Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

6 chás para a vesícula ficar sempre em dia

Legenda: 
Chás para a vesícula

Apesar de ser uma doença comum, poucas pessoas entendem o que são as pedras na vesícula, como elas se formam e qual a melhor forma de tratá-las. Se você quer fazer parte do grupo bem informado, que sabe disso e muito mais, e de quebra conhecer alguns chás para vesícula que vão te ajudar a proteger e manter o seu órgão sempre saudável, fica com a gente que vem informação de qualidade por aí!

 

O que é a vesícula?

A vesícula é um órgão pequeno, em formato de pera, que está localizada logo abaixo do fígado. Ela é responsável por armazenar e distribuir a bílis, líquido produzido no fígado, cuja função é ajudar na digestão de alimentos ricos em gordura. A bílis é formada por uma série de substâncias, entre elas: a água, os sais biliares, a bilirrubina e o colesterol. O mais interessante sobre esse último componente, é que ele é o responsável 75% dos casos de problemas na vesícula, pois seu acúmulo pode levar a formação dos famosos e tão doloridos cálculos biliares (pedras na vesícula).

 

O que pessoas com pedra na vesícula sentem?

O início da maioria dos casos de pedra na vesícula são assintomáticos, de modo que a doença vai se desenvolvendo sem que o paciente perceba ou sinta qualquer sintoma alarmante. Mas em fase mais desenvolvida, os pacientes da doença costumam sentir uma dor aguda na região do abdômen, que se espalha pelas costas e pode chegar aos ombros. Algumas pessoas também relatam sentir o intestino preso, vontade de vomitar e desconforto abdominal ao ingerir alimentos muito gordurosos.

 

Qual a causa do aparecimento das pedras na vesícula?

O desenvolvimento de pedras na vesícula pode acontecer por diversos motivos, entre eles:

Contudo, o apontamento da causa e a indicação de tratamentos só podem ser feitos por exames realizados por um médico capacitado. Por isso, caso você esteja com pedras na vesícula, para ter certeza de qual é a razão do surgimento dos cálculos, é indispensável procurar por ajuda especializada!

 

Quais são os tratamentos para pedra na vesícula?

As formas mais comuns de tratar os cálculos biliares são: cirurgia de remoção da vesícula e uso de medicamentos. O primeiro é o mais comum, pois a maioria dos casos necessitam de intervenção cirúrgica. Já o uso de remédios só é recomendado caso as pedras sejam formadas apenas por colesterol. Contudo, quem vai decidir qual a melhor alternativa é o médico responsável pelo caso, analisando as particularidades de cada caso.

 

É possível evitar o desenvolvimento de pedras na vesícula?

Algumas coisas na vida são inevitáveis, mas quando se trata da saúde algumas precauções são muito bem-vindas. No caso das pedras na vesícula, algumas mudanças na rotina, relacionadas à alimentação e ao estilo de vida, podem ajudar a evitar o surgimento dos cálculos. Dê uma olhadinha abaixo algumas ações que podem evitar o aparecimento desses intrusos no seu organismo:

 

Reforço para a prevenção: chás para vesícula

Para potencializar os resultados dos bons hábitos de estilo de vida, uma boa alternativa para potencializar os seus resultados e dar aquela mãozinha para manter o organismo funcionando muito bem é apostar nos chás para a vesícula. Eles são bebidas que possuem propriedades benéficas que estimulam a produção do líquido biliar e ajudam a fortalecer o fígado. Confira!

1. Chá para vesícula: limão

Como já vimos, a maior parte dos casos de pedra na vesícula é causado pelo acúmulo de colesterol no corpo. O chá para vesícula feito de limão pode ajudar a evitar esse problema, pois possui componentes que estimulam a produção da bílis, o líquido responsável por absorver essa substância no organismo, impedindo, assim, o acúmulo do componente no organismo e o desenvolvimento dos cálculos. Além disso, esse chá para vesícula é rico em vitamina C, cálcio, ferro, fósforo e magnésio, elementos que contribuem para o fortalecimento da imunidade, para a digestão e absorção de nutrientes.

Ingredientes:

Modo de preparo:

2. Chá para vesícula: dente-de-leão:

O chá para vesícula feito de dente-de-leão age diretamente na redução do nível de colesterol. Os componentes antioxidantes presentes na planta fazem dela uma ótima aliada na prevenção da formação de cálculos biliares. Além disso, esse chá para vesícula tem ação anti-inflamatória, o que ajuda o órgão na produção da bílis.

Ingredientes:

Modo de preparo:

3. Chá para vesícula: casca de laranja

Os componentes anti-inflamatórios presentes no chá para vesícula feito de casca de laranja fortalecem o fígado e auxiliam no bom funcionamento desse órgão. Lembrando que o fígado é o responsável pela produção do líquido biliar, componente indispensável para evitar a formação das pedras, pois ele é o responsável pela a absorção do colesterol dos alimentos. A bebida ainda ajuda a fortalecer a imunidade, melhorar a digestão e a prevenir o envelhecimento precoce, pois os antioxidantes presentes na fruta ajudam a conservar as células.

Ingredientes:

Modo de preparo:

4. Chá para vesícula: bardana

A bardana é uma planta medicinal originária da Eurásia – nessa região do globo, ela é conhecida desde a Idade Média por suas propriedades curativas. O chá para vesícula feito da erva possui componentes anti-inflamatórios, que ajudam a aliviar o incômodo provocado pelas pedras na vesícula, além de contribuir para a proteção do fígado e para a produção do líquido biliar.

Ingredientes:

Leve a água ao fogo até ferver;

5. Chá para vesícula: chá preto

A cafeína presente no chá preto contribui para a diminuição do nível de colesterol no organismo, o que ajuda o fígado e o líquido biliar a fazerem o seu trabalho, evitando a formação das pedras. Esse chá para vesícula ainda é um poderoso estimulante que dá energia e disposição, melhora o humor e ajuda a prevenir doenças do coração.

Ingredientes:

Modo de preparo:

6. Chá para vesícula: boldo

A boldina presente no chá de boldo é uma substância que estimula o fígado a produzir o líquido biliar, o que ajuda a reduzir o colesterol e a diminuir o risco de formação de pedras. Além disso, esse chá para vesícula também contribui para o bom funcionamento do intestino, reduzindo os gases e diminuindo a prisão de ventre.

Ingredientes:

Modo de preparo:

Anotou aí? Agora que você já conhece algumas receitas deliciosas de chá para vesícula, basta escolher a sua favorita e seguir todas as dicas para manter a saúde em dia! Lembrando que somente consumir os chás não vale, é preciso combinar as bebidas com a prática frequente de atividade física e uma dieta balanceada! E se você não sabe por onde começar, recomendamos que acesse esse artigo com dicas para começar uma rotina alimentar mais sustentável e esse com algumas sugestões de exercícios para fazer no conforto de casa. E se você quiser saber mais sobre vida saudável e bem-estar, não deixe de visitar as outras publicações do Que Bem Que Faz!


Perguntas frequentes

  • Quem não tem sintomas precisa tirar a vesícula?

    Na maioria dos casos, sim. De acordo com a especificidade de cada caso, quem vai avaliar e tomar uma decisão é o médico. Por isso, não adie a visita a um especialista, pois a demora para fazer o procedimento pode levar a um agravamento da doença e, em algumas situações, até a morte.

    É verdade que mulheres são mais predispostas a ter pedra na vesícula do que homens?

    Sim! Por conta do nível de estrogênio, as mulheres, em especial as que têm mais de 40 anos, estão mais suscetíveis a desenvolver pedras na vesícula do que homens.

     

Fontes

https://bvsms.saude.gov.br/pedra-na-vesicula-calculo-biliar/#:~:text=A%20ves%C3%ADcula%20biliar%20%C3%A9%20um,digest%C3%A3o%20de%20gorduras%20no%20intestino. https://www.hospitaloswaldocruz.org.br/imprensa/noticias/pedra-na-vesicula-pode-ser-evitada-com-mudancas-no-estilo-de-vida/ https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/pedra-na-vesicula-calculo-biliar/ https://www.medicina.ufmg.br/gastroped/doencas/bile/ https://www.niddk.nih.gov/health-information/digestive-diseases/gallstones https://www.paulista.pe.gov.br/site/noticias/detalhes/6336#:~:text=%2D%20N%C3%A3o%20fumar%3B,com%20legumes%2C%20verduras%20e%20frutas.

Esse artigo foi: Criado por Nutricionistas