Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Vitamina K1: o nutriente perfeito para ficar livre de hemorragias

Legenda: 
Vitamina K1: quiabo

Verde é a cor da esperança e da saúde. Significa que: uma dieta com a presença do verde com certeza é saudável. Quer um bom motivo para adicionar essa cor no prato? Alimentos assim garantem a presença da vitamina K1 no organismo, nutriente essencial para a coagulação do sangue. É importante saber que, sem a coagulação sanguínea, você pode ser vítima de problemas graves, como hemorragias.

Esse processo de coagulação do sangue ocorre porque a filoquinona – como também é chamada a vitamina K1 – atua na síntese de outras moléculas fornecidas pelo fígado. Sem este nutriente, o fígado não alcança o objetivo de produzir as moléculas necessárias para garantir a coagulação do sangue.

E isso também faz da vitamina K1 uma ótima "fórmula" cicatrizante, tornando-a muito recomendada nos pós-cirúrgicos. Então, não espere mais: fique atento a todas as informações deste artigo, siga nossas dicas e prepare uma ótima salada para preencher o prato com muito verde. Assim, você via ter mais que somente esperança de uma saúde perfeita: vai ter a certeza disso.

LEIA TAMBÉM:

 

Sintomas da deficiência de vitamina K1

É fácil perceber se os níveis de vitamina k1 estão sendo insuficientes no organismo. Nem chega a ser necessário exames específicos. Porém, é sempre importante lembrar que um especialista precisa ser consultado, caso alguns desses sinais se tornem evidentes em você.

- Hematomas

- Aparecimento de coágulos de sangue debaixo das unhas

- Sangramento nas membranas mucosas que revestem áreas internas do corpo

- Fezes escuras e com sangramento

A deficiência de filoquinona ocorre basicamente pelos seguintes motivos:

- Ingestão de anticoagulantes que diluem o sangue e interferem na produção das proteínas envolvidas na coagulação do sangue.

- Ingestão de antibióticos. Alguns fazem com que o corpo produza menos vitamina K; outros, podem fazer com que a vitamina K se torne menos eficaz no corpo.

- Má absorção de gordura pelo corpo, que pode ocorrer em pessoas com doença celíaca, fibrose cística, distúrbio nos intestinos ou trato biliar (fígado, vesícula biliar e dutos biliares), ou que tenham parte de seu intestino removido.

- Dieta extremamente pobre em vitamina K.

Sinais de que o sangue não está coagulando

Se o sangue não estiver se coagulando como deve, é provável que apareçam os seguintes sintomas:

- Feridas com sangramento excessivo

- Contusão inesperada

- Petéquias (pequenas manchas vermelhas ou roxas sob a pele)

- Períodos menstruais mais longos que o habitual

- Vômitos com sangue

- Fezes com sangue ou urina avermelhada

- Tontura, dor de cabeça ou alteração na visão

- Dor nas articulações

- Sangramento gengival

Deficiência de vitamina K1 nos recém-nascidos

Nos bebês, geralmente os médicos administram remédios, caso seja verificada a insuficiência da vitamina K1 no organismo. Existem algumas razões que explicam os baixos níveis do nutriente nos recém-nascidos. São elas:

- O leite materno tem muito baixo teor de vitamina K;

- A vitamina K não se transfere bem da placenta da mãe para o bebê;

- O fígado de um recém-nascido não usa a vitamina de forma eficiente;

- Recém-nascidos não produzem vitamina K2 por conta própria nos primeiros dias de vida.

É possível observar a deficiência de vitamina K nos recém-nascidos se houver:

- Sangramento da área onde o cordão umbilical é removido;

- Sangramento na pele, nariz, trato gastrointestinal ou outras áreas;

- Sangramento no pênis, se o bebê foi circuncidado;

- Sangramento súbito no cérebro, o que é extremamente perigoso e com risco de vida.

 

Top 10 dos alimentos ricos em vitamina K1

Pesquisas mostram que a vitamina K1 está presente principalmente em vegetais de folhas verdes, mas alguns óleos também são fontes de filoquinona. Alguns desses estudos chegam a afirmar que as estações do ano fazem uma grande diferença na presença da filoquinona nos vegetais, pois, no verão, a quantidade deste nutriente aumenta nas plantas.

A gente te dá o top 10 dos alimentos ricos em vitamina K1 e ainda lista outras fontes deste nutriente para serem consumidos em qualquer época.

1. Espinafre

2. Brócolis

3. Couve de bruxelas

4. Repolho

5. Alface

6. Óleo de soja

7. Óleo de canola

8. Aspargo

9. Óleo de algodão

10. Óleo de oliva

Mais alimentos fontes de vitamina K1

- Feijão verde

- Couve-flor

- Cenoura

- Tomate

- Margarina

- Maionese

- Café

- Quiabo

- Pepino

- Kiwi

- Abacate

- Amora

- Uvas vermelhas e verdes

- Figos secos

- Ameixas secas

Impressionante como a vitamina K1 é importante no nosso dia a dia, né? Agora que você já conhece tudo sobre o nutriente e sabe exatamente onde encontrá-lo para estar sempre em dia com a saúde, cuide-se bem!


Perguntas frequentes

  • 1. Para que serve a vitamina K1?

    A vitamina K1 é responsável pela coagulação do sangue. Sem isso, você pode ser vítima de problemas graves, como hemorragias.

  • 2. Qual a diferença entre vitamina k1 e vitamina k2?

    A vitamina K1 é encontrada principalmente em legumes e folhas e age na coagulação do sangue. Já a vitamina K2 pode ser produzida pelo organismo, é também encontrada nos alimentos e atua na boa saúde do coração e dos ossos.

  • 3. Quais os sintomas de deficiência de vitamina K1 no organismo?

    Os sinais de que o corpo está com deficiência de vitamina K1 são: hematomas, aparecimento de coágulos de sangue debaixo das unhas, sangramento nas membranas mucosas que revestem áreas dentro do corpo e fezes escuras e com sangramento.

  • 4. Quais os alimentos ricos em vitamina K1?

    Os alimentos principais são folhas verdes e vegetais, mas ela também pode ser encontrada em óleos. A vitamina K1 está presente em: espinafre, brócolis, couve de bruxelas, repolho, alface, óleo de soja, óleo de canola , aspargo, óleo de algodão, óleo de oliva, feijão verde, couve-flor, cenoura, tomate, margarina, maionese, café, quiabo, pepino, kiwi, abacate, amora, uvas vermelhas e verdes, figos secos e ameixas secas.

Fontes:

https://www.iberomagistral.com.br/Arquivos/Insumo/arquivo-170948.pdf

https://www.healthline.com/nutrition/vitamin-k1-vs-k2

https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9131/tde-17122013-141921/publico/Simone_ASC_Faria_Doutorado_corrigido.pdf

https://www.medicinenet.com/vitamin_k1_vs_k2/article.htm

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6413124/

https://www.scielo.br/j/rbr/a/8yFX4DV3YJzPKTmDS6mwHJq/?lang=pt

http://www.oncoguia.org.br/conteudo/hemorragias-e-problemas-de-coagulacao/210/109/

Esse artigo foi: Criado por Nutricionistas