Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Chá para digestão: Funciona? Descubra como tomar!

Legenda: 
Chá para digestão

Ah, os chás… bebidas quentinhas e reconfortantes que são usadas desde os tempos das nossas avós! Você sabia que os chás tem de fato muitos benefícios nutricionais? São ótimos inclusive para melhorar digestão, um tema que trataremos com mais detalhes neste artigo. Confira!

 

O que é a digestão?

A digestão é o processo no qual o corpo quebra os nutrientes dos alimentos em partes menores, favorecendo a absorção e o transporte desses nutrientes para o resto do nosso corpo.

Como a digestão pode ser prejudicada?

Nem sempre esse transporte acontece da melhor forma, o que acaba prejudicando a digestão. Desta forma, alguns fatores podem resultar na má digestão, como por exemplo:

1. Consumir muitos industrializados, alimentos gordurosos ou comer em excesso;
2. Não mastigar bem os alimentos ou comer rápido demais;
3. Ingerir líquidos em excesso nas refeições;
4. Doenças que atingem estômago ou intestino como: gastrite, úlcera, constipação ou síndrome do intestino irritável;
5. Uso de medicamentos que agridem a mucosa do estômago.

Como melhorar o processo de digestão?

É importante investigar se há alguma das doenças descritas acima, se o uso de algum medicamento está causando este sintoma e como está a sua alimentação: o consumo de água é bom? Será que os industrializados fazem parte da alimentação com exagero? Você está ingerindo alimentos saudáveis? Está tomando algum tipo de chá para digestão que irá ajudar no processo?

O processo de digestão é influenciado por muitos fatores como descrito acima, e é preciso entender o que está causando a má digestão para melhorar esse processo.

 

Chá para digestão

O chá para digestão aumenta a produção dos sucos digestivos e das contrações musculares do estômago, favorecendo a digestão dos alimentos e reduzindo os gases e o desconforto após comer.

Quais chás para digestão tem esses benefícios?

Chá de boldo, erva doce, hortelã, tomilho, funcho e espinheira santa são ótimas opções para aqueles que procuram um bom chá para digestão.

É melhor o chá da planta ou de saquinho?

É sempre melhor preparar o chá com a folha/flor/raiz da planta. Desta forma, é possível garantir a extração de mais compostos benéficos que aquela planta nos proporciona e tomar chás para digestão de melhor qualidade.

Chá para digestão pode ser tomado à vontade? Sem prescrição?

Tenha em mente que nada deve ser tomado em excesso. Um consumo muito grande de qualquer chá a longo prazo pode causar problemas nos rins e no fígado. Sempre tome a quantidade prescrita por seu médico/nutricionista.

O Que Bem Que Faz quer saber: Você tem o hábito de incluir chás em sua rotina? Além de gostosos e reconfortantes para os dias frios eles podem trazer inúmeros benefícios para o seu organismo!


Perguntas frequentes

  • O que é bom para desinflamar o estômago?

    Chá de erva doce, espinheira santa e noz moscada são algumas opções de chá para digestão que ajudam a desinflamar o estômago.

  • Quais os sintomas da má digestão?

    Sensação de estômago estufado, dores abdominais, vômitos, enjoos, arrotos e sonolência após as refeições são alguns dos sintomas da má digestão. Para isso, que tal procurar um chá para digestão que irá te ajudar a aliviar esses sintomas?

     

Fontes

1. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Formulário de Fitoterápicos – Farmacopeia Brasileira – 2ª edição, 2021. Disponível em: https://www.gov.br/anvisa/pt-br/assuntos/farmacopeia/formulario-fitoterapico/arquivos/2021-fffb2-final-c-capa2.pdf.

2. NUNES, V.T. Chás usados com fins terapêuticos – um estudo com idosos. Trabalho de conclusão de Curso. Porto Alegre, 2004.

3. CALVIS, L.O; AREDES, A; VILAMAIOR, M.E. Sabor, Cultura e Meio Ambiente: O uso de plantas medicinais para qualidade de vida, capítulo 2. Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/Marina-Rocha 3/publication/334062896_Geografia_no_Seculo_XXI_-_Volume_2/links/5e15d00592851c8364baa8c5/Geografia-no-Seculo-XXI-Volume-2.pdf#page=11

Contribuição de: Carolina Horcajo Agostinetti

Esse artigo foi: Criado por Nutricionistas