Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Como fazer dieta? Comece agora uma vida mais saudável

Créditos: 
Legenda: 
Como fazer dieta: frutas e torradas no prato

Você que está lendo este texto, conta pra mim, quantas dietas já começou e parou? Quantas segundas-feiras foram o marco zero de algo que não durou uma semana? Quantas vezes se frustrou por não conseguir seguir algo restrito e desistiu?

Isso é mais comum do que você imagina e grande parte disso é causado pela quantidade de informações na internet. Esse mundo de novos conceitos pode ser benéfico, já que temos o conhecimento de tudo o que quisermos em somente um clique, mas também pode ser altamente maléfico caso a gente se compare com o sucesso, a vida, ou entrando no tema deste texto: a dieta do outro.

Por isso, neste artigo vamos discutir um pouco sobre dieta e as questões que envolvem essa palavra tão temida.

 

Fazer dieta é errado?

De forma alguma. Se a dieta é personalizada para você, se ela se encaixa ao seu estilo de vida e suas preferências, podendo ser seguida a longo prazo, ela é ótima!

Então, por que é tão ruim se comparar e copiar a dieta do outro? A alimentação de uma pessoa é tão única quanto a personalidade que ela tem. Assim, quando a gente copia a forma de comer, as preferências ou o estilo de vida do outro, a tendência é que aquilo não se encaixe em nossa vida e em nossas preferências – e é exatamente por isso que tudo tende a dar errado.

 

Fazer dieta é sempre sinônimo de restrição?

Não. A dieta é encarada na maioria das vezes como algo restritivo, punitivo, sofrido e na verdade não precisa ser assim. Quando encaramos essa mudança como uma mudança de vida, de corpo e de mente, ela funciona de forma muito mais leve e não restritiva.

E o que seria então essa mudança de vida, mente e comportamento? Atualmente, a nutrição não se baseia só no comer carboidrato, proteína ou gordura. Ela encara o comer como algo afetivo, algo que deve ser prazeroso. A mudança de comportamento é peça chave no processo de mudança. É entender que nada é proibido, que tudo pode ser encaixado em sua alimentação desde que de forma moderada. É essa a diferença da mudança comportamental se comparada a uma dieta restritiva.

 

Como começar a perder o medo da palavra “dieta”?

Para que você perca o medo das dietas, preparamos 3 dicas valiosas para começar uma dieta!

1. Sem medo da dieta

“Dieta” é simplesmente uma palavra, não há o que temer. Se sua alimentação for gostosa, prazerosa e personalizada a você e seu estilo de vida, a mudança será natural.

2. Mudar para melhor

A mudança não tem que vir com algo restritivo. Você pode começar uma dieta e incluir alimentos que gosta – não é o pão, chocolate ou macarrão de forma isolada que te prejudicam, e sim uma alimentação desregulada como um todo.

3. Descobrir novos alimentos

Insira novos alimentos na dieta sem medo. Garanto que existem combinações que nunca testou ou alimentos que tinha medo de comer porque eram ‘proibidos’. Dar-se a permissão de comer torna a vida mais leve.

Por que não comer um pedacinho de chocolate todo dia pós almoço com um café se isso te faz bem?

Por que não tentar incluir o abacate em uma receita salgada ao invés de sempre comer com açúcar?

Por que não incluir o pão francês de forma ocasional se você gosta e tem muita vontade?

A palavra "dieta", na verdade, tem origem no latim diaeta, que vem do grego díaita, que significa "modo de vida". Por que não começar um novo modo de vida então? Por que não livrar-se desse peso que essa palavra carrega, comendo de tudo com moderação e com mais leveza?

Procure um nutricionista caso queira fazer uma dieta. Ele saberá manejar os alimentos que você precisa sem deixar de lado as comidas que gosta. Não comece uma dieta que a vizinha, o amigo ou amiga começou, faça uma que se encaixe para você e suas necessidades.

E se você quer saber mais sobre alimentação e saúde, explore o site do Que Bem que Faz, e use Chat Nutri para tirar suas dúvidas sobre saúde e nutrição em tempo real e nutra-se de informação!

Nutricionista Carolina Horcajo Agostinetti – CRN: 37.853


Perguntas frequentes

  • Posso comer doces enquanto faço dieta?

    Claro! Desde que seja de maneira equilibrada, você pode comer alimentos mais ricos em gorduras e açúcares. A dieta não deve ser sinônimo de restrição completa, mas uma reeducação alimentar.

  • Quero fazer dieta sem emagrecer, é possível?

    Isso é super possível, existem dietas para diversas situações. Se você está satisfeito com o seu peso, mas quer ter uma alimentação mais saudável peça ao seu nutricionista uma dieta para manter o peso.

  • Referências

    ANDRADE, A; BOSI, M. L, M. Mídia e subjetividade: impacto no comportamento alimentar feminino. Revista de Nutrição, 2003. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rn/a/DwyJjBYbgKGMzGKTt6S3GjR/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 04 de outubro de 2021.

    CAMBRAIA, R, P, B. Aspectos psicológicos do comportamento alimentar. Revista de Nutrição, 2004. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rn/a/LC3SprCbxTcQkVgzD8Ygrdp/?lang=pt. Acesso em: 04 de Outubro de 2021.

    BENNEMANN, R.S; VAZ, D.S. Comportamento alimentar e hábito alimentar: uma revisão. Revista Uningá Review, 2014. Acesso em: 04 de Outubro de 2021.

    SILVA, S. A; PIRES, P. F. P. A influência da mídia no comportamento alimentar de mulheres adultas. Revista Terra e Cultura, 2019. Acesso em: 04 de Outubro de 2021.

Esse artigo foi: Criado por Nutricionistas