Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Prisão de ventre na gravidez é normal?

Legenda: 
Prisão de ventre na gravidez: grávida

Não são poucas as mulheres que sofrem com prisão de ventre na gravidez, e vamos combinar que esse problema pode ser bem incômodo. Afinal, ninguém merece ter de lidar com prisão de ventre ao longo dos meses tão especiais, e às vezes corridos, da gestação.

A boa notícia é que há formas de evitar e aliviar a prisão de ventre na gravidez, e muitas delas começam com coisas simples como cuidar da alimentação e praticar exercícios. É disso que vamos falar aqui, mas, antes, um aviso: lembre-se de comentar o problema com o obstetra que acompanha a gestação, certo? Agora, sim, vem com a gente para saber mais sobre prisão de ventre na gravidez!

 

O que é prisão de ventre?

Prisão de ventre (ou constipação) é uma condição médica na qual, apesar da vontade de evacuar, a pessoa não consegue ir ao banheiro. A prisão de ventre pode durar alguns dias ou ocorrer de forma crônica e precisar de um tratamento mais intenso, como o uso de laxantes e uma maior ingestão de fibras e líquidos.

Alguns dos sintomas mais comuns da prisão de ventre são:

  • Cólicas;
  • Inchaço abdominal;
  • Gases;
  • Dificuldade de evacuar;
  • Sensação de fezes presas;
  • Necessidade de fazer muita força ao evacuar;
  • Fezes seca, endurecidas e até mesmo com sangue.

A constipação pode ser causada pelo sedentarismo, mudanças na rotina, uma viagem, má alimentação e até, como sabemos, pela gravidez.

 

O que causa a prisão de ventre na gravidez?

Mas por que acontece prisão de ventre na gravidez? Isso acontece pois, durante a gravidez, o aumento hormonal de progesterona – um hormônio feminino produzido na placenta durante a gravidez – causa o relaxamento dos músculos do organismo, para acomodar o bebê, incluindo os músculos do intestino.

Como resultado, os movimentos intestinais ocorrem de forma mais lenta, dificultando a evacuação. Como as fezes ficam mais tempo no intestino, ele acaba tendo mais tempo para absorver os nutrientes e a umidade, resultando em fezes ressecadas e difíceis de colocar para fora.

Além disso, o feto acaba deixando o útero mais pesado – o que pode colocar mais pressão no intestino, atrapalhando o seu bom funcionamento e causando a constipação na gravidez.

 

Quando começa a prisão de ventre na gravidez?

A prisão de ventre na gravidez começa com as alterações hormonais do corpo – isto é, por volta do segundo ou terceiro mês de gestação já é possível vivenciar alguns sintomas da constipação. Esses sintomas podem acompanhar todo o período da gravidez e se manter por até três meses após o nascimento do bebê. Cerca de 15 a 40% das mulheres grávidas irão experimentar a prisão de ventre em algum momento da gravidez, sendo uma condição normal – portanto, não deve ser motivo de alarme: basta adotar medidas para minimizar esses sintomas, como uma boa alimentação, exercícios físicos aeróbicos regulares e se hidratar corretamente.

 

Como aliviar a prisão de ventre na gravidez?

Apesar de não ser possível parar as alterações hormonais que causam a prisão de ventre na gravidez, outras medidas podem ser tomadas para aliviar esses sintomas, como por exemplo:

1- Comer de 20-30 gramas de alimentos ricos em fibras: As fibras são super importantes para o bom funcionamento do intestino, pois elas deixam o bolo fecal mais pesado e fácil de evacuar. Você pode começar comendo frutas e vegetais, bem como adicionar alimentos prebióticos e probióticos na dieta para ter um intestino mais saudável.

2- Beba bastante líquidos: As fibras funcionam bem mais quando estamos hidratados e bebemos bastantes líquidos para lubrificar o revestimento intestinal. A quantidade de água indicada por dia é de 35 ml por quilo de peso – ou seja, uma pessoa de 75 quilos deve beber dois litros e meio de água por dia. Além disso, sucos e chás também são bem-vindos para te auxiliar a se manter hidratado.

3- Pratique exercícios: Os exercícios são uma boa forma de manter o intestino se movimentando e em bom funcionamento. Praticar apenas 20 a 30 minutos de algum exercício simples – como uma caminhada, dança ou natação – de duas a três vezes por semana já é suficiente para ver o intestino funcionar melhor e aliviar a prisão de ventre na gravidez.

4- Consulte um médico: Aproveite as consultas de rotina durante a gravidez para comentar a situação com seu médico. Às vezes, apenas a mudança de hábitos não é suficiente para evitar a prisão de ventre na gravidez. Nesse caso, pode ser uma boa consultar o seu médico, para que ele possa te prescrever algum medicamento laxante que ajude com a constipação.

Agora que você já entende melhor sobre prisão de ventre na gravidez, basta adotar alguns hábitos simples para ver o intestino funcionar melhor!

 

Perguntas frequentes

  • É normal ter prisão de ventre na gravidez?

    Sim, a prisão de ventre é um dos sintomas mais comuns que aparecem após os três primeiros meses de gravidez.

  • O que acontece quando não conseguimos defecar?

    Ficar muito tempo sem ir ao banheiro pode causar hemorróidas, incontinência fecal, distensão abdominal e gases.

  • É perigoso perder o bebê ao fazer força para evacuar na gravidez?

    Não, a pressão feita ao evacuar não é capaz de causar um aborto espotâneo.

     

     

     

    Fontes:

    https://www.healthline.com/health/pregnancy/constipation-remedies#1

    https://my.clevelandclinic.org/health/diseases/21895-pregnancy-constipation

    https://www.pregnancybirthbaby.org.au/constipation-during-pregnancy

    https://www.medicalnewstoday.com/articles/324379

    https://www.mayoclinic.org/healthy-lifestyle/pregnancy-week-by-week/expert-answers/pregnancy-constipation/faq-20058550

    https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3418980/

    https://www.whattoexpect.com/pregnancy/symptoms-and-solutions/constipation.aspx

    https://americanpregnancy.org/healthy-pregnancy/pregnancy-health-wellness/constipation-during-pregnancy/

    https://www.rededorsaoluiz.com.br/doencas/prisao-de-ventre

 

Esse artigo foi: Criado por Nutricionistas