Créditos: GettyImages
Legenda: : Não é truque de mágica nem passar fome: dá para comer bem sem acabar com o VR antes do próximo mês.

Terminar o mês sem estourar o ticket-refeição e ainda se alimentar bem parece uma missão quase impossível? Para quem usa o VR para todas as refeições como se fosse infinito, é mesmo. Se você usar esses truques, vai ver que é bem possível comer mais saudável sem acabar com o ticket antes do fim do mês.

LEIA TAMBÉM

Não fique de estômago vazio até a hora do almoço

Parece contraditório, mas ir de estômago vazio a um restaurante faz com que haja um desequilíbrio entre o que se pode pagar e o que se quer comer. Evite pular o café da manhã , mas, se não der tempo, tenha sempre lanchinhos na bolsa ou na gaveta do trabalho. Para o lanche no trabalho, você pode levar iogurtes, frutas, castanhas, pipoca e até um chocolatinho. Barrinhas de cereais ou de proteínas, biscoitos integrais e aquele sanduíche esperto feito em casa são ótimos para comer no caminho do trabalho!

Escolha alimentos que dão mais saciedade

Alguns alimentos demoram mais para serem metabolizados no organismo e possibilitam uma sensação de saciedade maior. As versões integrais de ingredientes como arroz e macarrão, feijão, grão-de-bico, verduras e legumes e proteínas (tanto animais quanto vegetais) são opções saudáveis que diminuem as chances de a fome bater logo após o almoço e você usar novamente o VR.

Atenção às porções

Uma das armadilhas para quem usa ticket-refeição é comer no quilo e ir colocando comida no prato sem atenção à quantidade de alimentos. Por sorte, existem algumas medidas de proporção que você pode adotar para não exagerar na refeição e também não ficar com fome. Um prato equilibrado é dividido em quatro partes: 1/4 de carboidratos, 1/4 de proteínas e metade de verduras e legumes.

Créditos: GettyImages
Legenda: Alimentos que trazem mais saciedade evitam aquela fome repentina durante a tarde, que sempre acaba no lanche que custa caro.

É importante dizer que essas porções são sugestões de como montar um prato. Nem todo mundo precisa ou come do mesmo jeito, mas vale pensar na base da refeição equilibrada com o arroz, feijão, a carne (ou proteínas vegetais) e salada.

Cozinhe em casa

Equilibrar os dias em que você come fora com o hábito de levar marmita pode ser um reforço para o VR e a alimentação mais saudável. Assim dá para comer seu PF favorito em um dia e no outro levar uma marmita com mais salada ou sem frituras. Todo mundo come bem, sobra VR e fica feliz!

Bom senso e bom apetite

Planejar suas refeições com um pouquinho de antecedência ajuda você a conhecer melhor seus hábitos e escolher quais alimentos farão parte da sua dieta. Não é sempre que vai ser possível ter esse controle, mas já será um grande passo para o ticket durar mais e você comer bem.

Assine a nossa Newsletter

A certificação de metodologias que nos auxiliam a lidar com o desafiador cenário globalizado.

Digite um e-mail válido.