Créditos: gettyimages
Legenda: Pode incluir os peixes para potencializar a presença de vitamina D, tá?

A vitamina D é um tipo de nutriente produzido pelo corpo ao ser exposto à luz solar direta. Ela é importante para o organismo, porque contribui para a saúde dos ossos, nervos e músculos e ajuda a aumentar a imunidade, entre outras funções.

LEIA TAMBÉM

Qual a diferença entre carboidrato e glúten?

Ao contrário das outras vitaminas essenciais, como as vitaminas A, C e E, que os seres humanos obtêm apenas pela alimentação, a vitamina D produzida pode também ser produzida pelo organismo através da exposição da pele a luz solar.

A luz solar é a principal fonte desse nutriente, porém, uma das alternativas para ajudar a repor é por meio da alimentação. Será que alimentos ricos em vitamina D já estão seu cardápio?

1. Peixes

Salmão, cavalinha grelhados, atum e sardinhas enlatados são os peixes que têm maior concentração natural da vitamina D. Embora muita gente possa torcer o nariz só de pensar, o óleo de fígado de bacalhau também é uma das melhores fontes do nutriente em apenas uma colher de chá.

2. Gema do ovo

É comum associar a clara do ovo a uma dieta saudável e descartar a gema. No entanto, a gema também tem sua importância nutricional, pois é rica em gorduras, cálcio, fósforo, ferro, potássio, vitamina A e D. Não que você só vá comer ovo todos os dias em todas as refeições, mas é uma boa fonte, principalmente quando cozido ou mexido.

3. Fígado de boi

Tanto uma boa fonte de ferro quanto de vitamina D. Sabemos que esse pode ser um item menos comum de incluir no cardápio, mas que é uma excelente opção de carne, isso é.

4. Alimentos fortificados

Se você já reparou nos rótulos de alguns alimentos, muitos deles são fortificados com nutrientes, como ferro, ácido fólico e vitamina D, como o leite, o achocolatado e os cereais matinais. Dá para começar o dia combinando o cereal com um iogurte.

Quando suplementar

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), metade da população mundial apresenta quantidades insuficientes de vitamina D, mesmo quando exposta à luz solar. Nesses casos, existe a possibilidade de suplementar a vitamina D, mas que devem ser investigados e indicados por um médico. Complementar sua dieta com esses alimentos e tomar um solzinho (sempre com protetor, em?) podem ajudar nesse boost de vitamina D.

Assine a nossa Newsletter

A certificação de metodologias que nos auxiliam a lidar com o desafiador cenário globalizado.

Digite um e-mail válido.