Atenção Plena: dicas para começar

Legenda: 
Dicas para atenção plena

Você já teve a sensação de que está vivendo no piloto automático? Acorda, toma café, vai ao trabalho ou à faculdade, volta para casa e no fim do dia sente que não produziu quase nada? Muitas vezes, essa sensação não é provocada pela ausência de resultados, mas sim pela falta de atenção ao processo. O conceito de atenção plena, ou Mindfulness, pressupõe uma quebra desse estado de inércia diante das situações da vida, de modo que o presente seja a regra do pensar.

Parece um pouco complexo, não é? Mas, na prática, a atenção plena pode ser aplicada ao dia-a-dia por meio de algumas técnicas relativamente simples, como esvaziar os pensamentos para focar no momento presente. Adeptos e estudiosos do assunto afirmam que colocar o Mindfulness em prática, além de melhorar a concentração, também diminui a ansiedade e aumenta a felicidade. Quer conhecer um pouco mais sobre essa prática milenar e entender como aplicá-la à sua rotina? Então fique com a gente até o final deste artigo!

 

Identificando a desatenção

Você já parou para refletir sobre o que é a atenção? Pense nas atividades que você faz ao longo do dia — pode ser qualquer uma, desde lavar uma louça até elaborar um trabalho complexo. Já te ocorreu de estar atento ao que está fazendo, mas se sentir constantemente atravessado por pensamentos diversos? Como se eles borbulhassem na sua cabeça sem qualquer controle? Os estudiosos da atenção plena denominam esse estado como uma atenção inconsciente, um certo automatismo mental.

Para saber se você está vivendo no piloto automático, sem realmente se atentar às coisas que está fazendo, preste atenção à quantidade de vozes em seu pensamento. Essas conversas paralelas querem indicar que você não está no momento presente – o seu corpo pode estar trabalhando, estudando ou interagindo com as pessoas, mas a sua mente está mergulhada no passado ou preocupada com o futuro. Se você está em um estado de atenção plena, focado no presente momento, essas vozes se calam.

 

Como começar a praticar a atenção plena

De fato, alcançar um estado de atenção plena pode ser um desafio – afinal, a mente se distrai com muita facilidade. Então, se nas primeiras tentativas você não conseguir focar por completo e manter a atenção por muito tempo, não desista, pois o processo é gradual. Praticar o Mindfulness é como se exercitar: nos primeiros dias: pode ser que você não consiga pegar muito peso ou manter o ritmo por muito tempo, mas, conforme os treinos vão passando, a sua resistência e força aumenta cada vez mais. Com a atenção plena ocorre a mesma coisa, mas, em vez de exercitar o corpo, você exercita a mente.

Para te ajudar a dar os primeiros passos rumo a uma vida mais consciente, vamos te apresentar algumas estratégias para começar a praticar o Mindfulness. Confira abaixo:

Acorde com a intenção

A quebra do piloto automático pode ser feita desde o momento em que você abre os olhos pela manhã. A intenção é um pilar fundamental para o mindfulness, pois você está direcionando a sua atenção para um foco específico, não somente realizando as tarefas porque elas precisam ser cumpridas.

Sabendo disso, ao acordar, decida estar mais consciente em suas atividades. Assim, a sua motivação para começar o dia já estará direcionada para a atenção plena desde os primeiros momentos da manhã.

Aproveite as esperas do dia

Sabe aqueles momentos em que você precisa ficar vários minutos, ou mesmo horas, esperando para fazer algo? Por exemplo, aquela fila imensa no banco ou aquele engarrafamento chato no caminho para o trabalho. Nesses momentos, não dá aquela sensação de que você está perdendo tempo? De que milhares de coisas poderiam ser feitas naquele intervalo e você está ali interditado sem ter o que fazer?

Pois é, nós não estamos acostumados a esperar! Mas, em vez de se irritar ou procurar distrair a mente com outras atividades, experimente realmente estar ali e focar na sua respiração. Não é preciso respirar mais fundo, apenas busque a atenção plena observando o som e a sensação do ar entrando e saindo dos pulmões.

Perceba as sensações do seu corpo em movimento

Algumas atividades ao longo do dia se tornam automáticas, como o ato de andar. Você já parou para se atentar à movimentação do seu corpo enquanto caminha ou quando se senta? Prestar atenção a essas pequenas ações é um grande passo para alcançar a atenção plena, pois essas atividades costumam passar despercebidas ao longo do dia. Por isso, na próxima vez que você for se movimentar, foque em como os seus músculos se contraem e retraem e na sensação de seus pés em contato com o chão. Esse exercício, aparentemente bobo, ajuda a puxar a sua concentração de volta para o momento presente.

Aproveite por completo as refeições

Por conta da correria do dia a dia, o momento de comer costuma ser muito negligenciado – seja pulando refeições ou se alimentando com pressa. Sabemos que um dos maiores prazeres da vida é sentar e aproveitar uma boa refeição. Mas nós de fato aproveitamos o que comemos?

Em sua próxima refeição, procure apreciar, de fato, a comida. Comece pelo momento de preparação, observando os ingredientes e sentindo sua textura. Sinta os aromas que vêm da panela e tente identificar quais são cheiros presentes. No momento de comer, não tenha pressa, aprecie colherada por colherada e mastigue o alimento por completo. Esse exercício, além de exercitar a atenção plena, também ajuda a aumentar a saciedade.

Incluindo essas pequenas atitudes no seu dia-a-dia, pouco a pouco, você poderá se sentir mais concentrado e mais consciente durante suas ações. Se você quiser conhecer um pouco mais sobre a atenção plena e seus benefícios, não deixe de visitar as demais publicações aqui no Que Bem Que Faz!


Perguntas frequentes

  • Atenção plena e meditação são a mesma coisa?

    Apesar de relacionados, atenção plena e meditação não são a mesma coisa. A atenção plena é um dos primeiros requisitos para conseguir meditar, pois estar presente, de corpo e mente, é indispensável para conseguir esvaziar a mente e praticar a meditação.

    Qual a importância da atenção plena?

    A atenção plena nos ajuda a desligar o piloto automático de nossas vidas, nos tornando mais conscientes de nossas ações a todo momento, Além disso, as técnicas de Mindfulness ajudam a melhorar a concentração, diminuir o estresse e a ansiedade.

     

Fontes

https://www.mayoclinic.org/healthy-lifestyle/consumer-health/in-depth/mindfulness-exercises/art-20046356#:~:text=Mindfulness%20is%20a%20type%20of,mind%20and%20help%20reduce%20stress. https://www.mindful.org/take-a-mindful-moment-5-simple-practices-for-daily-life/ https://www.mindful.org/five-ways-mindfulness-meditation-is-good-for-your-health/

Esse artigo foi: Criado por Nutricionistas