Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Benefícios de ter um gato (ou de um gato ter uma pessoa)

Legenda: 
Benefícios de ter um gato

Gatos! Eles são Independentes, higiênicos, caçam baratas e ratos e costumam precisar de menos cuidados, gastos e espaço do que um cachorro. Mas os benefícios de ter um gato (ou ser tido por ele, que é o que acontece) não param por aí: Eles podem ajudar até a sua saúde. Vem com a gente para descobrir!

 

Benefícios de ter um gato: diminui o estresse e ansiedade

Uma sessão de carinho com um gato sentado em seu colo pode ser uma boa forma de transformar um dia ruim e estressante em um momento tranquilo.

De acordo com um estudo feito nos Estados Unidos em 2002, ter gatos pode diminuir não só o estresse, mas também a pressão sanguínea e a frequência cardíaca.

Este estudo observou como 120 pessoas reagem em situações de estresse e se eles tinham gatos. E por incrível que pareça, os participantes que tinham um gato em casa mostraram uma taxa de frequência cardíaca e de pressão sanguínea mais baixa antes, durante e após o estudo.

Assim, ao que tudo indica, ter um gatinho em casa irá te ajudar a passar por situações de estresse com mais facilidade e ainda pode ajudar a prevenir a pressão alta e ansiedade.

 

Benefícios de ter um gato: você não ficará sozinho

Brincadeiras, carinho e um pet que pode dormir com você sem ocupar muito espaço na cama: há muitos benefícios de ter um gato. Por exemplo, gatos são ótimos companheiros por terem uma expectativa de vida média de 18 a 20 anos. Ou seja, ter um gato como pet é a certeza de muitos anos ao lado de um bom amigo.

Além disso, há muitas pessoas que amam felinos, e um dos benefícios de ter um gato é poder participar dessa comunidade. Você poderá conhecer pessoas novas e trocar informações. E a socialização é um ponto muito importante da saúde mental.

 

Benefícios de ter um gato: prevenção de alergias

Embora o pelo de gato seja a causa da alergia de muitas pessoas, de acordo com um estudo feito em 2002 pelo Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, crianças com menos de um ano expostas a pelos de gatos desenvolvem um sistema imune melhor e têm menos chances de desenvolver alergias de qualquer tipo – como ácaros, grama ou até mesmo as chances de desenvolver asma.

 

Benefícios de ter um gato: pets independentes

Ao pensar em escolher um pet, os gastos e o trabalho que esse bichinho precisa não pode ser deixado de lado. Por isso, um dos benefícios de ter um gato é justamente o fato de que eles são animais independentes.

Ao contrário dos cachorros, os gatos não precisam que alguém os leve para passear. Eles tomam banho sozinhos, fazem suas necessidades na caixinha de areia, são capazes se divertir muito com apenas alguns brinquedos espalhados pela casa como caixas, ratinhos e arranhadores. Além disso, gatos são bons caçadores e irão deixar sua casa livre de pragas e insetos.

Sem dúvidas, ter um bichinho independente é um benefício e tanto, mas não se esqueça que: ainda que esses bichinhos sejam independentes, os gatos ainda precisam de cuidados e carinho!

Esses são apenas alguns dos benefícios de ter um gato: companheirismo, melhora da saúde e diminuição do estresse. E lembre-se, ao adotar um gato é importante se preparar para oferecer a ele uma dieta balanceada, para fazer visitas regulares ao veterinário, dar a eles arranhadores e um ambiente seguro para que ele possa brincar e se divertir! Assim, é possível usufruir dos benefícios de ter um gato da melhor forma possível!

Para receber mais dicas de bem estar, saúde e alimentação, é só acessar Que Bem Que Faz e explorar nosso conteúdo!


Perguntas frequentes

  • O que fazer depois de adotar um gato?

    Após ter adotado um gatinho surge a dúvida. O que fazer agora? Acariciá-lo e pegar no colo ou deixar ele explorar o ambiente? Bem, nesse caso, a melhor opção é deixar com que o gato se acostume com o lugar e sua companhia enquanto explora a casa. Dessa forma, você evita que o bichinho fique estressado e entenda que aquele é o seu novo lar.

  • Quanto tempo demora a adaptação de gatos?

    A média de tempo que um gato demora para se adaptar é de três semanas. Mas lembre-se que isso irá variar de acordo com a idade e a personalidade do seu gato. Filhotes podem se adaptar mais rápido do que adultos, por exemplo.

  • Qual a melhor idade de um gato para ser adotado?

    Não há melhor idade para adotar um gato. Filhotes e adultos irão ter suas particularidades no momento de serem adotados. Um gato filhote por exemplo, tem como diferencial que você irá observar ele crescer e se adaptar à sua casa. No entanto, você não sabe ainda como é a personalidade do gatinho. Já um gato adulto tem a personalidade formada e você ainda tem o bônus de ajudar um animal que provavelmente foi abandonado e que tem menores chances de ser adotado.

     

Fontes

https://www.helpguide.org/articles/healthy-living/joys-of-owning-a-cat.htm https://catonsvillecatclinic.com/holmes-corner/the-psychological-benefits-of-owning-a-cat/ https://www.healthline.com/health/benefits-of-being-cat-lover#1.-Well-being https://static1.squarespace.com/static/5aa6be7de17ba3f559d28f25/t/5aa85bc7e2c4839970ff3190/1520982983501/pet_paper.pdf https://psycnet.apa.org/record/1983-32714-001 https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/08927936.1998.11425085 https://web.archive.org/web/20021004100013/http:/www.nih.gov/news/pr/aug2002/niaid-27.htm https://www.health.harvard.edu/blog/pets-can-help-their-humans-create-friendships-find-social-support-201505067981

Esse artigo foi: Criado por Nutricionistas