Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Alimentos para a tireoide

Legenda: 
Alimentos para tireoide: mel

A tireoide é uma glândula localizada na região do pescoço e tem a forma parecida com a de uma borboleta. Ela é responsável por produzir diversos hormônios que agem no nosso corpo, como no nosso metabolismo e no funcionamento de vários órgãos.

As doenças mais conhecidas relacionadas à tireoide são o hipertireoidismo e o hipotireoidismo, que podem ser evitadas por meio de uma alimentação balanceada e regular. Mas lembramos que, caso você apresente algum sintoma dessas doenças, o mais importante é buscar ajuda de um médico especialista – o endocrinologista.

Antes de citarmos os alimentos para a tireoide, vamos falar um pouco sobre o hiper e o hipotireoidismo e seus principais sintomas.

 

Hipertireoidismo

De modo simplificado, o hipertireoidismo é a produção exagerada de hormônios pela tireoide e pode causar sintomas como:

  • Mudanças de humor repentinas
  • Sensação de calor
  • Cansaço e sono pertubado
  • Fraqueza
  • Aceleração do coração

A doença ainda pode existir de maneira assintomática, por isso é necessário estar em dia com os exames de rotina.

 

Hipotireoidismo

Enquanto o hipertireoidismo se caracteriza por uma relativa aceleração do metabolismo, o hipotireoidismo é o inverso. A doença é causada pela produção reduzida de hormônios e pode causar sintomas como:

  • Ganho de peso
  • Pele ressecada
  • Inchaço
  • Fadiga e sonolência
  • Queda de cabelo
  • Redução dos batimentos cardíacos

O hipotireoidismo pode ser ocasionado por inflamações ou infecções. O importante, em todo caso, é procurar um médico, caso apresente esses sintomas.

Agora que você já sabe um pouco sobre essas condições, vamos ver alguns alimentos que podem ajudar a evitar problemas nessa glândula tão importante?

 

Alimentos para quem possui hipotireoidismo

Sal marinho

O sal que usualmente utilizamos na cozinha é o sal marinho iodado – ou seja, além do cloreto de sódio (o sal que consumimos), ele apresenta uma quantidade determinada de iodo.

O iodo é um mineral que regula a produção de hormônios tireoidianos e por isso o sal se torna um dos alimentos para a tireoide. É importante salientar que devemos consumir esse tipo de alimento em pequenas quantidades, pois ele pode ser prejudicial para nossa saúde em altas dosagens.

Frutos secos

Os frutos secos, principalmente as castanhas-do-pará, são ricos em selênio, fazendo deles ótimos alimentos vegetais, que fornecem uma quantidade bem satisfatória desse mineral.

Frutos do mar

Os frutos do mar são ricos em diversos minerais, incluindo o iodo e o selênio – um mineral que ajuda a “ativar” os hormônios tireoidianos e é um poderoso antioxidante. Ostras e os demais mariscos também são ricos em zinco, mineral que também ajuda a “ativar” os hormônios.

Ovos

Ovos inteiros possuem bastante iodo e selênio na parte da gema, e muitas proteínas na parte da clara.

Carnes

As carnes vermelhas e as aves são ricas em zinco e selênio, sendo também ótimas fontes de ferro.

Grãos e sementes sem glúten

Grãos e sementes sem glúten como arroz, quinoa, sementes de chia e de linho, também são ricas em selênio. Também é legal evitar alimentos com glúten, especialmente os industrializados, como bolachas, biscoitos e bolos.

Frutas

As frutas – como as bananas, laranjas, tomates, morangos etc. – são importantes componentes na nossa alimentação e bons alimentos para a tireoide.

 

Alimentos para quem possui hipertireoidismo

Alimentos com pouco iodo

Comidas que possuam baixos níveis de iodo são os mais recomendados para quem tem hipertireoidismo. Dentre eles estão:

  • Sal não iodado
  • Frutas frescas
  • Aveia
  • Batatas
  • Mel

Vegetais crucíferos

Os vegetais crucíferos ajudam no controle de iodo. Por isso, recomenda-se o seu consumo mais diretamente para as pessoas hipertireoidianas. Dentre esses vegetais estão:

  • Brócolis
  • Couve
  • Couve-flor
  • Repolho
  • Agrião

Carnes

As carnes, como a carne vermelha e as aves, são ricas em ferro, selênio e zinco, sendo ótimos alimentos para a tireoide. O fígado, em específico, possui altos níveis de vitamina D e cálcio, além de possuir baixo índice de iodo.

Gorduras

As gorduras saudáveis – como os óleos vegetais – são importantes, pois podem reduzir inflamações. Elas também podem contribuir para a proteção da tireoide e equilibrar a produção de hormônios. Podemos destacar alimentos como:

  • Azeite
  • Óleo de coco
  • Óleo de girassol
  • Abacate
  • nozes e sementes (sem sal)

Lembramos que a castanha-do-pará é rica em gorduras saudáveis e em selênio, um ótimo alimento para a tireoide.

Ervas e especiarias

Algumas ervas e especiarias, como o açafrão e a pimenta do reino, possuem propriedades anti-inflamatórias e são antioxidantes. Por serem temperos, adicioná-los em sua dieta não é difícil e pode trazer muitos benefícios.

Leite vegetal

O leite animal pode conter muito iodo, então o melhor é optar pelos leites vegetais, em especial os livres de soja. Em alguns estudos, a soja, mesmo que seja não iodada, se mostrou um alimento que dificulta o tratamento de hipertireoidismo.

Bebidas sem cafeína

A cafeína pode causar maior aceleração do coração, nervosismo e alterar um quadro de ansiedade. Por isso, prefira bebidas como sucos naturais, água, leites e chás sem cafeína.

Antes de você diminuir ou aumentar o consumo de qualquer alimento desses, o melhor é passar em algum nutricionista – ou, nesse caso, não apenas um nutricionista, mas também um endocrinologista para verificar os níveis de hormônios, possíveis alterações na glândula e suas necessidades específicas.

Visite também a página do QbemQfaz e leia mais artigos sobre saúde e alimentação.


Perguntas frequentes

  • Quais são os hormônios tireoidianos?

    Os hormônios produzidos pela tireoide são o T3 (triiodotironina), T4 (tiroxina) e a calcitonina.

  • O hipotireoidismo pode afetar o crescimento da criança?

    O cretinismo, ocasionado pelo hipotireoidismo na infância, pode comprometer o crescimento dos ossos e dentes; isso porque os hormônios produzidos pela tireoide estão envolvidos no crescimento e no desenvolvimento.

  • Posso ter exoftalmia?

    Nos casos mais intensos de hipertireoidismo, pode ocorrer a exoftalmia: ou seja, pode acontecer dos globos oculares “saltarem”. Geralmente, a exoftalmia relacionada com o hipertireoidismo está associada à alteração da glândula causada pela Doença de Graves.

  • Referências:

    https://www.healthline.com/health/hyperthyroidism-diet#foods-to-avoid

    https://www.healthline.com/nutrition/hypothyroidism-diet

    https://lpi.oregonstate.edu/mic/food-beverages/cruciferous-vegetables

    https://lavoisier.com.br/saude/tireoide-e-doencas-endocrinas

Esse artigo foi: Criado por Nutricionistas