática, considerando a rotina agitada, a falta de tempo e as mil tarefas do dia a dia? Veja aqui algumas dicas simples que podem te ajudar a não sentir culpa após comer:

1. Coma sem distrações: Fazer refeições em frente à televisão, usando o celular ou respondendo e-mails tiram o foco do principal: comer! Pesquisas mostram que comer sem prestar atenção na comida aumenta a chance de você comer uma quantidade maior do que seu corpo precisava, além de fazer com que você mal sinta o sabor do que está comendo.
2. Mastigue devagar: O cérebro demora cerca de 20 minutos para registrar que o corpo está saciado. Por isso, comer devagar, mastigando bem os alimentos é essencial para sentir se é hora de encerrar a refeição.
3. Não pular refeições: Quando na correria, você acaba não fazendo uma refeição, você aumenta as chances de comer uma quantidade maior do que deveria na refeição seguinte, por motivos óbvios – a fome está gigante! Comer em intervalos regulares é uma excelente alternativa para evitar consumo excessivo!
4. Faça as refeições sentado à mesa: Comer de pé, no carro... o problema aqui não está relacionado ao lugar, mas sim ao fato de você não estar com toda a atenção voltada à comida. Aproveite o momento das refeições para se desligar dos problemas do dia a dia, sente-se em um lugar agradável e curta a refeição!
5. Use todos os sentidos: Comer não envolve apenas o paladar: envolve também o tato, o olfato e a visão. Ao utilizar todos os sentidos durante a refeição, você direciona sua atenção plena para este momento, podendo o tornar mais agradável e gostoso!

Uma última dica valiosa: não se proíba de comer nada! Aquele chocolate que você ama não precisa ser banido da sua alimentação – mas também não quer dizer que você precisa comer uma barra de uma vez só, sem dividir com ninguém! A restrição de um determinado alimento pode muitas vezes gerar compulsão, ou seja, se você se proíbe de comer seu chocolate preferido, a chance de quando o comer exagerar na quantidade é maior. Dica: ao invés de comer tudo, já pensou em compartilhar esse momento com alguém especial?

A ciência já comprovou que comer com prazer, sem culpa, é um fator importantíssimo para manter uma alimentação saudável.

Então que tal fazer as pazes com a comida, e viver uma vida mais feliz e equilibrada? =)

 

Referências:

1. Antonaccio C, Figueiredo M. Comer com atenção plena. São Paulo: Abril. 2018.
2. Centro Brasileiro de Mindful Eating – Princípios do Mindful Eating. Disponível em: http://mindfuleatingbrasil.com.br/index.php/principiosmindfuleating/.
3. Warren JM, Smith N, Ashwell M. A structured literature review on the role of mindfulness, mindful eating and intuitive eating in changing eating behaviours: effectiveness and associated potential mechanisms. Nutr Res Rev. 2017; 30(2): 272-283.

Esse artigo foi: Criado por Nutricionistas