Legenda: Resiliência: Mulher sentada numa cadeira, escrevendo em um papel

A melhor coisa em um dia de chuva é a certeza de que o sol sempre volta a brilhar! Os dias nublados não duram para sempre e na vida também não é diferente.Os momentos de grandes dificuldades existirão, e é a capacidade de superá-los que define as pessoas e constrói a história delas. Isso é resiliência humana.

É impossível encontrar no mundo alguém que nunca enfrentou problemas, desde os mais corriqueiros até os mais complexos. Nessas horas, o que faz toda a diferença é a forma de como reagir a essas situações difíceis. Duas atitudes importantes para ganhar resiliência são: manter o foco e aprender com os próprios erros.

Faça um pequeno teste. Anote em um bloquinho quantas vezes você já enfrentou tempestades na vida. Agora, escreva como conseguiu sobreviver e sair ainda mais forte de cada situação. Percebeu quantas vezes a resiliência já fez parte da sua vida? Muitas, não é mesmo? É só manter o equilíbrio e concentrar as suas forças na solução e não no problema.

E não se espante se mesmo assim ainda surgirem questionamentos na sua mente,como por exemplo: “Como lidar com os problemas emocionais? Como lidar com os problemas da vida? Como lidar com as dificuldades?” Isso faz parte. Não existe uma solução única para tudo: as dúvidas vão surgir. O que existe são caminhos que a gente pode percorrer e que já são parte da solução. Afinal de contas, "a felicidade não é a ausência de problema e, sim, um estado de espírito que independe de situação e lugar", como nos ensina a Psicologia Positiva.

 

8 campos da vida que estão conectados à resiliência:

Se o negócio é seguir em frente e aprender com os tropeços, algumas atitudes podem ajudar você na jornada:

1. Autocontrole: mantenha o controle sobre seu temperamento e o seu impulso de agir. Faça uma análise sobre o ambiente e planeje as soluções.

2. Leitura corporal: preste atenção às reações do seu corpo. Elas falam muito sobre você. Adquira habilidades para relaxar e encontrar soluções para o desgaste físico;

3. Análise de contexto: antes de tomar qualquer decisão, busque identificar as consequências. Interprete os fatos da maneira certa e faça uma lista de prioridades da sua vida;

4. Otimismo: enxergue as situações da vida de forma positiva. Tudo na vida tem seu lado bom. Finalize as tarefas sempre e exercite o poder de solucionar problemas. A esperança precisa ser cultivada;

5. Autoconfiança: mais do que imaginar que só podemos fazer coisas perfeitas, uma grande chave da autoconfiança é perder o medo de errar. Para isso, ajuda muito a análise do contexto na hora de tomar decisões: podemos identificar o que podemos e o que não podemos controlar para procurar fazer o melhor dentro do possível. Além disso, sempre dá para dividir responsabilidades, uma capacidade dos que acreditam em si mesmos. E sempre busque soluções, porque problemas continuarão a surgir;

6. Conquistar e manter pessoas: preserve as amizades. Permita-se também conhecer novas pessoas e tomar atitudes que irão manter esses relacionamentos, como ouvir o outro e trocar experiências;

7. Empatia: mostre que se preocupa com o outro. Expressar sentimentos com relação ao sofrimento alheio é sinal de força e humanidade;

8. Sentido da vida: sempre há razão para viver. Busque isso nos detalhes mais simples. Calcule os riscos e mantenha a fé na vida.

 

Quando a resiliência é importante.

Há momentos na vida que podemos nos sentir no olho de um furacão: o emprego já era, o namoro terminou, há uma pandemia que não sai dos noticiários... É nessa hora que mais precisamos de resiliência.

É claro, fica muito complicado ser positivo diante dessas situações, mas é preciso. Respirar fundo, afastar os maus pensamentos e criar um campo de positividade ao redor vão fazer com que as ideias se ajustem e o otimismo possa surgir, trazendo consigo a capacidade de perceber que tudo passa.

Como desenvolver a resiliência:

Há momentos na vida que podemos nos sentir no olho de um furacão: o emprego já era, o namoro terminou, há uma pandemia que não sai dos noticiários... É nessa hora que mais precisamos de resiliência.

É claro, fica muito complicado ser positivo diante dessas situações, mas é preciso. Respirar fundo, afastar os maus pensamentos e criar um campo de positividade ao redor vão fazer com que as ideias se ajustem e o otimismo possa surgir, trazendo consigo a capacidade de perceber que tudo passa.

 

Alimentos que ajudam no combate a inflamações

1. Crie momentos para aliviar o stress:faça exercícios de relaxamento;

2. Amar e ser amada: mantenha contato com as pessoas que ama. Amigos e família são essenciais;

3. Mantenha pensamentos positivos: alimente pensamentos positivos;

4. Objetividade nos pensamentos: baseie-se em fatos reais. Concentrar-se excessivamente em situações imaginárias é sofrer por antecipação. Muitas vezes aquilo que você está imaginando que vai acontecer, nem acontece.

 

Pessoas resilientes são mais saudáveis

Resiliência é sinônimo de saúde mental e física. Estudos feitos ao redor do mundo revelam que pessoas resilientes são menos propensas a ficarem doentes, mesmo tendo quando tinham alguma predisposição para doenças genéticas.

Em seus relatos, os pesquisadores identificaram pessoas como dotadas de resiliência humana e acreditam que esse sentimento pode ser o segredo para ajudar a prevenir doenças.

 

Como ter resiliência humana e dar adeus aos pensamentos negativos

É importante cultivar pensamentos positivos mesmo em situações em que parece que nada está dando certo. Uma dica é manter a autoestima elevada. Corte o cabelo, vista sua roupa preferida, aposte suas moedas em coisas que te façam se sentir bem. E tire um tempo para você. Muitas vezes o mau-humor e o pessimismo são disfarces do cansaço.

Conversar com amigos ou pessoas da família ajuda, e muito, nessa meta. Fale sobre coisas boas que já foram vivenciadas. Lembre daquela travessura de criança na casa dos avós durante as férias, dê boas risadas recordando as broncas por conta dessas traquinices.

Outra dica importante é deixar de lado qualquer sentimento ruim. Mágoas e ressentimentos não combinam com sua busca pela resiliência.

 

Perguntas frequentes

  • O que é resiliência?

    É saber resistir às adversidades da vida, manter o foco e aprender com os próprios erros. Saber lidar com os problemas da vida, também os emocionais, e com as dificuldades sem se desesperar. Concentrar-se nas soluções é uma forma de ser resiliente.

  • Como posso desenvolver a resiliência?

    As formas mais acessíveis de desenvolver a resiliência são exercícios físicos, manter contato com as pessoas que ama, alimentar pensamentos positivos, deixar de lado sentimentos ruins e concentrar-se em fatos reais, evitando sofrer por antecipação através dos pensamentos.

  • Quais campos da vida estão conectados com a resiliência?

    A resiliência está diretamente conectada com o autocontrole, a leitura corporal, a análise de contexto, o otimismo, a autoconfiança, a forma como conquistar pessoas, a empatia e com dar sentido à vida.

Fontes:

https://www.psychologytoday.com/intl/basics/resilience

https://www.healthline.com/health/10-postsurgery-bras-how-to-choose#breast-augmentation

https://www.healthline.com/health/7-tips-for-emotional-resilience

Assine a nossa Newsletter

A certificação de metodologias que nos auxiliam a lidar com o desafiador cenário globalizado.

Digite um e-mail válido.