Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Comer antes de dormir faz mal?

Legenda: 
Despertador digital

Comer antes de dormir é um assunto complexo

Sabe quando bate aquela fome antes de dormir, mas você fica na dúvida se deveria comer ou não? Então, essa é uma pergunta que muitos de nós fazemos – e com razão, pois muitos acreditam que essa prática faz mal, enquanto outros dizem que não tem problema, e que até ajuda a emagrecer. E, no meio desse debate, fica você, sem saber qual lado escolher, não é mesmo? Mas não se preocupe, que aos poucos vamos entendendo melhor esse assunto, e no final você poderá saber qual a melhor alternativa.

Sabemos que o conhecimento popular é de que comer antes de dormir é prejudicial à saúde, e muitos justificam isso dizendo que, como nosso metabolismo diminui enquanto estamos dormindo e isso aumentaria a probabilidade de calorias serem acumuladas na forma de gordura, gerando o ganho de peso. Parece que faz sentido, não é?

Porém, alguns especialistas já dizem que comer antes de dormir é normal, e que pode até ajudar a melhorar nosso sono. Alguns estudos, inclusive, mostram que as calorias que ingerimos antes de dormir são mais importantes que qualquer uma das calorias que ingerimos ao longo do dia; e que por mais que o nosso metabolismo seja de fato mais lento durante a noite, é uma diferença muito pequena, e o corpo vai precisar de tanta energia enquanto dorme quanto quando está acordado.

 

E então, faz mal ou não?

E agora, em quem acreditar?

O que podemos concluir até o momento, é que comer antes de dormir não causa problemas; porém, quando feito de forma errada, pode nos levar a desenvolver hábitos que são prejudiciais para a nossa saúde.

Por mais que não haja evidências que comprovem uma ligação entre comer antes de dormir e o ganho de peso, ainda assim há estudos que mostram que quem come antes de dormir têm mais probabilidade de desenvolver hábitos não saudáveis, que acarretarão em outros problemas, como o ganho de peso. Afinal, um lanchinho antes de dormir pode acabar se tornando uma refeição a mais, ou seja, calorias a mais.

Além disso, descobriu-se que pessoas que sofrem com o estresse têm maiores índices do hormônio que causa a sensação de fome durante a noite, fazendo com que consumam calorias sem necessidade.

Outros, ainda, podem ter o hábito de comer assistindo à televisão, ou não se alimentam direito durante o dia – o que leva a pessoa a comer inconscientemente no primeiro caso e a gerar um ciclo vicioso no segundo, já que passa o dia sem comer, sente muita fome à noite e acaba se excedendo, de forma que se sente cheio no café da manhã seguinte e o ciclo vai se repetindo.

Portanto, o problema de comer antes de dormir não está ligado ao nosso metabolismo ou coisa parecida, mas sim aos maus hábitos que podem se desenvolver por comer muito tarde.

Comer antes de dormir pode ser prejudicial se feito de forma irresponsável; porém, se feito direito, não deve trazer riscos à nossa saúde.

 

Como evitar sentir fome antes de dormir?

Já vimos que não tem nada de muito errado em sentir fome antes de dormir, mas é preciso ficar atento quando é algo frequente ou se sente fome no meio da madrugada – pois talvez seja porque você está com uma dieta desregulada. Então, é preciso rever seus hábitos, e examinar o que e quando se come para tentar melhorar isso; ou até consultar um médico para fazer um check-up. Mesmo assim, já separamos algumas dicas para você, que podem ajudar a ajustar seus hábitos alimentares:

  • Veja qual a quantidade de calorias que precisa ingerir diariamente. Para começar, é preciso determinar o quanto deveria estar comendo, para saber se você come mais ou menos que o necessário. Normalmente, a dieta de um adulto é de cerca de 2.000 calorias diárias, mas isso pode variar de pessoa para pessoa. Consulte um nutricionista para saber melhor sobre o seu caso específico.
  • Divida melhor suas refeições. Para a grande maioria das pessoas, recomenda-se que tenhamos 3 refeições principais e regulares, e depois complementa-se ao longo do dia com lanches rápidos e saudáveis.
  • Tente comer mais fibras e proteínas. Além de evitar os alimentos não saudáveis, ingerir mais fibras e proteínas no jantar pode ajudar a te deixar mais saciado, o que diminui a probabilidade de sentir fome mais tarde.
  • Varie os alimentos. Tente comer de tudo um pouco – como frutas, grãos, vegetais e assim por diante –, para garantir que está consumindo uma boa quantidade e variedade de nutrientes.

 

O que evitar antes de dormir?

É claro que não existe uma receita perfeita para o lanche noturno, porém há algumas dicas que precisamos lembrar antes de sair assaltando a geladeira.

  • Quando está perto da hora de dormir, devemos evitar os alimentos com muito açúcar ou gorduras, pois além de serem muito pesados, acabam nos levando a sempre exceder as quantidades de calorias necessárias; e, por mais que comer antes de dormir não necessariamente acarreta no ganho de peso, certamente comer alimentos calóricos, em qualquer momento do dia, não é lá muito bom. Então, é melhor evitar.
  • Se for comer algo à noite, pense que deve ser um tempo considerável antes de ir dormir, para que seu corpo tenha um tempo maior para digerir, e seu metabolismo possa funcionar melhor durante a noite.
  • Tente também substituir os alimentos. Por exemplo, se você gosta de atacar os doces à noite, ao invés disso, substitua por alguma fruta ou barrinha de cereal.

 

O que posso comer antes de dormir?

Já sabemos o que deve ser evitado antes de dormir, mas isso não quer dizer que, para facilitar, é melhor dormir de estômago vazio. O que devemos é evitar exageros nas refeições antes de dormir.

Então, o mais indicado é ter uma refeição completa, saudável e leve no jantar – e, se der fome, fazer uma ceia umas duas horas antes de se deitar. Dividindo nossas refeições da noite assim, também é possível ter um melhor controle dos níveis de insulina no nosso corpo, evitando picos.

Na hora de preparar um jantar saudável, é preciso equilibrar as quantias de proteínas, fibras, lipídios e outros nutrientes, de acordo com as necessidades do nosso corpo. Portanto, consulte um médico ou nutricionista para saber o que melhor se adequa a você; mas, como exemplos para se basear, tente jantar sopas ou mesmo o arroz e feijão de sempre, só que de forma mais moderada.

Se for comer um lanche, opte por aqueles preparados com pão integral, atum ou peito de frango, e saladas. Para a ceia, pode tentar comer aveia ou cereal integral, chás naturais, algumas poucas torradas e assim por diante. Lembre-se: é para maneirar nas quantidades e comer alimentos leves quando o assunto é comer antes de dormir.

 

Referências

Esse artigo foi: Criado por Nutricionistas