Suplementação de magnésio: benefícios e tipos de magnésio

Legenda: 
Suplementação de magnésio

O magnésio é um mineral muito presente no nosso corpo, com uma recomendação de consumo diário de 300mg a 400mg para os adultos. Esse nutriente não é produzido naturalmente pelo corpo, então dependemos totalmente da alimentação para obtê-lo.

Alguns dos benefícios do magnésio são:

Mas nem todas as pessoas conseguem consumir as recomendações diárias desse mineral, seja por uma dieta mais restrita, seja por outro motivo – como os praticantes de musculação, que precisam de mais magnésio devido à natureza de suas atividades físicas. E isso pode levar à necessidade de realizar uma suplementação de magnésio.

E é disso que vamos falar hoje: suplementação de magnésio. Mas antes de começarmos a falar sobre a suplementação em si, vamos ver alguns alimentos ricos nesse mineral.

 

Alimentos ricos em magnésio

Uma alimentação completa, diversificada e balanceada é essencial para conseguir a maior gama de nutrientes possível, tornando mais fácil alcançar as necessidades diárias de minerais e vitaminas. Alguns alimentos ricos em magnésio – para você garantir um consumo bom desse mineral – são:

Pessoas que evitam esses alimentos podem precisar recorrer a uma suplementação de magnésio, para restabelecer seus níveis normais do mineral de forma mais eficiente. Mas, na maior parte dos casos, basta uma reeducação alimentar, já que a necessidade de suplementar magnésio é rara quando relacionado com o déficit nutricional.

Falta de magnésio

A falta de magnésio causa alguns sintomas como:

Por ser um mineral muito importante para a contração e o relaxamento muscular, um dos sintomas mais perceptíveis são as dores musculares e as cãibras frequentes. Além, claro, de doenças relacionadas aos ossos, uma vez que a maior parte do magnésio está concentrado neles.

 

Suplementação de magnésio: quem precisa?

Cerca de 70% da população do Brasil sofre com deficiência de magnésio, o que sugere que uma grande porcentagem dessas pessoas pode ter uma dieta que não supra as necessidades diárias do nutriente.

Alguns estudos ainda exploram a possibilidade de usar a suplementação de magnésio para o tratamento de doenças cardíacas, uma vez que esse mineral age na regulação das contrações musculares. A suplementação ainda poderia ajudar na prevenção e no tratamento de doenças cardiovasculares, já que o magnésio desencadeia o relaxamento vascular.

Praticantes de musculação e atividades físicas intensas em geral, na maior parte das vezes, precisam da suplementação de magnésio para repor o mineral perdido pela urina e o suor.

Estuda-se ainda a utilização da suplementação de magnésio para outras funções, que vamos abordar no tópico seguinte.

 

Tipos de magnésio

Qualquer tipo descrito não deve ser consumido sem orientação médica e acompanhamento profissional. A suplementação de magnésio pode trazer malefícios, se não for feita de forma correta.

Magnésio Treonato

Focado em funções cerebrais, por ter uma grande capacidade de ação no cérebro em comparação com outros tipos de magnésio. Melhora as conexões cerebrais e ajuda em sintomas de depressão e ansiedade. O magnésio treonato pode ajudar amplamente na memória, no raciocínio e na melhora de sintomas de transtornos psicológicos.

Magnésio Quelato

Ajuda muito na saúde óssea, na redução de dores musculares e na recuperação muscular, além de oferecer maior disposição. O magnésio quelato solta o intestino, o que faz ele ser mais recomendado para pacientes que sofrem frequentemente com o intestino preso.

Magnésio Dimalato

O magnésio dimalato, assim como o magnésio quelato, ajuda na disposição, na recuperação muscular, em dores musculares, etc. Contudo, é recomendado para as pessoas que já possuem uma boa saúde intestinal, pois esse tipo de magnésio não afeta significativamente a rotina desse órgão.

Magnésio Taurato

O magnésio taurato contém taurina, que ajuda a diminuir a fadiga e melhora a performance nas atividades físicas. Ele é recomendado para atletas e pessoas que treinam com frequência, que querem melhorar o condicionamento físico, principalmente com vistas à musculatura.

Lembramos que nossos textos não substituem o acompanhamento médico.

Se você gostou do tema de suplementação de magnésio, acompanhe nossos outros artigos com dicas sobre alimentação saudável e qualidade de vida!


Perguntas frequentes

Esse artigo foi: Criado por Nutricionistas