Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Benefícios da castanha-do-pará: quais são as propriedades da castanha típica do Brasil

Legenda: 
Benefícios da castanha-do-pará

A castanha-do-pará – também chamada de castanha-do-brasil – é um fruto seco característico do Brasil, mesmo que ele também seja bastante cultivado em países vizinhos. Ela é muitas vezes recomendada para pessoas que querem emagrecer e estão em busca de uma dieta mais saudável.

Mas será que ela só é útil para quem quer emagrecer? Neste artigo vamos falar sobre os benefícios da castanha-do-pará e como ela pode ser útil para o nosso corpo e nossa saúde.

 

Sobre a castanha-do-pará

A castanha-do-pará é nativa da floresta amazônica, podendo ser encontrada em países como Bolívia e Peru também. A produção deste fruto seco enriquece a porção norte do país e é amplamente exportada para outros países da América e da Europa.

A coloração da castanha é amarelada, sua textura macia e o sabor é característico. Geralmente, ela é consumida crua, mas também pode ser consumida de outras formas, como levemente douradas.

As castanhas nascem em uma espécie de cápsula com 12 a 24 frutos juntos, com a parte exterior do fruto de cor castanho-escura. Seu cultivo é feito por vários meses, de novembro a março; e apresenta uma durabilidade relativamente grande, uma característica comum dos frutos secos.

Apesar de ela ser comumente chamada de castanha-do-pará no Brasil, ela é chamada de castanha-do-brasil por padrão, principalmente em outros países.

Há diversos derivados da castanha-do-pará, como farinha, leite vegetal, óleo e outros, fazendo dela um fruto versátil e altamente utilizável na área da confeitaria.

 

Benefícios da castanha-do-pará: alto teor de gorduras

A castanha-do-pará é comumente recomendada para pessoas que estão iniciando uma nova dieta. Isso porque elas têm um alto teor de gorduras saudáveis que ajudam na sensação de saciedade, podendo substituir doces e chocolates. Essa sensação prolongada de saciedade ajuda a pessoa a comer menos ao longo do dia.

Exatamente pela alta concentração de gorduras, as castanhas-do-brasil precisam ser consumidas em pequenas porções, como uma espécie de lanchinho.

 

Benefícios da castanha-do-pará: alto teor de proteínas

Enquanto a quantidade de lipídeos (gorduras) na castanha é de cerca de 60-70%, a quantidade de proteínas é de cerca de 15-20%. Alimentos com alto teor de proteínas também ajudam com a sensação de saciedade, além de serem muito úteis para os praticantes de exercícios físicos – pois pessoas que praticam ativamente atividades físicas precisam de uma grande quantidade de proteínas ao longo do dia para que aconteça a hipertrofia, ou seja, o ganho de massa muscular no corpo.

Além disso, esses frutos são ricos em metionina – aminoácidos (pequenas estruturas que formam as proteínas) que não são tão comuns nos produtos de origem vegetal. Ela ajuda no ganho de massa muscular e no fortalecimento do sistema imunológico, o que significa que é um aminoácido importante para o nosso corpo.

 

Benefícios da castanha-do-pará: antioxidante

Um dos benefícios da castanha-do-pará é ter propriedades antioxidantes, que ajudam nosso corpo no combate aos radicais livres. Os compostos antioxidantes, como o selênio (um mineral), ajudam no fortalecimento do nosso sistema imunológico, no combate ao envelhecimento da pele e atuam como anti-inflamatório.

Exatamente por isso, o consumo deste fruto seco pode ser muito útil contra doenças cardiovasculares, neurodegenerativas e até cânceres, além de ser eficaz no retardamento do envelhecimento da pele.

 

Benefícios da castanha-do-pará: rico em minerais

A castanha-do-brasil é muito rica em minerais como o selênio, cálcio, magnésio, manganês, fósforo, potássio, cobre e zinco. A concentração de selênio é a que mais fica evidente nessas castanhas, o que faz dela um alimento funcional.

Se você gosta desse tipo de conteúdo e quer saber mais dicas sobre saúde e alimentação, explore o site do Que Bem Que Faz e nutra-se de informação!

Lembrando que nossos textos não substituem o acompanhamento nutricional – por isso, consulte-se sempre com um profissional para sanar suas dúvidas.


Perguntas frequentes

  • Quantas castanhas-do-pará eu posso comer por dia?

    Por ser muito rica em gorduras, a recomendação de consumo diário de castanhas-do-pará deve ser de, no máximo, duas castanhas por dia. Mas é bom lembrar que o consumo depende do seu peso e necessidades diárias, por isso, consulte-se com um nutricionista para saber.

  • Comer muita castanha-do-pará pode fazer mal?

    Sim! Qualquer coisa em excesso pode fazer mal, mas é importante lembrar que elas são ricas em gorduras e selênio, o que pode trazer malefícios caso você consuma muitas castanhas. A quantidade de selênio pode se tornar levemente tóxica caso você coma muitas castanhas, podendo gerar diarréias e queda de cabelo, entre outros. Mas não se preocupe! Se você não está habituado a comer castanha-do-pará e em um dia comeu umas 5 castanhas, é muito pouco provável que você passe mal ou algo do tipo.

Fontes:

https://www.cfn.org.br/wp-content/uploads/2017/03/taco_4_edicao_ampliada_e_revisada.pdf https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9133/tde-10092012-110036/publico/Tese_Orquidea_Vasconcelos_dos_Santos.pdf https://www.healthline.com/nutrition/brazil-nuts-benefits#TOC_TITLE_HDR_4

Esse artigo foi: Criado por Nutricionistas