Qual a melhor vitamina depois dos 50 anos?

Legenda: 
Vitamina depois dos 50 anos

Dizem que a felicidade completa só chega após os 50 anos – afinal, as experiências adquiridas na trajetória de vida nos fornecem as armas necessárias para poder aproveitar os benefícios da maturidade e ultrapassar com firmeza os novos obstáculos que surgem no caminho. Mas para que essa fase vivida seja aproveitada em toda a sua intensidade, é indispensável que a saúde esteja em dia. Para isso, incrementar a alimentação com alimentos nutritivos e criar uma rotina de exercícios físicos para manter a mente e o corpo sempre saudáveis é essencial!

Por falar em comidas saudáveis, alguns alimentos podem ser preteridos por outros na hora de compor o prato de uma pessoa que está na casa dos 50, pois algumas vitaminas se tornam indispensáveis nessa fase da vida. Se você quiser fortalecer a sua saúde com comidas nutritivas e ainda conhecer quais são as melhores vitaminas depois dos 50 anos, então fique com a gente até o final deste artigo!

 

A melhor vitamina depois dos 50 anos existe?

 

Em busca de encontrar uma fórmula infalível para chegar à velhice com saúde, muita gente se pergunta qual a melhor vitamina depois dos 50 anos. A verdade é que não existe uma única vitamina capaz de melhorar a saúde de pessoas em processo de envelhecimento, mas sim um conjunto de nutrientes que, unidos a um estilo de vida saudável – com exercícios físicos e uma alimentação balanceada –, são capazes de proporcionar uma melhora na saúde e, consequentemente, na qualidade de vida de quem está na casa dos 50.

Mas para que essas vitaminas sejam incluídas na sua alimentação de maneira segura, é indispensável que você consulte o seu médico, para que ele diga quais são os alimentos ideais para compor a sua dieta e, assim, atender com precisão as suas necessidades nutricionais!

 

O que acontece com o corpo depois dos 50 anos?

Se você já chegou à casa dos 50, é provável que sinta algumas alterações em sua disposição em relação aos anos anteriores de juventude. Além de mudanças na aparência física – a pele tem menos elasticidade, começam a se acentuar algumas ruguinhas e a perda de colágeno se torna um pouco mais notável, os ossos começam a perder densidade e os músculos tendem a enfraquecer. E é aí que mora o perigo!

Para ter uma velhice longa e com muita saúde, contar com uma boa mobilidade para ser independente é indispensável – afinal, a falta de força nos músculos e ossos pode prejudicar a qualidade de vida da pessoa que está envelhecendo. Para retardar esse processo, algumas mudanças na alimentação podem ser de grande ajuda! Pensando nisso, nós preparamos uma seleção que vai te mostrar quais são as melhores vitaminas depois dos 50 anos, para que você possa ter uma vida longa e saudável. Confira!

 

Vitaminas para fortalecer a saúde depois dos 50

Vitamina D

A vitamina D é uma das melhores vitaminas para depois dos 50 anos, pois possui múltiplas funções no organismo – entre elas, destacamos a manutenção da saúde dos ossos, da musculatura e o fortalecimento do sistema imunológico. Depois dos 50 anos, a deficiência de vitamina D pode levar a vários problemas de saúde que prejudicam a mobilidade, como a osteopenia (perda de densidade nos ossos) e osteoporose (ossos mais frágeis e quebradiços). Para saber se você precisa complementar a vitamina D no seu organismo, é indispensável consultar o seu médico e pedir exames capazes de medir a quantidade desse nutriente em sua corrente sanguínea.

Como aumentar a quantidade de vitamina D?

Você pode aumentar a quantidade de vitamina D no seu organismo das seguintes maneiras:

Vitamina B12

Para quem está interessado em saber qual a melhor vitamina depois dos 50 anos, saiba que a vitamina B12 não pode estar de fora da alimentação, pois ela tem um papel indispensável na formação das células do sangue e auxilia na formação dos neurônios.

Como aumentar a quantidade de vitamina B12?

A vitamina B12 é produzida no organismo por bactérias que vivem em nossos intestinos. Contudo, ela não pode ser sintetizada porque sua produção ocorre no final do trato digestivo, local onde os nutrientes não podem mais ser absorvidos pelo corpo. Por esse motivo, a vitamina B12 precisa ser suplementada por meio da alimentação.

Vitaminas do complexo B

Além da vitamina B12, as demais vitaminas do complexo B (B1, B2, B3, B5, B6, B7 e B9) também são essenciais para quem deseja consumir as melhores vitaminas depois dos 50 anos, pois são essenciais para o bom funcionamento do sistema nervoso. Durante o processo de envelhecimento, ficamos mais suscetíveis a doenças que comprometem a mobilidade – como o Mal de Parkinson, de Alzheimer e a Esclerose Múltipla.

Como aumentar a quantidade de vitaminas do complexo B

Para manter o sistema nervoso sempre fortalecido, além de praticar exercícios físicos, se manter ativo intelectualmente e ter uma boa rotina de lazer, consumir alimentos que fornecem uma boa quantidade de vitaminas do complexo B pode ajudar!

Além de melhorar a alimentação com alimentos ricos nas melhores vitaminas depois dos 50 anos, para se manter sempre saudável e cheio de disposição, é indispensável cuidar da mente e do corpo com exercícios físicos e uma alimentação balanceada – lembrando sempre de seguir as recomendações do seu médico! E se você quiser ver mais dicas sobre saúde e bem-estar, não deixe de acompanhar as atualizações aqui no Que Bem Que Faz!


Perguntas frequentes

  • Como ter mais energia depois dos 50 anos?

    Para aumentar a energia e gozar de muita disposição depois dos 50 anos, vale a pena apostar nos carboidratos integrais, como arroz integral, pães de farinha de trigo integral e macarrão integral. Alguns outros grãos, como aveia, chia e linhaça também caem muito bem para dar aquele gás durante o dia! Mas lembre-se: antes de incluir qualquer alimento na sua dieta, é indispensável consultar o seu médico!

  • Quais são os sintomas de perda muscular após os 50 anos?

    A perda de massa muscular pode acontecer após os cinquenta por conta da diminuição na produção dos hormônios estrogênio e testosterona. Os sintomas mais comuns são o afinamento, principalmente, das coxas e dos braços, perda do equilíbrio e quedas frequentes.

  • Qual é o melhor exercício depois dos 50 anos?

    Algumas alternativas para quem quer começar a se exercitar durante a fase de envelhecimento são atividades de baixo impacto, como caminhadas, pilates, yoga, ciclismo e alongamentos. Mas não se esqueça de consultar o seu médico antes de começar a fazer qualquer atividade física!

Fontes

https://cdn.publisher.gn1.link/rbm.org.br/pdf/v58a17.pdf https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/osteoporosis/in-depth/osteoporosis-treatment/art-20046869 https://www.webmd.com/healthy-aging/what-to-know-about-vitamin-b12-dosage-for-older-adults https://www.scielo.br/j/rn/a/QJmdTgcwFkDt74cxPH5BNwc/?lang=pt

Esse artigo foi: Criado por Nutricionistas