Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Homem sentado no sofá, segurando uma xícara e apoiando uma mão no peito com expressão de dor, questionando o que é bom para refluxo e como evitá-lo.

Alimentos anti-refluxo: descubra o que incluir na dieta

Compartilhar
Atualizado em  novembro 2023

Uma alimentação equilibrada é uma grande aliada para diversos problemas de saúde, e quando falamos da saúde gastrointestinal, ter na rotina ingredientes benéficos é fundamental. Por isso, entender o que é bom para o refluxo gastroesofágico (DRGE) é indispensável para pessoas que sofrem com a doença – presente em até 20% da população brasileira, desde bebês, crianças, até os idosos. 

Com esse problema, os alimentos do estômago retornam ao esôfago, provocando sintomas como azia, queimação, evoluindo até mesmo para doenças pulmonares. Se não tratado, o refluxo pode causar inclusive lesões no esôfago, causando complicações. 

Para entender mais sobre o que é bom para refluxo e incluir as dicas no seu dia a dia, continue a leitura! 

 

Relação entre alimentação e refluxo

O refluxo ocorre quando há o retorno de ácido do estômago para o esôfago, e geralmente acontece quando o esfíncter esofágico inferior, que controla a passagem de alimentos, está enfraquecido ou danificado. 

Os alimentos que você consome afetam diretamente a quantidade de ácido que o nosso estômago produz. Por isso, priorizar alguns alimentos é a chave para controlar a produção de ácido no estômago e controlar o refluxo.

Nenhum alimento tem o poder de curar o refluxo, mas eles são importantes para o alívio dos sintomas e maior qualidade de vida para quem sofre com o problema. 

Alimentos bons para o refluxo

De forma geral, o ideal aqui será investir em alimentos que neutralizam o pH do seu estômago e não incentivam a produção do ácido estomacal. Descubra o que é bom para o refluxo quando falamos de alimentação: 

Vegetais

Por serem ricos em nutrientes e pobres em gorduras e açúcares, os vegetais são naturalmente anti-inflamatórios e não pioram os sintomas do refluxo. Você pode incluir brócolis, abóbora, vagem, folhas verdes, batatas, couve e couve-flor, entre outros ingredientes nas suas receitas. 

Gengibre

O gengibre é um tratamento natural para a azia e ajuda a aliviar os sintomas do refluxo. Você pode incluí-lo ralado ou fatiado em algumas receitas, ou consumí-lo a partir de um chá ou tempero. 

Grãos integrais 

São uma excelente fonte de fibras – que são associadas com menor risco de refluxo gástrico. Então, invista em aveia, arroz e pães integrais.  

Frutas, desde que não sejam ácidas 

Invista em opções como banana, maçã, pera e melão para fazer parte da sua dieta diária. Consuma ao menos uma porção de frutas ao dia. 

Carnes magras 

Os cortes sem gordura e preparados no forno, grelhados ou cozidos são ótimas opções para quem busca uma dieta anti-refluxo.

Fontes de gordura boa 

É importante reduzir a quantidade ingerida de gorduras trans e saturadas, e investir nas gorduras boas, presentes em fontes como abacate, azeite de oliva e oleaginosas. 

Alimentos para evitar quando se tem refluxo

A alimentação é uma grande aliada no combate ao refluxo, mas, por outro lado, se as escolhas feitas não forem as melhores, ela pode se tornar uma grande inimiga. Alguns alimentos que não são bons para o refluxo são: 

Alimentos com alto teor de gordura 

Frituras e/ou alimentos gordurosos podem relaxar o esfíncter e fazer com que mais ácido estomacal volte para o esôfago, o que aumenta o risco de sintomas. Reduzir o consumo de alimentos fontes dessas gorduras é uma boa forma de evitar o refluxo. Alguns exemplos para tirar da dieta são: 

  • Frituras em geral; 
  • Laticínios integrais, como leite integral e manteiga;
  • Cortes gordurosos de carne, como o bacon.

Alimentos naturalmente ácidos 

Algumas frutas e legumes podem piorar os sintomas de refluxo. Evite consumi-las em excesso: 

  • Limão;
  • Laranja; 
  • Abacaxi; 
  • Kiwi;
  • Tomate;
  • Pimenta;
  • Hortelã. 

Além das escolhas de ingredientes, você pode mudar alguns hábitos na hora de se alimentar, que ajudam na melhora dos sintomas do refluxo, veja: 

  • Coma refeições menores e mais frequentes; 
  • Se estiver acima do peso ideal para sua altura, busque apoio de um nutricionista para entender se é necessário perdê-lo; 
  • Evite comer de 3 a 4 horas antes de dormir; 
  • Evite beber líquidos durante as refeições. 

O que é bom para o refluxo: hábitos para adotar! 

Agora que você já sabe o que é bom para refluxo quando falamos na alimentação, descubra também outras estratégias que você pode incluir na sua rotina de vida para que o refluxo não seja um problema tão impactante. Confira algumas dicas importantes: 

  • Na hora de deitar, levante a cabeceira da cama em 10 a 20 cm, de modo que o peito e a cabeça fiquem acima do nível da cintura. Isso pode impedir que o ácido estomacal suba em direção à garganta;
  • Não se automedique se tiver episódios repetidos de azia ou queimação. Procure assistência médica para diagnóstico e tratamento adequados;
  • Aumente a salivação com gomas de mascar ou balas duras. A saliva pode aliviar a dor;
  • Evite o tabagismo e ingestão de bebidas alcoólicas;
  • Se você desconfia que o seu bebê tem refluxo, leve-o ao pediatra e não ponha o bebê na cama assim que acabar de mamar. Mantenha-o em pé no colo até que elimine o ar que deglutiu durante a amamentação.

Se você buscar ajuda em farmácias, os profissionais devem lhe indicar consumir medicamentos como antiácidos para alívio dos sintomas. Embora alguns medicamentos ajudem a aliviar os sintomas a curto prazo, eles não curam o problema e não devem ser tomados regularmente por longos períodos. 

Não existe cura para o refluxo, mas é possível controlar os sintomas por meio de medicamentos e mudança de hábitos. 

Gostou das dicas? Confira mais conteúdos sobre saúde e bem-estar no site da QBemQFaz!

 


Referências

Azia e refluxo ácido, NHS UK.

Refluxo gastroesofágico, Ministério da Saúde.

Alimentos para ajudar o refluxo ácido, Healthline.

9 maneiras de aliviar o refluxo ácido sem medicação, Harvard Health.

O QbemQfaz é um portal de conteúdos sobre saúde, nutrição, bem-estar e alimentação saudável da Nestlé. Os conteúdos desse site têm caráter informativo e não substituem o aconselhamento e acompanhamento médico, nutricional e de outros profissionais de saúde.