Só vi vantagem: planeje o cardápio da semana para economizar tempo e dinheiro

Legenda: 
Um congelador recheado de comidinhas gostosas e práticas é o sonho da vida adulta, não é?

Pensar com antecedência sobre o cardápio da sua casa pode parecer uma rotina tediosa e monótona, mas acredite: essa é uma forma de poupar tempo e dinheiro. Uma cozinha prática de verdade não é só receita fácil, rápida e simples – é planejamento.

LEIA TAMBÉM

Pode não parecer, à primeira vista, que separar um dia só para isso seja econômico. Já parou para pensar quanto tempo você realmente gasta cozinhando todos os dias, dia sim, dia não ou até duas vezes por dia? Provavelmente muito mais tempo do que deixar um único dia para resolver o cardápio de uma e até duas semanas. São 15 dias até que precise pensar nisso de novo – seria um sonho?

Planejando o cardápio como um adulto

Em qualquer planejamento de cardápio é necessário considerar se você costuma tomar café da manhã, almoçar e jantar em casa (além dos lanchinhos). Coloque no papel esse número exato, incluindo quantas pessoas também participam delas. É legal pensar no que você gosta de comer em cada uma – um café da manhã com mais proteínas, um almoço bem servido e um jantar mais leve, por exemplo.

Decidido o número, chegou a hora da criatividade brilhar: quais receitas posso fazer com poucos ingredientes? Verdade seja dita: a gente até queria ser mais Rita Lobo, mas falta tempo, dinheiro e disposição para tal. O grande segredo do cardápio é escolher ingredientes de todos os grupos alimentares e variar nos preparos.

Se você é fã de arroz, planeje as refeições pensando nos pratos: hoje arroz e feijão, amanhã arroz de forno e depois bolinhos de arroz. Quem come carne, pode aproveitar o mesmo corte para fazer vários preparos: carne moída, molho bolonhesa e almôndegas.

Você cozinha uma vez só grandes quantidades e transforma em várias possibilidades. Isso vale para quem não gosta muito de comer o mesmo todo dia; para quem não se importa, é ainda mais prático.

Sabendo quantas refeições e quais receitas você quer fazer, a última etapa é preparar a lista de compras e partiu mercado. Já parou para pensar quanto dinheiro dá para economizar se souber exatamente a quantidade de comida que precisa comprar? Assim você garante que sua alimentação seja equilibrada, sem distrair-se e levar pacotes de biscoito para o jantar e nenhum pacote de arroz.

Diminuindo o desperdício (de dinheiro e comida)

Para não depender da agenda do dia, que tal planejar as marmitas da semana no fim de semana? Essa é a melhor tática para ter almoço e jantar à disposição, só esperando para descongelar. Dá para cozinhar e congelar refeições de até duas semanas, desde que você crie um cardápio, organize a lista do mercado e tenha disposição para fazer tudo no mesmo dia. Mesmo com pouco espaço no congelador, você pode deixar legumes, feijão e carnes em potes com porções individuais, prontinhas para descongelar e comer.

Apostar no planejamento também diminui o desperdício de comida, seja por comprar mais do que o necessário, seja por não conseguir consumir tudo. Nessas horas o congelador é seu melhor amigo: dá para salvar o pão, as frutas, os legumes e suas refeições individuais.

Esse artigo foi: Criado por Nutricionistas