Legenda: Salada de Grão-de-Bico com Camarão

O Que bem que faz já listou frutas e vegetais ricos em fibras para transformar seu intestino em um reloginho. Mas não é só isso: as fibras são muito importantes por vários outros motivos (e bota “vários” nisso) . Agora, chegou a vez de conhecer os grãos para ter no prato todos os dias e viver feliz e leve.

A melhor parte é que você terá a opção basiquinha do dia a dia, o feijão com arroz, mas também poderá inovar com receitas ótimas para dar uma variada e surpreender o seu paladar. Aposte nas nossas dicas e tenha refeições super saudáveis. Bora lá?

 

Por que comer grãos?

A resposta está na ponta da língua e, inclusive, já foi até dada no comecinho deste artigo. Os seis tipos de grãos apresentados aqui são fontes de fibras, que são tudo de bom para a sua saúde. Elas reduzem o seu risco para várias doenças – como diabetes, doenças do coração e refluxo –, diminuem o colesterol ruim e ajudam a controlar a sua pressão. Nada mal, hein?

Mas eles não vivem só de fibras, e têm muitos outros benefícios para o nosso corpo. Vem com a gente que é deles que vamos falar deles! E não só isso: a nossa lista também inclui receitas simples e maravilhosas para você montar o seu cardápio.

 

Senhoras e senhores, os campeões

Amaranto - é riquíssimo em fibras. Ele é um pseudo-cereal, ou seja, não é tecnicamente um cereal, mas tem propriedades e usos muito semelhantes. Além das fibras (1 xícara tem 5g de fibra), o amaranto também é fonte de proteínas e de minerais como magnésio, fósforo, selênio, e ferro. O ferro é famoso por ajudar a combater a anemia, enquanto o magnésio é importante para vários processos do corpo, inclusive a contração dos músculos.

 

Linhaça - tem um super valor nutritivo, porque além das fibras que ajudam a fazer o intestino funcionar, também é fonte de ômega 3. Já ouviu falar né? O ômega 3 atua no organismo ajudando a reduzir o colesterol ruim e os triglicerídeos. Para completar, ela ainda tem função anti-inflamatória.

 

Grão-de-bico - é um estímulo a mais para o bom funcionamento do intestino. E não é só isso: Contém também proteínas, sais minerais e vitaminas do complexo B, ferro, magnésio e cálcio. E a sensação de bem-estar dada pelo grão-de-bico não é só porque ele te ajuda a ir ao banheiro: por conter triptofano, esse grão ajuda a produzir serotonina no organismo. A serotonina dá sensação de alegria, satisfação e confiança. Já ficou mais feliz só em saber disso, né?

 

Chia - se você faz parte do grupo de pessoas que tem tornado a chia a queridinha da dieta, agora tá na hora de saber exatamente o porquê de ela estar ficando cada vez mais famosa: essa semente tem as fibras pra te ajudar a ir ao banheiro regularmente e ainda ajudam no controle dos níveis de açúcar no sangue. Ah, temos que lembrar que ela dá mais saciedade – e, ficando com a barriga satisfeita por mais tempo, você consegue esperar mais até a próxima refeição, sem sair se acabando de comer tudo o que ver pela frente.

 

Feijão – esse é fácil incluir no cardápio, vai. É cheio de nutrientes, como ferro, proteínas e potássio, e isso vale para qualquer variedade: o preto, o carioquinha, o verde, o feijão de corda... E ele continua a fazer bem mesmo se você puser debaixo do arroz no prato, apesar de você saber que a maioria das pessoas vê isso como um ato de rebeldia.

 

Arroz – Esse muita gente nem precisa incluir na dieta! Ele é uma ótima fonte de minerais e fibras quando está na versão integral. Sabia que comer arroz integral pode ajudar a reduzir aquela gordurinha na barriga? Gostou da notícia né? E quem não? Um estudo feito com mulheres nos Estados Unidos revelou mais esse benefício do arroz integral. É que o teor de fibras presente no arroz integral reduz a absorção de glicose e lipídios no organismo. Isso evita aquele acúmulo de gordura na barriga impedindo que os pneuzinhos tomem forma no seu corpo. Mas não esqueça de manter uma alimentação saudável - afinal, nenhum arroz salva a pátria sozinho!

Viu como os grãos ricos em fibras são essenciais na sua dieta? E o melhor é que eles podem se transformar em pratos deliciosos. Então, agora é só você aproveitar todas as dicas e correr para o abraço!

 

Perguntas frequentes:

1. Quais os tipos de grãos ricos em fibras?
Chia e linhaça são alguns deles. Por serem ricos em fibras, atuam no organismo melhorando o funcionamento do intestino e evitando a prisão de ventre.

2. Posso substituir o feijão por grão-de-bico?
Pode sim. Inclusive o grão-de-bico também é rico em ferro – que ajuda na prevenção e combate à anemia –, assim como o feijão. O grão-de-bico também é uma ótima alternativa para preparar cozidos.

3. Qual a diferença entre arroz branco e arroz integral?
No arroz branco, a quantidade de fibras é reduzida pela metade. Eles são diferentes também na aparência: o arroz integral tem uma casca fina e escura.

4. Qual a importância de consumir fibras?
As fibras ajudam o sistema digestivo, fazendo o intestino preguiçoso funcionar melhor. Elas também dão mais saciedade, por isso ajudam a evitar aqueles beliscos fora de hora.

 

Fontes:

clinicador.med.br/a-importancia-do-omega-3-para-o-organismo/

ecycle.com.br/3526-alimentos-ricos-em-fibras

zenklub.com.br/blog/saude-bem-estar/serotonina/

pt.wikipedia.org/wiki/Gr%C3%A3o-de-bico#cite_note-5

mdsaude.com/hematologia/anemia/#O_que_e_anemia

ecycle.com.br/1919-chia.html

ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4018597/

ecycle.com.br/7516-arroz-integral.html

healthline.com/nutrition/amaranth-health-benefits

livestrong.com/article/294686-amaranth-grain-nutrition/

Assine a nossa Newsletter

A certificação de metodologias que nos auxiliam a lidar com o desafiador cenário globalizado.

Digite um e-mail válido.