Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Água com gás e tônica: Mitos e curiosidades

Legenda: 
Água com gás e tônica

Sendo duas bebidas muito comuns, a água com gás e a água tônica têm diferenças essenciais em sua composição. Para além do gosto mais amargo da água tônica, aqui você pode descobrir mais algumas curiosidades e mitos que rondam esse tema!

 

Água com gás X Água tônica

Ambas as bebidas são gaseificadas – no entanto, há algumas diferenças entre elas.

A água com gás consiste na própria água mineral que passou pelo processo de gaseificação, como acontece nos refrigerantes. O processo consiste em retirar o oxigênio do líquido e o substituir com gás carbônico, daí o nome de água carbonatada. Dessa forma, todos os minerais presentes na água – como o magnésio e o cálcio – se mantêm.

A água tônica, por sua vez, é mais amarga, uma vez que adiciona em sua composição sal, açúcar e hidrocloreto de quinino – uma substância extraída da casca de uma árvore peruana chamada Quina e que, no passado, foi muito utilizada como tratamento para a malária. No entanto, ao contrário do que se pode pensar, a quantidade de quinino na água tônica é muito pequena e não é capaz de ter propriedades medicinais.

Agora que foi possível compreender melhor as diferenças entre esses dois tipos de água, vamos conhecer alguns mitos e curiosidades comuns quando falamos sobre água com gás e tônica.

 

Água gaseificada faz mal aos dentes e ossos: Mito!

A água gaseificada é um pouco mais ácida que a água mineral comum (ou a da torneira mesmo), e muitas pessoas são levadas a acreditar que essa acidez poderia ser responsável pela corrosão do esmalte dos dentes. Contudo, a acidez que vem da carbonatação da água não é suficiente para causar qualquer corrosão dentária.

É comum também achar que, ao associarem a água carbonatada ao refrigerante pela adição de gás, ela poderia ser prejudicial aos ossos. Entretanto, ao contrário dos refrigerantes, a água com gás não tem a adição de cafeína, açúcares ou ácido fosfórico, que poderiam vir a prejudicar os dentes ou ossos.

 

Água tônica brilha quando exposta à luz ultravioleta: Verdade!

Um fato curioso sobre a água tônica é que, por ser feita com quinino, ela reage à luz negra. Acontece que essa substância absorve a luz ultravioleta e a reflete na forma de fosforescência, uma vez que as partículas da água tônica se agitam em contato com a luz.

 

Água tônica é nociva: Mito!

Uma vez que o quinino é uma substância que já foi muito utilizada no tratamento da malária e outras doenças devido às suas propriedades medicinais – e que pode ter efeitos colaterais, como qualquer outro remédio –, popularizou-se a crença de que a água tônica poderia ser nociva.

No entanto, as doses de quinino utilizadas na água tônica hoje em dia são baixíssimas, e seria necessário consumir uma quantidade muito exagerada de água tônica para talvez presenciar algum efeito colateral.

Alguns estudos mostram que mulheres grávidas, ao consumirem muito quinino, podem presenciar um estímulo muscular que não é recomendado de acordo com o desenvolvimento da gravidez, já que pode estimular o parto. a substância também poderia ter um efeito viciante sobre o feto.

 

Água com gás é mais saudável que água tônica: Verdade!

Acontece que a água tônica é repleta de sódio e açúcares: a média é que uma latinha tenha em torno de 10 colheres de açúcar, ou seja, 150 calorias. Comparada com a água com gás, que é basicamente água mineral carbonatada, a água tônica acaba sendo uma opção nada saudável.

 

Água com gás faz mal ao estômago: Mito!

Muito pelo contrário! Um estudo feito na universidade de Nápoles, na Itália, mostrou que a água com gás é um grande aliado no funcionamento intestinal, auxiliando no caso de pessoas que sofrem com constipação. O que leva muitas pessoas a acreditarem que água com gás faz mal para o estômago é que, por ter gás, a água carbonatada pode causar uma sensação de inchaço, uma vez que acaba por dilatar o estômago. Essa característica não é necessariamente negativa, já que gera a sensação de saciedade sem causar maiores desconfortos.

 

Água com gás tem mais nutrientes que a água de torneira: Verdade!

A água com gás é feita com água mineral, que por si só já possui mais nutrientes (como magnésio, cálcio e potássio) quando comparada com a água que vem diretamente da torneira – que ainda necessita ser esterilizada antes de ser consumida, seja através de um filtro ou da fervura, para se livrar das impurezas.

Assim, seja a água mineral, tônica ou com gás,a água é um elemento importante para manter nosso organismo saudável. E aqui no site do Receitas Nestlé você encontra diversas formas de se refrescar e ingerir mais água no seu dia-a-dia!


Perguntas frequentes

  • Qual a diferença da água de torneira, água mineral, água com gás, tônica e soda?

    A água de torneira é a água comum, sem nutrientes, que precisa ser filtrada para o consumo. Já a água mineral está pronta para o consumo e é enriquecida com nutrientes e minerais. A água com gás é como a água mineral, mas passa pelo processo de gaseificação, que substitui o oxigênio pelo gás carbônico. A água tônica tem como diferencial a adição de açúcares, sódio e quinino, que a deixa com um sabor mais amargo, enquanto que a soda tem adição de bicarbonato de sódio, cloreto de sódio, açúcar e sabores artificiais.

  • A água tônica é boa para a azia?

    Sim! A água tônica auxilia na digestão e alivia a sensação de queimação e náusea causada pela azia.

     

Fontes:

https://acquamix.com.br/agua-tonica-e-agua-com-gas-sao-a-mesma-coisa/ https://www.healthline.com/nutrition/club-soda-vs-seltzer-sparkling-tonic#definitions http://www.museudavida.fiocruz.br/index.php/museologico/objeto-em-foco/objeto-em-foco-cloridrato-de-quinina https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/09/150914_vert_fut_agua_gas_ml https://mixology.eu/seven-facts-about-tonic-water/ https://www.scientificamerican.com/article/shining-science-explore-glow-in-the-dark-water/ https://folhabv.com.br/noticia/VARIEDADES/Entretenimento/Conheca-a-diferenca-entre-a-agua-com-gas-e-a-agua-tonica/26558

Esse artigo foi: Criado por Nutricionistas