Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Conheça 10 benefícios do vinho para a saúde

Legenda: 
Benefícios do vinho

Muita gente já ouviu que uma taça de vinho por dia pode evitar problemas de saúde como doenças do coração ou do cérebro, não é? Mas a dúvida que fica é: por que o vinho faz bem para a saúde?

O vinho tinto é uma bebida consumida há milhares de anos e que, por muitos povos, era usada até como uma bebida medicinal. Isso acontece porque o vinho é rico em diversos compostos nutricionais que fazem muito bem para a saúde, os chamados polifenóis.

Para entender melhor de que forma os polifenóis presentes no vinho ajudam na manutenção da saúde de todo o organismo, o Que Bem Que Faz trouxe esse artigo com algumas informações mais específicas sobre os benefícios do vinho. Acompanhe.

 

Como o vinho pode fazer bem para a saúde?

O vinho é uma bebida rica em compostos chamados de polifenóis, que costumam ser encontrados em plantas e frutas e que tem a função de protegê-los contra insetos, radiação ultravioleta e infecções microbianas.

Para o ser humano, os polifenóis possuem uma função um pouco diferente. Eles atuam no organismo como antioxidantes, protegendo o corpo contra infecções, inflamações, doenças crônicas e outros problemas que possam afetar a saúde.

Vejamos nas próximas seções um pouco mais sobre os benefícios que o vinho pode trazer para a saúde do organismo.

 

Previne doenças do coração

Esse já é um fato muito conhecido e difundido. O vinho pode sim ajudar a combater e prevenir doenças do coração, como a doença cardíaca coronária, por exemplo, que se trata de uma doença em que as artérias coronárias se tornam muito estreitas ou são bloqueadas pelo acúmulo de colesterol no sangue.

Apesar disso, o recomendado é que o consumo de vinho tinto seja moderado, pois ainda se trata de uma bebida alcóolica e que, se consumida em excesso, pode trazer problemas para a saúde.

 

Melhora a saúde intestinal

Os polifenóis presentes no vinho tinto podem ajudar a melhorar a saúde da microbiota intestinal evitando o desenvolvimento de problemas de saúde relacionados à infecções intestinais.

Além disso, os compostos presentes no vinho também podem atuar como prebióticos, que são compostos que estimulam a produção de bactérias intestinais saudáveis, o que pode ajudar na melhora da digestão.

 

Previne a diabetes tipo 2

Um estudo feito em 2015 comprovou que beber um copo de vinho tinto no jantar pode ajudar a reduzir significativamente os riscos de uma pessoa desenvolver diabetes tipo 2 ao longo de sua vida.

Em pessoas que já possuem diabetes, o risco de desenvolver problemas cardíacos é reduzido. Isso acontece porque o etanol presente no vinho tinto pode ajudar no metabolismo da glicose.

 

Regula a pressão arterial

O vinho possui uma substância chamada de resveratrol, que atua como um antioxidante, regulando a pressão arterial e aumentando os níveis de colesterol HDL, o chamado colesterol bom.

Além disso, o vinho também possui compostos chamados de procianidinas, que atuam na corrente sanguínea, garantindo que haja uma passagem de sangue saudável.

 

Previne danos cerebrais

Essa é uma informação mais específica. O vinho tinto pode ajudar a reduzir os danos cerebrais e as sequelas causadas pelo acidente vascular cerebral, o chamado AVC. Isso é possível pois o vinho tinto possui resveratrol, que protege o cérebro contra esses possíveis danos.

 

Previne perda de visão

O resveratrol presente no vinho tinto também pode ajudar a prevenir a perda de visão, pois atua como um anti-inflamatório e um antioxidante, garantindo a saúde dos olhos. Alguns problemas oculares que podem ser prevenidos com o vinho tinto são:

 

Previne alguns tipos de câncer

Algumas pesquisas indicam que o consumo moderado de vinho tinto pode ajudar a prevenir alguns tipos de câncer, isso é possível devido ao resveratrol presente no vinho, que impede o estresse oxidativo e processos inflamatórios.

No entanto, é preciso ter em mente que o vinho ainda se trata de uma bebida alcoólica, portanto, se o seu consumo for excessivo, pode causar diversos problemas para a saúde que são decorrentes do álcool.

 

Combate a depressão

Um estudo feito em 2013 concluiu que o consumo moderado de vinho tinto está relacionado com uma melhora nos sintomas de depressão, isso acontece porque o álcool presente no vinho está relacionado com uma melhora nas alterações de humor e da confiança, dando uma sensação de bem estar para quem o consome.

No entanto, o seu consumo exagerado está relacionado com o aumento desses sintomas. Por conta disso, recomenda-se que beber de 2 a 7 taças de vinho por semana é a quantidade ideal.

 

Protege o fígado

Apesar do álcool ser uma das principais causas para o desenvolvimento de doenças hepáticas, o consumo moderado de vinho tinto mostrou ter ligações com uma boa saúde do fígado.

O consumo moderado de vinho tinto está associado a uma menor incidência de doenças como a fibrose hepática, especialmente em pessoas que já possuem um histórico de doenças no fígado, como a doença hepática gordurosa não alcoólica.

A relação do vinho com a saúde do fígado pode ser conturbada, pois, apesar do vinho fornecer antioxidantes e anti-inflamatórios que podem ajudar a proteger o fígado, ele ainda se trata de uma bebida alcóolica, e seu consumo exagerado pode mais prejudicar o órgão do que lhe trazer benefícios.

Por conta disso, é recomendado que o consumo de vinho seja limitado de uma a duas taças por dia e que, para pessoas que já possuem doenças hepáticas, o ideal é que não consumam bebidas alcoólicas de forma alguma.

 

Promove longevidade

Por ser uma bebida rica em antioxidantes e anti-inflamatórios, o vinho tinto, se consumido moderadamente, pode ajudar a prevenir o desenvolvimento de doenças crônicas, o que pode fazer com que uma pessoa viva mais.

Podemos dizer que o vinho traz uma série de benefícios para a saúde, no entanto, não podemos esquecer que o consumo exagerado de bebidas alcoólicas pode fazer muito mal à saúde. Limite o seu consumo para uma taça por dia ou, caso seja necessário, consulte um médico e um nutricionista antes de começar a ingerir vinho regularmente.


Perguntas frequentes

  • Qual o tipo de vinho que faz bem para a saúde?

    O vinho tinto suave é o recomendado dentre as variedades de vinho existentes. Isso se dá porque o vinho tinto suave, além de ser feito com uvas escuras, que são extremamente ricas em nutrientes que fazem bem para o corpo, também possui uma quantidade menor de álcool em sua composição.

  • Tomar uma taça de vinho antes de dormir faz bem?

    Sim! Uma taça de vinho antes de dormir pode ajudar para que você tenha uma boa noite de sono, além de ajudar a emagrecer, prevenir o desenvolvimento de doenças e proporcionar uma melhora no humor.

     

Fontes

https://www.medicalnewstoday.com/articles/265635#can-wine-improve-health https://www.healthline.com/nutrition/benefits-of-wine#benefits https://www.webmd.com/diet/features/health-benefits-wine https://www.medicalnewstoday.com/articles/184130 https://www.acpjournals.org/doi/10.7326/M14-1650 https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3765610/

Esse artigo foi: Criado por Nutricionistas