Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Por que suplementar com proteína? Leia e descubra!

Legenda: 
Suplementar com proteína: ovo

Atualmente, podemos ver nas prateleiras das farmácias diversos tipos de suplementos, como os vitamínicos, proteicos e outras cápsulas que contêm quantidades significativas de algum componente para suprir carências nutricionais de determinadas pessoas.

A suplementação de nutrientes necessita de um acompanhamento nutricional adequado, pois qualquer substância em excesso pode prejudicar nossa saúde, mesmo que ela seja essencial para o nosso corpo. Por isso, sempre é bom lembrar que, se você tem interesse em fazer uso desse tipo de produto, consulte-se frequentemente com seu nutricionista.

Neste artigo vamos responder uma pergunta frequente: por que suplementar com proteína? Será que os suplementos proteicos são para qualquer pessoa? Aqui, vamos explicar um pouco mais sobre os suplementos de proteína!

 

Proteínas: o que são?

As proteínas são arranjos de aminoácidos presentes em vegetais e produtos de origem animal – mas é encontrada em maior abundância nas carnes. Elas ajudam em diversos fatores de nosso organismo, como:

As propriedades e as funções das proteínas dependem da maneira que os aminoácidos se arranjam, podendo formar dezenas de combinações diferentes, com muitas propriedades e funções diferentes. Por isso, as proteínas podem assumir muitos papéis dentro do nosso corpo, e por isso elas estão super presentes nas nossas células, órgãos etc.

Anemia

A anemia pode ser causada pelo consumo precário de ferro, afetando a proteína das células do sangue (chamada também de hemoglobina) e diminuindo a quantidade de hemácias (as células do sangue em si), o que faz com que a pessoa sinta fraqueza, palidez, dores musculares e falta de ar, entre outros sintomas. Esse tipo de anemia, causada por carência alimentar, pode ser resolvida com uma alimentação adequada ou suplementação ferrosa.

Contudo, há um outro tipo de anemia, que não é causada por carência de ferro, mas sim por uma deficiência na proteína das hemácias. A anemia falciforme, como é conhecida, é uma doença em que as suas hemoglobinas ficam em um formato de foice, diferente do que deveria ser naturalmente.

Esse formato diferenciado afeta a função da hemoglobina, dificultando o transporte de gases e gerando crises de dores.

 

Proteína e alimentação

As proteínas são facilmente obtidas através de alimentos e nossas necessidades diárias podem ser obtidas por meio de uma alimentação equilibrada. As necessidades proteicas diárias são em torno de 0,75g por quilo do seu corpo – logo, uma pessoa com 60 kg deve consumir 45g de proteína.

Alguns alimentos ricos em proteína para te ajudar a suprir as necessidades diárias são:

Para quem não pratica atividades físicas com intensidade e frequência, uma alimentação balanceada dispensa a suplementação proteica. Isso porque as necessidades diárias são facilmente supridas com os alimentos que geralmente consumimos.

Pessoas que não comem produtos de origem animal, como os veganos, devem buscar soluções alternativas, como aumentar o consumo de leguminosas, cereais fortificados e etc – ou até mesmo recorrerem a uma suplementação, para garantir a quantidade de proteína necessária para o corpo.

Consumir pouca proteína pode causar:

Mas, se podemos facilmente obter as quantidades necessárias de proteína pela alimentação, por que suplementar com proteína?

 

Por que suplementar com proteína?

Os suplementos de proteína podem ser muito úteis para as pessoas que se exercitam com frequência e intensidade. Isso porque no nosso processo de construção de massa muscular precisamos de proteína: assim, se a pessoa é fisicamente ativa e está passando por uma boa construção muscular, ela precisa de quantidades maiores de proteína para dar conta das funções essenciais e da construção de massa.

A construção de músculos se dá da seguinte forma: as proteínas dos músculos são quebradas durante os exercícios, fazendo com que o corpo tenha que reconstruir os músculos e deixá-los mais fortes para suportar a atividade. Esse processo de reconstrução demanda novas proteínas, gerando tecidos musculares mais resistentes.

Consumir proteínas após os exercícios é super importante para que a síntese muscular – ou seja, a formação de músculos – seja maior do que a quebra. Então, se você planeja entrar na academia ou iniciar uma vida mais ativa fisicamente, talvez precise suplementar proteínas para garantir uma boa reserva e ajudar na construção de massa muscular.

Outros grupos que também estão inclusos no porque suplementar com proteína são os atletas e os idosos. Dificilmente os atletas conseguem atingir suas necessidades proteicas, por causa da frequência grande de treinos, tornando necessário um suplemento para dar uma ajudinha. Já os idosos necessitam de mais proteínas para que a integridade dos músculos seja mantida; isso faz com que a necessidade diária de proteínas para os idosos seja cerca de 1,2g por quilo corporal.

E aí? Gostou dessas informações sobre o por quê suplementar com proteína? Se sim, te convidamos a explorar o site do Que Bem Que Faz para ter mais dicas sobre saúde e alimentação.

Sempre salientamos que nossos textos não substituem um acompanhamento médico – e, se você pretende iniciar uma dieta, adquirir novos hábitos ou ter uma outra rotina de exercícios, é importante dar uma passadinha no nutricionista e sanar suas dúvidas.


Perguntas frequentes

  • Qual a função do suplemento de proteína?

    Os suplementos de proteína podem ser muito úteis para a nossa saúde, caso não estejamos consumindo a quantidade necessária de proteínas no nosso dia a dia. Suplementar essa carência proteica ajuda na saúde de músculos e órgãos; mas, se você tem uma vida não tão ativa fisicamente, a alimentação adequada já pode dar conta facilmente de suas necessidades.

  • Devo tomar o suplemento de proteína antes ou depois do treino?

    O mais adequado é tomar o suplemento após o treino. Isso faz com que o seu corpo tenha uma grande disponibilidade de proteínas, podendo realizar uma maior hipertrofia (construção de músculos).

     

     

    Fontes:

    https://www.asbran.org.br/noticias/proteina-suplementos-nutricao-e-muita-discussao

    https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/5306476/mod_resource/content/1/Estrutura%20e%20Fun%C3%A7%C3%A3o%20das%20Prote%C3%ADnas.pdf

Esse artigo foi: Criado por Nutricionistas