Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Filoquinona: aprenda um pouco mais sobre a vitamina K1 e seus benefícios

Legenda: 
Filoquinona: espinafre

Qual seria a primeira coisa que viria à sua cabeça ao ouvir a palavra filoquinona? Um remédio? Uma doença? Não é nada disto. A filoquinona nada mais é do que um outro nome para a vitamina K1. Ao lado da K2, também conhecida como menaquinona, a filoquinona faz parte das vitaminas K. Mas qual é a diferença entre a K1 e a K2? E para que a filoquinona serve? Nós vamos descobrir agora mesmo, neste artigo.

 

Filoquinona: onde é mais encontrada

A vitamina K1, também chamada de filoquinona, é encontrada principalmente em alimentos vegetais, principalmente nos de folhas verdes. Ela também é responsável por cerca de 75-90% de toda a vitamina K consumida por humanos. Ou seja, é a forma predominante da vitamina K na dieta humana.

Alguns alimentos em que podemos encontrá-la:

  • Couve
  • Espinafre
  • Verduras em geral
  • Brócolis
  • Couve de Bruxelas

 

Filoquinona: benefícios e diferenças para a vitamina K2

Antes de começarmos, precisamos lembrar que tanto a filoquinona quanto a menaquinona são provenientes da vitamina K, portanto seus benefícios estão relacionados a esta vitamina.

Dentre os benefícios, estudos sugerem que ela pode contribuir na coagulação do sangue, na saúde dos ossos e na saúde do coração.

Vitamina K e a coagulação do sangue

Talvez esse seja o principal benefício da vitamina K. Ela ativa os aminoácidos que atuam na oxigenação dos tecidos e regulam o cálcio no organismo. O cálcio, por sua vez, tem um papel muito importante na coagulação do sangue, já que, entre outras coisas, ativam as plaquetas que se aglomeram para interromper os sangramentos.

Tanto a vitamina K1 (a filoquinona) como a K2 (a menaquinona) são importantes para esse processo. Por isso, é bom cuidar para ter uma dieta equilibrada que inclua alimentos ricos em filoquinona e menaquinona. Isso vale ainda mais para pessoas que tomam remédios que interfiram no processo de coagulação.

Saúde dos ossos e filoquinona

Como a filoquinona atua na regulação do cálcio no organismo, não surpreende que ela tenha a ver com o desenvolvimento e a saúde dos ossos. Tanto é assim, que baixos níveis de filoquinona e menaquinona podem estar relacionados a um risco maior de fraturas. Por isso, a vitamina K pode ser um bom suplemento para os ossos das mulheres no pós-menopausa e em alguns casos é usada no tratamento da osteoporose. Mas, claro, antes de tomar um suplemento de filoquinona, é sempre recomendado consultar um médico.

 

Filoquinona: deficiências

A deficiência de vitamina K ocorre raramente com pessoas que mantêm uma dieta equilibrada. Entretanto, quem, por exemplo, passou por uma cirurgia bariátrica pode vir a apresentar esse problema.

Dentre os sintomas que aparecem quando há deficiência da vitamina K, o principal é a hemorragia, mas, para confirmar o diagnóstico, é necessário consultar um médico e solicitar exames de sangue.

 

Filoquinona: como obter

A ingestão recomendada de vitamina K1 é de 120 mcg/dia e 90 mcg/dia para homens e mulheres maiores de 19 anos, respectivamente.

Além dos alimentos ricos em filoquinona que citamos acima – na maioria, vegetais de folhas escuras como brócolis, couve, espinafre –, as cascas de fruta costumam ser uma ótima fonte dessa vitamina.

A filoquinona também existe através de suplementos, mas, como já dissemos, é sempre recomendado consultar um médico ou nutricionista antes de tomar qualquer suplemento de vitamina K.

Se você deseja ficar por dentro do mundo das vitaminas, acesse nosso glossário.


Perguntas Frequentes

  • O que é filoquinona?

    Filoquinona é o nome dado à vitamina K1.

  • Para que serve a filoquinona?

    A sua principal função está relacionada à coagulação sanguínea. A coagulação pode parecer uma coisa ruim, e às vezes é; no entanto, sem ela, você pode sangrar excessivamente e acabar morrendo mesmo com um ferimento leve.

  • Onde encontrar a filoquinona?

    Ela é encontrada principalmente em alimentos vegetais com folhagem verde escuro. Alguns alimentos em que podemos encontrá-la são: couve, espinafre, verduras em geral, brócolis e couve de Bruxelas.

Fontes:

https://www.healthline.com/nutrition/vitamin-k1-vs-k2#TOC_TITLE_HDR_8

https://www.healthline.com/health/foods-high-in-vitamin-k

https://www.webmd.com/vitamins/ai/ingredientmono-983/vitamin-k

https://www.sciencedirect.com/topics/biochemistry-genetics-and-molecular-biology/phylloquinone

https://www.medicalnewstoday.com/articles/219867

https://www.nature.com/articles/s41598-019-47815-z

Esse artigo foi: Criado por Nutricionistas