Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Vitamina B2: a riboflavina e suas funções

Legenda: 
Vitamina B2

Aprender um pouco mais sobre vitaminas é sempre bom, pois esses nutrientes fazem de tudo dentro do nosso corpo: fortalecem o sistema imunológico, participam da produção de energia, mantêm a qualidade dos órgãos, promovem o bom funcionamento do metabolismo, além de muitas outras funções. É difícil encontrar nutrientes mais completos do que elas.

Entre as vitaminas, existem aquelas do famoso complexo B, que é constituído por oito compostos vitamínicos: vitamina B1, B2, B3, B5, B6, B7, B9 e B12. Esse grupo de coenzimas ajuda as enzimas com seu trabalho, seja ele produzir energia, transportar oxigênio ou decompor aminoácidos.

Um desses compostos é a vitamina B2, que vai ser explicada neste artigo. Preste atenção e descubra todos os benefícios de uma alimentação rica nesse nutriente.

 

O que é a vitamina B2?

Também conhecida como riboflavina, a vitamina B2 é uma das várias vitaminas do complexo B, e, como suas irmãs, é hidrossolúvel – ou seja, é solúvel em água, não fica armazenada no corpo e deve ser consumida diariamente.

Ela pode ser usada para tratar enxaquecas, garantir o bom desenvolvimento do bebê, prevenir doenças cardiovasculares e muitas outras doenças. Entre as fontes de alimento mais ricas nesse nutriente, estão: bife de fígado, cereais e grãos enriquecidos com vitamina B2, leite e derivados. Agora que você sabe que as vitaminas se encontram em diversos alimentos, que tal incluir essas comidas em suas refeições?

 

Funções da vitamina B2

  • Promover o bom funcionamento do organismo: a vitamina B2 constitui coenzimas importantes para o metabolismo de gorduras, proteínas, carboidratos e medicações. Assim, ela ajuda na produção de energia e em outros processos metabólicos;
  • Melhorar enxaquecas: a riboflavina pode diminuir a frequência e a intensidade dessa temida doença crônica. Para aumentar o consumo desse nutriente, você só precisa fazer algumas mudanças simples na sua alimentação, não é nenhuma dor de cabeça. O trocadilho foi ruim, mas não pior do que essas cefaleias terríveis;
  • Manter a qualidade da pele, da boca e dos olhos: ao participar dos processos de renovação celular, a vitamina B2 mantém a saúde de diversas partes do corpo. Sua deficiência pode ocasionar lesões na pele, feridas na boca e coceira nos olhos;
  • Prevenir doenças cardiovasculares: como outras vitaminas do complexo B, a riboflavina atua no metabolismo e decomposição da homocisteína, um aminoácido que está ligado ao aparecimento de doenças cardiovasculares. Assim, essa vitamina pode diminuir o risco de ataque do coração e de outros problemas sérios;
  • Atuar no desenvolvimento e crescimento das crianças: a vitamina B2 atua na produção e crescimento de células, logo, está envolvida no desenvolvimento de crianças e adolescentes;
  • Estimular a produção de células sanguíneas: a riboflavina contribui também para a produção de glóbulos vermelhos, fundamentais para o transporte de oxigênio pelo corpo. Essas células sanguíneas também são conhecidas como hemácias ou eritrócitos;
  • Promover o bom desenvolvimento do feto: para gestantes, consumir a quantidade diária recomendada dessa vitamina é fundamental para que o feto se desenvolva de uma maneira saudável. Outra função dessa vitamina é evitar a pré-eclâmpsia, uma doença perigosa relacionada ao aumento da pressão arterial da gestante. Para uma mamãe e um bebê saudável, você já sabe: as vitaminas do complexo B são a salvação.

 

Alimentos ricos em vitamina B2

De origem animal

Existem alimentos ricos em vitamina B2 no Reinos Animal e Vegetal. Algumas das fontes mais ricas são as carnes e os laticínios, que podem ser facilmente incluídos na sua dieta. Um Iogurte Natural Mel com Aveia e Morango no Potinho no café da manhã, um Salmão ao Molho de Maracujá no almoço e um Sanduíche de Frango Desfiado no jantar são algumas das opções para um dia recheado de vitamina B2.

O fígado de boi é uma comida extremamente rica em diversos nutrientes – como vitaminas, proteínas e ferro –, mas não é muito utilizado na culinária por causa de seu sabor característico. Que tal driblar esse obstáculo e preparar um prato delicioso com essa carne esquecida? Aqui estão algumas receitas: Iscas de Fígado, Fígado Acebolado Aperitivo e Iscas Cariocas.

  • Fígado de boi
  • Queijos
  • Ovos
  • Carne de porco
  • Leite
  • Peito de frango
  • Salmão
  • Iogurte
  • Amêijoas

De origem vegetal

Para quem não come carne ou produtos de origem animal, existem vários alimentos ricos em riboflavina entre os vegetais. O consumo da quantidade diária recomendada dessa vitamina não é nenhum desafio: é só saber como incluí-la em sua alimentação de um jeito natural.

Uma maneira simples de turbinar o consumo de vitamina B2 é fazer pequenas mudanças nos pratos do dia a dia: colocar amêndoas no arroz, como no Arroz com Brócolis e Amêndoas, no Arroz com Limão-Siciliano e Amêndoas e no Arroz com Champanhe e Amêndoas; incrementar os pratos de massa com espinafre, como na Lasanha de Espinafre, no Macarrão Cremoso e no Nhoque Nutritivo; e substituir o pão branco tradicional por um com aveia, como o Pão de Aveia com Linhaça, o Pãozinho de Aveia e o Pão de Aveia Sem Glúten e Sem Lactose. Viu como é simples ter uma alimentação deliciosa e nutritiva?

  • Aveia
  • Espinafre
  • Amêndoas
  • Cereais integrais
  • Soja
  • Cereais e grãos enriquecidos com vitamina B2

 

Deficiência de vitamina B2

Como todas as vitaminas do complexo B, a riboflavina é essencial para manter o bom funcionamento do corpo. Assim, apesar de rara, a deficiência de vitamina B2 pode causar diversos problemas, como:

  • Lábios rachados
  • Anemia – que provoca cansaço e fraqueza
  • Queda de cabelo
  • Inchaço da língua, boca e garganta
  • Erupção cutânea
  • Coceira e vermelhidão nos olhos
  • Dor de garganta
  • Feridas nos cantos da boca
  • Catarata, em casos graves da doença

Caso apresente alguns desses sintomas, procure um médico.

Pessoas que pertencem aos grupos de risco devem prestar atenção redobrada a esses sintomas, como grávidas – que devem aumentar a ingestão de diversos nutrientes, além da riboflavina –, vegetarianos e veganos – uma vez que esses indivíduos não consomem alguns dos alimentos mais ricos nessa vitamina, como fígado, ovos e leite.


Perguntas frequentes

  • Quais são os alimentos ricos em vitamina B2?

    Diversos alimentos são fontes dessa vitamina, como carnes, laticínios, verduras e cereais. Entre os principais, estão: bife de fígado, espinafre, leite, iogurte, aveia, queijo e soja.

  • Qual vitamina é a riboflavina?

    A vitamina B2.

  • Quais são os benefícios da vitamina B2?

    Consumir a quantidade indicada de vitamina B2 por dia é fundamental para o bom funcionamento do organismo, uma vez que esse nutriente não fica armazenado no corpo, então deve ser consumido diariamente. Entre suas funções, estão: melhorar os sintomas da enxaqueca, prevenir doenças cardiovasculares, produzir hemácias e manter a saúde da pele.

  • Quem deve tomar suplementos de vitamina B2?

    Como todos os nutrientes, sua suplementação deve ser indicada por um médico. Mas, por ser uma vitamina presente em diversos grupos alimentares, sua deficiência é rara. Mesmo assim, procure um médico caso apresente alguns dos sintomas dessa doença, como anemia, lábios rachados, dor de garganta, coceira e vermelhidão nos olhos, e queda de cabelo.

Fontes:

https://www.hsph.harvard.edu/nutritionsource/vitamins/vitamin-b/

https://www.hsph.harvard.edu/nutritionsource/riboflavin-vitamin-b2/

https://ods.od.nih.gov/factsheets/Riboflavin-HealthProfessional/

https://www.tuasaude.com/vitamina-b2-riboflavina/

https://www.tuasaude.com/alimentos-ricos-em-vitamina-b2-riboflavina/

https://www.tuasaude.com/sintomas-da-falta-de-vitamina-b2-riboflavina/

https://www.healthline.com/health/vitamin-watch-what-does-b2-do

Esse artigo foi: Criado por Nutricionistas