Créditos: GettyImages
Legenda: Truques simples, fáceis e que evitam o desperdício no dia a dia.

Já aconteceu de você comprar mais comida do que o necessário e acabar jogando fora porque estragou? Essa falta de planejamento é um problema duplo no dia a dia: gera um desperdício grande e pode deixar você sem opções rápidas para o almoço ou jantar.

LEIA TAMBÉM

Image removed.

Descobrir as vantagens de aprender a congelar comida, criar cardápios semanais e fazer as compras de mercado objetivamente não só evitam alimentos indo para o lixo, mas que você perca tempo e dinheiro também. Pequenas atitudes resolvem essas questões!

1. Planeje o cardápio das próximas refeições

Criar um cardápio detalhado para sua semana, considerando quantas pessoas moram com você e a quantidade de refeições é uma baita mão na roda. Dá para congelar marmitas individuais, pães, frutas, legumes e garantir uma alimentação equilibrada e variada. Se você sabe o que precisa para cada refeição, não vai comprar mais comida do que pode comer e não perde tempo pensando no que fazer todos os dias.

2. Saiba a quantidade certa de cada ingrediente

Nada de estocar alimentos! Faça uma lista de compras e só leve pra casa o que realmente irá consumir. Sem planejamento saímos enchendo o carrinho do mercado de ingredientes desnecessários ou que já temos aos montes na despensa. Mesmo o que for congelado deve entrar na conta, porque também tem prazo de validade. Outra dica valiosa é não fazer compras com fome, já que a tendência de levar mais do que precisa é maior.

3. Dê preferência aos alimentos da época

As vantagens de escolher os alimentos da safra são muitos: melhores preços, maior disponibilidade e facilidade de encontrá-los. Aproveite a indicação dos mercados locais (como o CEAGESP) para planejar seu cardápio pensando em quais ingredientes estão em alta.

4. Assim que comprar lave e reserve em pequenas porções

Chegou do mercado, já corre pra pia: lave, corte e separe em pequenas porções, cada qual com seu grupinho, sabe? O que vai virar salada no seu potinho, refogado em outro e assim por diante. Compre e armazene em pequenas porções, pois frutas e verduras duram mais tempo se congeladas. Para hortaliças – como alface, rúcula e agrião –, depois de lavar e deixar secar bem, guarde em um pote intercalando camadas das folhas com papel-toalha. Esse truque mantém as folhas crocantes e sequinhas por mais tempo!

5. Talos, cascas e folhas de legumes podem virar caldo caseiro

Talos, cascas e folhas podem dar gosto a um delicioso caldo caseiro, um preparo bastante simples e muito utilizado em receitas que usem caldo de legumes. Armazene em um pote ou saco que veda bem essas partes de cebola, alho, aipo, cenoura e o que mais você tiver em casa. Deixe no congelador até encher o saco ou o pote: aí é hora de preparar o caldo!

6. Reaproveite o que já tem na geladeira

Antes de descartar algo, pense se não é possível incrementar o sabor com algum outro preparo. O arroz de hoje é a torta de liquidificador de amanhã, assim como o feijão também pode se transformar em um delicioso tutu. Fora que é sempre bom pular uma etapa e já ter algo cozido, né?

7. Guarde os alimentos por data de vencimento

Busque organizar na geladeira e na despensa os produtos por prazo de validade, deixando na frente o que precisa consumir primeiro (produtos frescos e com menor durabilidade). Se ficar escondido atrás do suco ou do pote de feijão, você vai acabar esquecendo e tendo que jogar fora um produto que esqueceu de consumir.

Menos lixo e mais tempo

Embora planejar possa parecer chato ou trabalhoso, é uma atitude que poupa tempo, dinheiro, fome sem solução e evita o desperdício de comida. Às vezes, a gente precisa repensar o consumo para levar uma vida mais leve, equilibrada e saudável.

Assine a nossa Newsletter

A certificação de metodologias que nos auxiliam a lidar com o desafiador cenário globalizado.

Digite um e-mail válido.