Legenda: guia do chá definitivo

O chá é elemento cultural central em vários povos, seja por seus aspectos medicinais, seja por proporcionar até mesmo atos de socialização. Quem não adora um cházinho pela manhã para dar aquela despertada, ou com um bom pedaço de bolo no fim da tarde ou ainda para dar aquela desacelerada no ritmo no fim da noite?

Sabia que existe o chá “verdadeiro”? Pois é, tem uma planta específica que originou a bebida - as outras são chamadas de infusões. A origem do chá vem do uso medicinal das folhas da planta por conta de propriedades benéficas à saúde, como por exemplo ação relaxante, digestiva e analgésica. Hoje, entretanto, o hábito também está associado a um estilo de vida mais equilibrado.

Se você pretende se tornar ou já é o(a) louco(a) do chá, preparamos um guia do chá com informações, curiosidades e dicas:

  • A origem do chá
  • Curiosidades sobre o chá
  • Chá para enxaqueca e dor de cabeça
  • Como fazer o chá perfeito
  • Chá de saquinho versus chá natural
  • Chá ajuda a emagrecer?

 

A origem do chá

 

Aos apreciadores de chá, a verdadeira bebida se faz com as folhas da Camellia sinensis, planta nativa do sudeste asiático. A partir dela se obtém o chá verde, o chá branco e o chá preto. As bebidas feitas com outras ervas, raízes e ingredientes não seriam chá, e sim infusões. Mas, no dia a dia, acaba sendo tudo chamado de chá mesmo, por uma questão de conveniência.

A China é considerada a “mãe” do chá. Registros históricos apontam que, em meados dos anos 2.700 a.C., os chineses já usavam a planta para fins medicinais. Ao longo dos anos, o modo de preparo do chá e a sua finalidade foram se transformando através das dinastias chinesas.

  • Dinastia Tang (618 - 907): o chá era consumido em barras; inicialmente para fins medicinais, séculos mais tarde passou a ser também uma forma de entretenimento.
  • Dinastia Sung (960 - 1279): o chá era preparado em pó; com influências do Taoísmo (religião chinesa), a bebida tornou-se um rito de autoconhecimento.
  • Dinastia Ming (1368 - 1644): o chá como conhecemos hoje surgiu nessa época, com a técnica de infusão; o culto à bebida foi ganhando mais força nas culturas orientais.

 

A introdução do chá no Ocidente

 

Foi no final do século XVI que os europeus tiveram maior contato com o chá. Navios da Companhia Holandesa das Índias Orientais transportaram as primeiras cargas de chá para a Europa. A especiaria chegou na França em 1636 e na Rússia em 1638.

Mas foi em 1650 que a Inglaterra recebeu o chá de braços abertos, fazendo da bebida uma das suas principais tradições. Quem não conhece o termo “chá das cinco"? É um costume britânico, pois toda vez que a soberana inglesa sentia fome no final da tarde, eles tomavam uma xícara de chá, acompanhada de um lanchinho.

 

Curiosidades sobre a história do chá

 

Chanoyu, a cerimônia do chá no Japão
O chá foi levado para a Terra do Sol Nascente no século VIII por monges budistas que tinham ido estudar na China. Desde então, os japoneses passaram a cultivar a planta do chá e seu consumo se tornou tradição. Ao longo dos séculos, o uso da planta foi se difundindo até virar uma espécie de rito, com influências religiosas, como o Taoísmo e o Zen-Budismo.

Mas foi no século XVI, com a concepção do Chanoyu, que os rituais ganharam outras proporções, transformando-se em verdadeiras cerimônias do chá. A partir daí, a arte e a cultura japonesas absorveram os conceitos do Chanoyu, desenvolvendo uma expressão artística presente na arquitetura, no paisagismo, nos jardins, nos acessórios e nas artes decorativas. Além disso, há toda uma filosofia por trás do culto do chá, que valoriza e venera as coisas simples da vida. 

Os quatro princípios do Chanoyu:

  • Wa (Harmonia)
  • Kei (Respeito)
  • Sei (Pureza)
  • Jaku (Tranquilidade)

 

O chá no Brasil e o Jardim Botânico do Rio de Janeiro
É claro que essa moda tinha que chegar ao país que absorve e ressignifica culturas de todo mundo, não é mesmo? Com a chegada da família real portuguesa ao Brasil, em 1808, o Rio de Janeiro passou por grandes transformações arquitetônicas. Uma delas foi a construção do Jardim Botânico naquele mesmo ano. As primeiras mudas da planta de chá chegaram ao Brasil em 1812 e foram plantadas justamente no Jardim Botânico do Rio de Janeiro, por ordem de D. João VI.

 

A popularização do chá nos tempos modernos
O hábito de tomar chá se espalhou mundo afora, tornando-se uma das bebidas mais consumidas. Segundo a Euromonitor, o mercado de chás vem crescendo, principalmente no Brasil. Em 2019, o segmento movimentou R$ 2,2 bilhões na economia brasileira.

Hoje existem diversos produtos, como chá de saquinho, a granel, chá gelado, entre outros. Inovações como cápsulas de chá e “blends” - misturas - de ervas e especiarias, resultando em infusões com sabores surpreendentes. Tem até sommelier de chá, inclusive com cursos profissionalizantes.

O uso medicinal e terapêutico ainda continua em alta, mas o chá também passou a ser a bebida para fazer aquela pausa, reunir as pessoas, para passar o tempo e entreter. Tornou-se um estilo de vida relacionado a equilíbrio, bem-estar e saúde.

 

3 dicas de como fazer o chá perfeito

 

Nada como uma xícara de chá bem quentinha para reconfortar os pequenos momentos da vida. E você sabe como fazer o chá perfeito? Alguns detalhes são importantes para não perder as propriedades da bebida que fazem bem ao nosso corpo e ainda deixá-la mais saborosa. Veja a seguir o check-list do chá perfeito:

  • Não ferver a água: temperaturas muito elevadas podem diminuir a propriedade do chá e até amargar o sabor; utilize água filtrada e aqueça até formar as primeiras bolhas. Uma alternativa, caso a água não seja confiável, é fervê-la e esperar alguns minutos para a temperatura cair.
  • Utensílios de metal, nem pensar: o metal oxida as ervas, alterando sabor e propriedades; portanto, dê preferência para chaleiras e utensílios de vidro, louça ou porcelana.
  • Tempo de infusão: paciência, nada de servir o chá antes da hora; deixe as folhas em infusão, é importante para extrair os compostos que trazem os benefícios para o corpo e também para reforçar o sabor. Quanto mais frágil for o ingrediente, menor o tempo: folhas e flores em torno de 3 a 5 minutos; raízes e caules, 8 a 10 minutos.

 

Chá para enxaqueca e dores

 

Xô, dorzinha de cabeça! O chá para enxaqueca é um ótimo aliado natural para aliviar o incômodo e até mesmo para prevenir e reduzir a frequência das dores. As plantas e ervas que têm propriedades analgésica, relaxante, antioxidante e anti-inflamatória são excelentes coadjuvantes para tratar os sintomas da dor de cabeça:

  • Bloqueia e alivia dores
  • Relaxa os músculos
  • Alivia estresse
  • Reduz inflamações
  • Melhora a circulação sanguínea

Veja os principais chás para enxaqueca:

Chá de Camomila:

  • Aqueça 1 xícara de água filtrada até formar bolhas, sem ferver;
  • Acrescente 1 colher (chá) de camomila, mexa bem;
  • Tampe a xícara e deixe em infusão por 5 minutos;
  • Coe e sirva.

 

Chá de Hortelã:

 

  • Aqueça 150 ml de água filtrada até formar bolhas, sem ferver;
  • Acrescente 1 colher (sopa) de folhas frescas de hortelã, mexa bem;
  • Tampe a xícara e deixe em infusão por 5 minutos;
  • Coe e sirva.

 

Chá de Erva-cidreira:

 

  • Aqueça 240 ml de água filtrada até formar bolhas, sem ferver;
  • Acrescente 3 colheres (sopa) de erva-cidreira, mexa bem;
  • Tampe a xícara e deixe em infusão por 5 minutos;
  • Coe e sirva.

 

Chá de Gengibre:

 

  • Coloque 1 colher (chá) de gengibre ralada;
  • Acrescente 150 ml de água filtrada e aqueça até formar bolhas, sem ferver;
  • Apague o fogo, tampe a caneca e deixe em infusão por 5 minutos;
  • Coe e sirva.

 

Chá de Boldo:

 

  • Aqueça 200 ml de água filtrada até formar bolhas, sem ferver;
  • Acrescente 1 colher (chá) de folhas de boldo secas ou um punhado de folhas frescas, mexa bem;
  • Tampe a xícara e deixe em infusão por 5 minutos;
  • Coe e sirva.

 

Chá de saquinho funciona?

 

O chá de saquinho é mais prático, o chá natural é mais saboroso. Mas, entre uma pausa e outra, ambos valem como uma boa companhia cotidiana. E, agora, qual escolher? Vamos ver as diferenças entre os dois:

  • Chá de saquinho (sachê): tritura-se a planta inteira; pode afetar e reduzir as propriedades que trazem os benefícios pro corpo.
  • Chá natural: seleção a mão das folhas, raízes ou caule; preserva mais as propriedades benéficas e o sabor.;

Se a praticidade fala mais alto, procure o chá de saquinho que utiliza uma seleção mais cuidadosa das ervas e com trituração menor. Neste sentido, as cápsulas de chá com ingredientes naturais são uma ótima alternativa. E para quem quer chá natural, mas acha muito trabalhoso, a opção é procurar por infusores para chás que facilitam muito o processo - tem até caneca infusora.

 

Chá ajuda a emagrecer?

 

Existem plantas e ervas que dão uma mãozinha, facilitando o processo de emagrecimento. O chá para emagrecer deve ter pelo menos uma dessas propriedades: diurética; e termogênica. Algumas infusões podem proporcionar uma sensação de saciedade também, como é o caso do gengibre, e chás com sabor amargo, tendem a diminuir a vontade de comer doces.

3 chás que podem ajudar no emagrecimento

Como preparar chá verde (diurético e termogênico)

  • Aqueça 200 ml de água filtrada até formar bolhas; sem ferver;
  • Numa xícara, coloque 2 colheres (sopa) de folhas secas de chá verde;
  • Despeja a água quente na xícara, mexa bem e tampe-a;
  • Deixe em infusão por 5 minutos;
  • Coe e sirva.

 

Como preparar chá preto (diurético e termogênico)

 

  • Aqueça 200 ml de água filtrada até começar a formar bolhas; sem ferver;
  • Numa xícara, acrescente 1 colher (sopa) de chá preto e mexa bem;
  • Tampe a xícara e deixe em infusão por 5 minutos;
  • Coe e sirva.

 

Como preparar chá de gengibre e limão (sensação de saciedade e termogênico)

 

  • Em uma caneca com 250 ml de água filtrada, ferva o gengibre ralado durante 8 minutos;
  • Depois, desligue o fogo, mexa bem e tampe-a;
  • Deixe em infusão por 5 minutos;
  • Coe, e esprema ½ limão na hora de tomar o chá.

 

Perguntas frequentes

 

Qual a origem do chá?
Tudo começou lá do outro lado do mundo, na China, com base nas folhas da planta nativa camellia sinensis, como uma alternativa para tratamento de saúde. Os primeiros registros de chineses tomando um cházinho vem do século III a.C. e, de lá pra cá, passou a ter diversas funções, inclusive como parte da rotina alimentar de bilhões de pessoas ao redor do mundo

Como se faz um chá?
Chá nada mais é do que a infusão das ervas, ou seja, mergulhar água quente nelas com o objetivo de extrair sua essência. Para fazer o chá, basta colocar água filtrada aquecida - até aparecerem as primeiras bolhas, sem deixar ferver - em um recipiente com as ervas e deixar tampado por cinco minutos.

Por que tem que tampar o chá?
Tampar o chá e deixar de “molho” por alguns minutos ajuda a fazer a extração dos compostos benéficos das ervas. Esse processo se chama infusão e, quanto mais frágil for ingrediente, menor o tempo: folhas e flores em torno de 3 a 5 minutos; raízes e caules, 8 a 10 minutos.

Quais são os tipos de chá para enxaqueca?
Os tipos de chá para enxaqueca são os que têm propriedade analgésica (alívio da dor), relaxante e anti-inflamatória. Os principais chás para dor de cabeça são chá de hortelã; chá de camomila; chá de erva-cidreira. Nem pense em tomar chás que contenham cafeína, como chá mate, chá verde e chá preto.

Qual o chá seca barriga?
Se você está fazendo dieta líquida ou tentando perder peso de maneira prolongada, os chás são grandes aliados nesse processo. O chá para emagrecer, também conhecido como chá seca barriga, aumenta a frequência do xixi por sua propriedade diurética, eleva a temperatura do corpo pelas características termogênicas, acelerando o metabolismo, que acaba controlando o apetite. Alguns exemplos são chá verde e chá de gengibre.

 

Fontes:

https://www1.folha.uol.com.br/fsp/mundo/ft2010201009.htm

http://www.culturajaponesa.com.br/index.php/gastronomia-e-culinaria/cha/

http://www.historica.arquivoestado.sp.gov.br/materias/anteriores/edicao47/materia05/

https://www.healthline.com/nutrition/tea-for-bloating#TOC_TITLE_HDR_2

https://www.theteaspot.com/pages/loose-tea-vs-tea-bags

Assine a nossa Newsletter

A certificação de metodologias que nos auxiliam a lidar com o desafiador cenário globalizado.

Digite um e-mail válido.